Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Inglês

Em quanto tempo você aprendeu inglês na Irlanda?

Colaborador E-Dublin postou em 24 nov 2016

shutterstock_486660211

Em quanto tempo você aprendeu o Inglês? Crédito_ Shutterstock

Viajar, conhecer uma nova cultura e fazer muitos amigos são aspectos que fazem do intercâmbio algo inesquecível. Mas para se virar em outro país, conhecer a língua local é fundamental. Com isso em mente, quanto tempo é necessário para aprender inglês na Irlanda?

Fomos atrás da resposta e conversamos com cinco intercambistas com perfis diferentes e eles ajudaram a esclarecer a questão. Dá uma olhada!

Marcelo OliveiraMarcelo Oliveira

Tempo de Irlanda: um ano e seis meses.

Objetivo do intercâmbio: viver em outro país.

Ele se empolgou porque tinha amigos que moravam na Irlanda e contavam coisas boas sobre a vida por aqui.

Nível de inglês antes do intercâmbio: zero. “Eu não sabia nem os números”.

Nível de inglês atualmente: bom, considerando que não pôde frequentar as aulas.

Fatores que ajudaram no desenvolvimento do inglês: não trabalhar com brasileiros.

Importância da escola de inglês no intercâmbio: pequena.

Aspecto em que se considera melhor na língua inglesa (listening, speaking, reading ou writing): listening, justamente por não ter frequentado muito a escola. Acredita que primeiro se aprende a ouvir e depois a falar. Também acha que é na escola que se aprende a ler e a escrever.

Tempo necessário de aprendizado para manter uma conversação: um ano.

Conselho para aprender inglês rapidamente: “frequentar as aulas, participar de grupos de conversação, conhecer pessoas de outros países, procurar falar em inglês mesmo entre brasileiros e tentar estudar em casa. Ir a igrejas também é uma boa dica. Minha esposa e eu frequentamos o grupo SILAH, pastoreada pelo irlandês Peter, e sempre tem um brasileiro traduzindo”.

Diogo Rey

Diogo Rey Mauro

Tempo de Irlanda: um ano e um mês.

Objetivo do intercâmbio: aprender inglês “na marra”, como descreveu.

Nível de inglês antes do intercâmbio: bem ruim. Falava apenas “oi” e sabia coisas extremamente básicas.

Nível de inglês atualmente: muito melhor que antes, mas ainda não tem a fluência que deseja.

Fatores que ajudaram no desenvolvimento do inglês: o trabalho e a conversação com as pessoas no dia-a-dia.

Importância da escola de inglês no intercâmbio: pequena. A escola dá uma base, mas ele acredita que a verdadeira escola é a rotina do intercambista; isso inclui o trabalho e os colegas.

Aspecto em que se considera melhor na língua inglesa (listening, speaking, reading ou writing): listening. “A riqueza cultural de Dublin contribui muito para nosso aprendizado. Você aprende a ouvir inglês do mundo todo, como indiano falando inglês, chinês falando inglês e consegue melhorar muito o listening. O Irish falando inglês então, meu Deus!”

Tempo necessário de aprendizado para manter uma conversação: em média, um ano.

Conselho para aprender inglês rapidamente: “estudar é importante, mas eu acredito que não ter vergonha de errar é o principal fator para melhorar seu inglês. Saia falando, mesmo que esteja errado. Com a rotina, você para de cometer erros e vai melhorando seu vocabulário”.

Micheli Mendonça

Micheli Mendonça

Tempo de Irlanda: um ano e sete meses.

Objetivo do intercâmbio: aprender inglês e viver a experiência, pois sabia que seria bom para o crescimento pessoal.

Nível de inglês antes do intercâmbio: segundo Micheli, “o nível que vem antes de beginner”, porque não sabia absolutamente nada.

Nível de inglês atualmente: suficiente para ela se virar no país. Consegue compreender o que as pessoas falam e vice-versa. “Sei que cometo muitos erros, mas considerando que cheguei sem saber nada e que não consegui frequentar muito as aulas, progredi bastante”.

Fatores que ajudaram no desenvolvimento do inglês: não ter vergonha ao conversar. Aprendeu mais no trabalho, onde pratica a conversação.

Importância da escola de inglês no intercâmbio: importante, porém não essencial. Considera que o dia-a-dia e o ambiente de trabalho são as melhores formas de convívio e aprendizado do idioma.

Aspecto em que se considera melhor na língua inglesa (listening, speaking, reading ou writing): listening. “Eu me acostumei com o sotaque Irish e realmente, quem entende um Irish falando, entende qualquer um (risos)”.

Tempo necessário de aprendizado para manter uma conversação: de dez meses a um ano.

Conselho para aprender inglês rapidamente: “ouvir músicas, assistir a filmes, praticar a conversação, não ter vergonha de falar e se dedicar aos estudos, fazendo bastante exercício”.

Priscila Ramos

Priscila Ramos

Tempo de Irlanda: um ano.

Objetivo do intercâmbio: aprender inglês.

Nível de inglês antes do intercâmbio: já tinha inglês intermediário.

Nível de inglês atualmente: “tenho condições plenas de me comunicar em qualquer situação”.

Fatores que ajudaram no desenvolvimento do inglês: treinar constantemente foi essencial, ela conversava em inglês sempre que possível.

Importância da escola de inglês no intercâmbio: a escola a auxiliou na parte gramatical, mas não foi essencial. “É no dia-a-dia, conversando com pessoas de nacionalidades diferentes, com sotaques diversos, que melhoramos o listening  e o speaking.”

Aspecto em que se considera melhor na língua inglesa (listening, speaking, reading ou writing): speaking. “Quando cheguei a Dublin estudei muito para aumentar o meu vocabulário para ter condições de trabalhar na minha área de formação. Hoje sou professora de pilates e personal trainer em uma academia.”

Tempo necessário de aprendizado para manter uma conversação: “depende de quem está conversando com você. Se a pessoa quiser falar e ser entendida,  o assunto flui. Mas depois de seis meses tudo fica mais fácil.”

Conselho para aprender inglês rapidamente: “converse com pessoas locais. Pergunte, questione, leia, ouça! Pode ser em uma loja, no trabalho ou no ônibus. O importante é arriscar!”

Leopoldo Burda

Leopoldo Burda

Tempo de Irlanda: oito meses.

Objetivo do intercâmbio: morar em outro país para viver uma experiência incrível e aprender inglês.

Nível de inglês antes do intercâmbio: zero. “Acho que eu sabia umas três cores e contar até dez, só (risos)”.

Nível de inglês atualmente: pior do que esperava que fosse, mas acredita que isso aconteceu porque se preocupou demais em trabalhar em vez de estudar. “Mesmo assim, consigo me comunicar com todos, em todas as situações, mas nem sempre uso os verbos corretamente e meu vocabulário ainda é pequeno. Fiquei surpreso porque conseguir avançar três níveis na escola, que tinha apenas quatro”.

Fatores que ajudaram no desenvolvimento do inglês: frequentar o cinema usando o Cineworld Unlimited Card, dica que já demos aqui. Era motivado a estudar justamente para conseguir entender os filmes a que assistia.

Importância da escola de inglês no intercâmbio: considera a escola essencial. “Aprendi muito inglês no trabalho, mas não aprendi direito. Os próprios nativos falam de modo errado e usam muitas gírias. No dia-a-dia você aprende inglês apenas para se comunicar, porque ninguém te corrige se você fala errado e na escola você aprende do jeito certo. Então, se não estudar, acaba falando errado para o resto da vida”.

Aspecto em que se considera melhor na língua inglesa (listening, speaking, reading ou writing): listening, justamente por conta do cinema.

Tempo necessário de aprendizado para manter uma conversação: três meses para ter uma “conversa compreensível”, mas ainda acha difícil entender o inglês dos irlandeses.

Conselho para aprender inglês rapidamente: “eu estudei com muita gente e percebi que, para quem estuda de verdade, é muito fácil aprender inglês. Mas a maioria das pessoas que vem pra cá acha que vai aprender por osmose e acaba optando por fazer outra coisa em vez de estudar. Então, acho que se você se esforçar bastante, aprende mais rápido. E o cinema, claro, foi um impotante fator, pois aprendi demais assim”.

E você, em quanto tempo aprendeu ou espera aprender a língua inglesa? Conte sua história pra gente aí nos comentários!

Este artigo é de autoria de E-Dublin - Tudo para seu intercâmbio em Dublin e na Irlanda!

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

Idiomas

Será que o seu inglês deslanchou?

2 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Idiomas

5 Formas para aprender a falar inglês mais rápido

2 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
E-Dublin TV

English as a foreign language

5 meses atrás, por Mah Marra
Inglês

Tropeçando no inglês! Quem já não passou por isso?

7 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Crônicas

Dicey’s? Não, só conheço a “Pênis”

8 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Inglês

4 dicas realistas para melhorar o seu inglês

8 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Cultura

Cinco sites imperdíveis para download de livros

9 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
E-Dublin TV

Como aprender inglês de vez – PCVV#116

10 meses atrás, por Tarcisio Junior
Idiomas

Dez nomes irlandeses que vai enrolar a sua língua

11 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Idiomas

Inglês em Dublin muito além da sala de aula

1 ano atrás, por Andre Luis Cia
Meu Intercâmbio

O intercâmbio me transformou em um viajante

1 ano atrás, por Colaborador E-Dublin