Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Cultura

Como Fazer? Casamento com irlandês

postou em 29 jul 2016

IMG_9604

Chegou a hora de desvendar os mistérios do matrimônio em solo irlandês.

Se você  tem intenção de se casar por aqui, deve ter em mente o procedimento, as vantagens, desvantagens e o beabá do matrimônio com um nativo.

Procedimento e documentos

Vamos lá!

Agora que você recebeu o tão esperado pedido de casamento é hora de se preparar para a parte burocrática!

Agende um horário no HSE Civil Registration Office do seu condado e compareça junto ao seu pretendente, ambos munidos dos seguintes documentos:

  • Passaporte;
  • Certidão de nascimento.

A diferença é que se você for brasileiro, precisará fazer uma tradução juramentada da certidão. Isso pode ser feito na Irlanda.

Com o Pacto da Apostila, o processo de legalização de documentos está mais simplificado, mas continua necessário.

Após apresentar os documentos no HSE e assinar a papelada dizendo que ambos não são casados – cabe observar que não é preciso provar, apenas assinar o papel – chega a hora de agendar o grande dia.

Como no Brasil, o casamento deverá ser realizado no mínimo três meses após o agendamento. Sim, tem que esperar três meses, o que é até bom para reavaliar se você realmente está pronto para esse grande passo.

Programe-se, pois as datas disponíveis para casamentos podem não ser tão próximas quanto você gostaria. Às vezes a espera gira em torno de um ano, especialmente para casamentos em igrejas ou hotéis, onde se exige o deslocamento do juiz.

Muitos Dubliners acabam agendando o casório no interior para ser mais rápido.

Lembrando que é preciso pagar uma taxa de 200 euros para o casamento e apresentar duas testemunhas, não necessariamente um casal ou pessoas do sexo oposto. No ato do agendamento é necessário providenciar o nome completo e a data de nascimento das testemunhas.

Na Irlanda é muito comum casar-se em hotéis. Nesse caso, a taxa do casamento é o dobro, já que o juiz de paz terá que se deslocar até o local escolhido pelo casal. Conforme dito, nessas circunstâncias é comum esperar um pouco mais, já que a demanda de casamentos é grande e nem sempre os juízes possuem datas disponíveis para deslocamento. Programe-se!

Casamentos realizados em cartórios costumam ter mais datas disponíveis.

Direitos adquiridos após casamento com Irlandês

Você não conquista cidadania europeia ou se torna um cidadão europeu automaticamente.

O casamento com um irlandês dá direito ao “stamp 4” – Spouse Visa –, que é o visto que te dá o direito de trabalhar full-time; o que ajuda muito, já que você poderá se candidatar a mais vagas no mercado de trabalho, pois os países europeus são bem burocráticos com a questão trabalhista.

Somente após três anos residindo na Irlanda com o visto de esposa/esposo é possível dar entrada na cidadania irlandesa, mas isso também exige uma papelada e uma taxa a ser paga. As usual!

Certidão de casamento?

A certidão de casamento fica pronta em até 30 dias após o casório.

Os nomes não mudam, continuam sendo os de solteiro. Para os brasileiros que queiram ter seu casamento reconhecido no Brasil, será preciso voltar à Embaixada Brasileira para reconhecer o documento através de um documento gratuito.

Nesse reconhecimento pode-se  optar por adotar o sobrenome de casado ou por manter o nome de solteiro. Depois disso, na próxima visita ao Brasil, será necessário procurar pelo cartório da sua cidade que atende tais questões e retirar a certidão de casamento brasileira, levando todos os documentos feitos na Irlanda, pois o papel da Embaixada é só um reconhecimento básico.

Vale lembrar também que, de forma prática, pouca coisa muda quando se realiza um casamento na Irlanda.

Como o processo de naturalização por casamento demora cinco anos, até lá você será apenas um estrangeiro casado com um irlandês.

A vantagem principal, depois das portas abertas em função do Stamp 4, é na hora de entrar e sair do país e na hora da renovação. Sim, porque por pelo menos três anos você  continuará  renovando anualmente, só que agora terá que levar o seu digníssimo com você. Caso contrário, a renovação não será realizada.

Outra vantagem é a não obrigatoriedade de pagar os 300 euros pelo cartão GNIB.

Para estudos, novamente, não muda muita coisa, no máximo você consegue um desconto de 20% por ser casada com um local, mas, claro, isso pode variar de instituição para instituição. 

Dúvidas?

Comentem que tentaremos responder.

No mais, se você já é casado, felicidades, e se você não é, mas está quase lá, felicidades e um pouco de paciência!

Sites pelos quais você poderá se interessar:

HSE

CITIZEN INFORMATION

GOIRELAND

CRS

HSE: Civil Registration Service, Sir Patrick Duns Hospital, Lower Grand Canal Street, Dublin 2.

Este texto foi originalmente publicado em junho de 2013.

Sobre o Autor


Fundador e CEO do E-Dublin, Edu chegou na Irlanda em 2008, no ano pré-crise, pegou a nevasca de 2010 e comeu cérebro de cabra em Marrakesh. O Edu também é baterista da banda Irlandesa Medz.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

E-Dublin TV

Visto de trabalho na Irlanda – Hevialand#7

6 dias atrás, por Tarcisio Junior
Trabalho

5 empresas que mais contratam estrangeiros na Irlanda

4 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Trabalho

5 novidades na área de tecnologia na Irlanda

5 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Trabalho

Brasileiros dominam as vagas de TI na Irlanda

10 meses atrás, por Ávany França
Vistos

Vai tirar o GNIB? Entenda o que mudou

11 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Vistos

Irlanda muito além do visto de estudante

11 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Trabalho

Visto de trabalho sairá mais rápido na Irlanda

11 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves