E-Dublin - O maior site de dicas de Intercâmbio na Irlanda, Trabalhar e Estudar na Irlanda, Trabalhar e Estudar na Europa, vistos para morar na Irlanda e Europa. Dicas de intercâmbio, trabalho no exterior, cursos de idiomas no exterior, trabalho na Irlanda, cultura irlandesa e vistos de trabalho

documentos

Entenda os tipos de visto na Irlanda

Aqui no E-Dublin fazemos sempre menção aos vistos (Stamps), mas como o Irish Naturalisation and Immigration Service (INIS) vez ou outra atualiza a lista, mantemos o compromisso com os leitores e estamos aqui para atualizá-los sobre os tipos de visto e a aplicabilidade de cada um deles.

Então, para você que está pensando na possibilidade de rumar na direção da ilha verde e tem a possibilidade de ir além do visto de estudante, vale ficar de olho e compreender  como cada um deles funciona!

Reprodução: asylumarchive.com

Reprodução: asylumarchive.com

Podemos começar com a boa notícia: para pousar na Irlanda, o cidadão brasileiro não necessita aplicar para nenhum visto prévio, é só chegar no país tendo em mãos: passagem de volta, passaporte válido por no mínimo seis meses, seguro viagem, comprovação financeira para se manter durante a viagem, além de reserva em hotel/residência ou carta convite do local onde ficará durante a visita. Estes são os requerimentos básicos para todas as opções de vistos aplicáveis para brasileiros. O que determinará o tipo de visto, ou mesmo o tempo de permanência no país, é o proposito da viagem: se a turismo, estudos ou trabalho.

Stamp 0 – Estada temporária ou Permissão limitada (90 dias)

Esse tipo de visto é concedido a pessoas que entram na Ilha sem o objetivo de receber benefício do Estado e que cumpram alguns requisitos, sendo um deles o de estar coberto por um seguro de saúde particular. O imigrante que desejar entrar na Irlanda com o Stamp 0 deverá ter os próprios meios de subsídio ou alguém que o faça. Neste último caso, provas serão necessárias.

A este tipo de imigrante fica vedada qualquer oportunidade de emprego ou mesmo tentativa de estabelecer um negócio, a menos que o INIS indique a permissão através de uma carta.

Pessoas elegíveis a esse tipo de visto: 

- Provedor de serviço estrangeiro que tenha sido enviado à Irlanda por uma companhia também estrangeira para executar alguma tarefa por tempo limitado;

-  Alguém cujo objetivo da visita prolongada à Irlanda seja prestar serviços humanitários;

- Visitantes acadêmicos;

Para informações mais detalhadas sobre esse tipo de visto, consulte o documento disponibilizado pelo INIS.

Stamp 1 – Visto de trabalho

O Stamp 1 é o almejado Visto de Trabalho. Neste caso, o cidadão que desembarca por aqui precisará de uma proposta de trabalho de uma empresa estabelecida na Irlanda para aplicar para este visto. Enquanto o empregador não tiver recebido a permissão para contratá-lo, o imigrante que possui esse tipo de visto não poderá trabalhar em outros cargos nem se envolver em nenhum negócio ou profissão sem autorização prévia concedida pelo Ministério da Justiça e da Igualdade. O cidadão deverá também respeitar a data de expiração do visto.

Pessoas elegíveis a esse tipo de visto: 

- Cidadãos de países que não façam parte da zona do Euro (non-EEE) e que já possuam Work Permit, Green Card ou permissão para administrar negócios em solo irlandês;

- Cidadãos de países que não façam parte da zona do Euro (non-EEE) que possuam permissão de residência na Irlanda;

- Cidadãos de países que não façam parte da zona do Euro (non-EEE) que possuam permissão de trabalho como dependente de cônjuge.

Stamp 1A – Visto de estágio

Visto que concede a permissão de estagiar em solo irlandês 40h semanais junto a uma equipe qualificada. O visto só é válido até a data de conclusão do estágio.

Pessoas elegíveis a esse tipo de visto: 

- Estudantes que sejam cidadãos “non-EEE” de cursos de contabilidade.

Stamp 2 – Visto de estudante com permissão de trabalho

É o visto com o qual a maioria de nós, brasileiros, permanecemos na Ilha Esmeralda. O Stamp 2 é concedido sob a condição de o imigrante entrar no país com o objetivo de frequentar aulas regulares, podendo trabalhar até 20h durante o período de aulas (6 meses iniciais) e até 40h em período de férias (6 meses finais). O prazo de expiração do visto também deve ser respeitado e o imigrante com esse tipo de permissão não poderá recorrer a nenhum  tipo de serviços oferecido pelo governo, tais como saúde, seguro desemprego, etc. Para se enquadrar nesta categoria de visto é necessário se matricular em um curso com duração mínima de 25 semanas.

Inicialmente o oficial te dará um visto temporário de um mês para que você tenha tempo para providenciar os demais itens necessários ao candidato a estudante no país, comprovando-se assim que você é um estudante genuino. Esses documentos incluem:
• Carta da escola, com curso de carga mínima semanal de 15h/aula por semana
• Ter seguro governamental ou médico privado de uma empresa estabelecida na Irlanda
• 3000 euros comprovados em extrato de uma conta em banco irlandês
• Comprovação de endereço
• PPS
• O valor de 300 euros pelo registro GNIB (que pode ser pago com cartão de crédito/débito ou por boleto bancário)

Obs: Uma vez que você tenha organizado todos esses documentos é hora de ir à imigração e solicitar o visto definitivo de um ano, pegar seu cartão de registro, o GNIB e ser feliz!

