Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Cultura

Entrevista com o músico irlandês, Ger Hoyne

Ávany França postou em 08 nov 2014

0HJReG

O nosso bate papo de hoje fará um passeio por um dos temas mais ricos da Irlanda, a música. E embora boa parte dos brasileiros tenha tido contato apenas com nomes como U2, Enya e The Cranberries, a música irlandesa vai muito além de nomes conhecidos na mídia internacional.

Para saber um pouco mais sobre essa soronidade que atrai apreciadores da boa música do mundo inteiro, convidamos o jovem  Ger Hoyne, músico, compositor,  professor de bodhrán, acupunturista e um grande apaixonado pela música tradicional irlandesa.

Estamos em Ennis, condado de Clare e se para muitos, será necessário olhar com cuidado no mapa para localizá-lo, para apreciadores da boa música  isso será tarefa fácil. Já que, o condado localizado na costa oeste da Irlanda é um dos mais inspiradores para quem busca por música tradicional irlandesa.

Foi exatamente atraido por essa abundância, que Ger Hoyne se viu motivado a mudar-se de Kilkenny para Ennis. Filho de mãe e pai músicos, Ger viveu cercado pelos acordes do banjo e violino, mas foi só aos 18 anos que a paixão pela música tradicional veio a tona!

“O engraçado é que quando jovem eu nunca escutava meus país tocarem. Meu pai, em especial tocada banjo o tempo inteiro e o volume muitas vezes não me deixava dormir. Eu costumava ficar muito irritado”.

Ger acredita que a maturidade o fez compreender melhor a paixão dos seus pais pela música e a música propriamente dita.  Como boa parte dos jovens de sua idade, o violão foi o instrumento mais popular na sua juventude, mas o despertar pelo Bodhrán, assim como a certeza e paixão pela música tradicional veio durante uma sessão em Kilkenny.

“Eram cerca de quinze músicos. Foi fascinante assistir, observar e sentir a música. Um dos músicos estava tocando bodhrán e naquele momento eu soube que aquele era o instrumento que eu queria tocar”.

Desde então a musica irlandesa passou a fazer parte da vida do irlandês e aos 19, um de seus programas prediletos era pegar  a sua moto e rumar para Doolin (também em Clare), para se juntar a músicos locais.

“ Essa foi uma experiencia incrível no meu inicio como músico. Por ter tido a chance de tocar com pessoas de diferentes lugares e se sentir bem vindo”.

Doolin é um dos destinos mais tradicionais da música irlandesa e foi também onde Ger começou a ganhar gosto pelas “sessions”. Para quem nunca ouviu esse termo,  session é como se chama os encontros de músicos irlandeses em pubs locais. O curioso é que nada é ensaiado, e qualquer um que cante, toque e aprecie boa música pode chegar e juntar-se ao grupo!

Para Ger ser um músico é um grande privilegio. Ele citou o quanto é fascinante ver o sorriso na face das pessoas  e a grande satisfação de poder partilhar sua paixão pela música.

No nosso bate papo perguntei  se seria possível descrever a música tradicional irlandesa em uma palavra! A resposta foi taxativa, não! Embora a música tradicional seja algo fenomenal, o músico acredita que não se deva rotulá-la.

“Alguns a chamam de mística outros de antiga. Mas, música é uma forma de expressão. Não deveria ser rotulada, regulada ou controlada porque música é música. É parte da sua alma, do seu coração. Não dá para simplesmente esteriotipar. Você pode apenas criar, expandir e ver o que pode acontecer.”

Ger também acredita que a falta de divulgação da música tradicional na própria Irlanda é um fato a lamentar. Atualmente a regulamentação irlandesa estipula que apenas 3% da programação nas rádios precisam ser de música tradicional.

“ Deveria ter mais incentivo no dia a dia”, diz o jovem que recomenda a Clare FM, para quem aprecia a música tradicional. A rádio possui um programa diário chamado The West Wind, das 7-9pm dedicado a música irlandesa.

É possível conquistar a fama com música tradicional irlandesa ou ir em busca de sucesso em outros mercados para se fazer ouvir? Ger acredita ser irrelevante buscar fama aqui, na América ou em qualquer outro lugar. Para ele tudo depende do que você almeja como músico.