Pessoas elegíveis a esse tipo de visto: 

- Cidadãos non-EEE que viajem à Ilha com o objetivo de estudar em cursos de idioma ou universitários por um período mínimo de 6 meses.

Stamp 2A – Visto de estudante sem permissão de trabalho

Similar ao anterior, por exigir que o imigrante esteja matriculado em um curso, no entanto, com este tipo de visto não é permitido trabalhar nem em período integral (full-time, 40h) nem em meio período (part-time, 20h). Neste tipo de visto não está incluso o período de “férias” de 6 meses após as aulas.

Pessoas elegíveis a esse tipo de visto: 

- Cidadãos non-EEE que frequentem aulas de cursos que não sejam reconhecidos pelo Departamento de Educação e Ciência, no período máximo de seis meses.

Obs: Vistos de estudante só podem ser renovados 3 vezes!

Reprodução: expressingthejourney.wordpres.com

Reprodução: expressingthejourney.wordpres.com

Stamp 3 – Permanência sem permissão de trabalho

O Stamp 3 concede a permissão de permanência, porém sem a possibilidade de abrir um negócio ou atuar no mercado de trabalho, até a data especificada pelo oficial de imigração. O imigrante deverá respeitar a data de expiração do visto e não poderá permanecer após a mesma.

Pessoas elegíveis a esse tipo de visto: 

- Cidadãos non-EEE que estejam visitando alguém;

- Cidadãos non-EEE aposentados e que tenham meios para se manter;

- Cidadão non-EEE que seja ministro de culto religioso ou membro de alguma ordem religiosa;

- Cidadão non-EEE que seja cônjuge ou dependente de um cidadão que possua a permissão de trabalho/permanência em solo irlandês.

Stamp 4 – Permanência

Esse visto garante a permanência em solo irlandês até uma data especificada.

Pessoas elegíveis a esse tipo de visto: 

- Cidadão non-EEE que seja familiar de um cidadão nacional de um dos países integrantes da zona do Euro (EEE);

- Cidadão non-EEE que seja cônjuge de um cidadão irlandês;

- Refugiado;

- Cidadão non-EEE que esteja buscando reagrupamento familiar em conformidade com o Ato de Refugiados de 1996;

- Cidadão non-EEE que seja pai ou mãe de criança nascida em território irlandês, no caso do governo ter autorizado a permanência de um dos pais;

- Cidadão non-EEE que seja familiar de um cidadão europeu, de modo que possa ser qualificado sob o Regulamento das Comunidades Europeias de 2006.

Obs.: É importante lembrar que para além das especificações de cada tipo de visto aqui expostos, há outros requisitos que deverão ser cumpridos, sob pena de deportação em caso de descumprimento, e que a imigração tem o direito de exigir as provas de tudo o que julgar conveniente. Por isso, sempre que houver uma dúvida muito específica ou para saber exatamente o que você precisará apresentar à imigração, indicamos a consulta ao site do INIS ou até mesmo entrar em contato com o órgão para maiores informações.

*EEE – Espaço Econômico Europeu

Posts relacionados

Como tirar a Carteira de Habilitação para Dirigir na Irlanda
Como fazer: Enviando bagagens por container
Eleições municipais no Brasil. Como justificar o seu voto
E-Dublin TV - Intercâmbio na adolescência, com a MD4S

por Camilla Gómez em 4/08/2014

fullbanner_orcamento
Flower beauty_edublin2
  • Diogo Oliveira

    Pessoal preciso de ajuda, o seguro viagem citado a cima é a mesma coisa que o seguro governamental ou não ? Se não onde eu consigo o seguro viagem. Obrigado galera

    • John Souza

      Olá Diogo, seguro governamental e seguro viagem são 2 coisas diferentes, o meu seguro viagem consegui com uma agência de intercâmbios aqui no Brasil, indico o GTA, foi o jeito que consegui. Abraços, John

      • Diogo Oliveira

        Obrigado John ;)

    • Mara Cecilio

      Oi Diogo, embora sejam seguros diferentes, tu podes vir com o seguro governamental tranquilamente; não é necessário adquirir seguro extra. O seguro governamental é o único exigido pela imigração.

      • Diogo Oliveira

        Obrigado Mara ;)

        • Thiago Angioletti

          Porém é bom lembrar: o seguro saúde internacional de 30.000 euros pode ser solicitado na entrada de qualquer país da Europa. Depende do humor do oficial de imigração do país que você deseja visitar =)

          Ir com o seguro governamental garante sua entrada e permanência na Irlanda, mas não garante livre acesso aos países da UE.

          O seguro mais adquirido por estudantes é o GTA.

  • Juliana Procopio

    Oi, super legal o post. Alguém sabe dizer quanto tempo em média leva para conseguir o visto de estudante e trabalho quando chegamos na llha da Esmeralda? :) Obg

  • Guilherme Teloeken

    Alguem pode me dizer se existe algum tipo de visto de meio ano ou somente o estudo + trabalho de 1 ano, no caso se eu planejar viajar e ficar um ano e depois resolver ficar mais meio ano, obrigatoriamente tenho que comprar um curso de 6 meses?

    • Thiago Angioletti

      Deixa eu ver se eu entendi. Você quer pegar o Stamp 2 (visto de 1 ano estudo + trabalho). Aí você chega na Irlanda e, após passar esse ano, resolve ficar mais 6 meses, é isso?