“ Se você estiver procurando por fama dificilmente conseguirá. Sucesso é resultado de trabalho duro e integridade. Porque se você começar procurando por sucesso comercial, esqueça. Você acabará enlouquecendo. Viva momento a momento e faça o melhor por sua música, então as pessoas irão te reconhecer, mais shows irão surgir. Isso é uma longa viagem!”

O dicionário explica: Session- um  encontro informal entre músicos que tocam improvisadamente-, mas dificilmente essas palavras consigam representar exatamente a atmosfera de uma sessão de música tradicional.

Perguntei ao Ger o que seria uma sessão incrível? Ele disse que ser difícil descrever uma em especial, mas as melhores noites são quando todos enlouquecem no Pub.

“ As melhores noites são quando todos enlouquecem. Quando Suzana, a professora de dança irlandesa contagia todos com o seu sapatiado. Quando a pessoas de diferentes partes, o público acompanhando com palmas, todos contagiados e se divertindo. Quando isso acontece é simplesmente incrível!”


Para aqueles que queiram conhecer um pouco mais sobre o jovem e entusiástico Ger Hoyne, visite o Brogan´s Pub em Ennis, onde ele toca e também dar aulas de Bodhrán aos domingos e segundas. Ele também ministra workshops por toda a Europa sobre musica irlandesa.

Ger comentou ainda que antes do Natal deva lançar um album de música irlandesa. Não será o primeiro da sua carreira, mas segundo ele, muito mais maduro e profissional.

Mesmo sendo um músico profissional, assim como outros, Ger não vive apenas da sua música. Quando não está tocando ou ensinando trabalha em sua clínica de acupuntura em Ennis, a G Hoyne Therapy Clinic. Parte do seu conhecimento na área foi conseguido em experiências em outros destinos como Bangkok e Chiang Mai,  onde especializou-se em massagem tailandesa. O último diploma em acupuntura vem da Escola de Acupuntura de Galway.

Bom, depois de todo esse papo sobre música, nada mais justo que escutar uma das interpretações de Ger Hoyne, música disponível no iTunes.

para quem quiser sentir um pouco dessa explosão musical que comeca hoje (8), lá em Ennis um festival profissional com os principais nomes de música irlandesa do país, o Ennis Trad Festival.

O festival só termina na segunda (12). Dá para ir, curtir a música e ainda aproveitar para conhecer lugares incríveis como Cliffs Of Moher, Doolin, Aran Islands e outras belezas naturais localizadas no oeste irlandês.

Links: The G Hoyne Therapy Clinic Brogan’s Pub

 

English version

Our chat today will tour around one of Ireland’s richest themes, music. And while most Brazilians have only had contact with big names such as U2, Enya and The Cranberries, Irish Music goes far beyond those known in the international media.

To learn a little bit more about the sonority that attracts lovers of good music from all over the world we invited Ger Hoyne, musician, percussionist, bodhrán teacher, acupuncturist, and with a particular passion for traditional Irish music.

We are in Ennis, County Clare and, for many, it will be necessary to look at the map carefully to find out where it is. But for those who appreciate good music, like Ger, this will be easy, since the county located on the West coast of Ireland is one of the most inspiring for those seeking traditional Irish music.

It was the attraction of the abundance of traditional Irish Music that motivated Ger Hoyne to move to Ennis. He lived surrounded by chords, banjo and violin, as both his mother and father are musicians, but it was not until the age of 18 that his passion for traditional music came to the fore!

“The funny thing is that I never listened to them when I was young, because my father used to play banjo most of the time and I could not sleep with the loud music. It used to drive me cracked “.

Like most men of his age, the guitar was the most popular instrument in his youth. However it was watching a session in his home town Kilkenny that he realized his passion for traditional music and also the instrument he wanted to play.

“It was about 15 musicians. I was fascinated watching, observing and feeling the music. One of the guys was playing a bodhrán and I knew it was the musical instrument I wanted to play. ”

Since then Ger has been involved with traditional Irish music and at 19, one of his favorite programs was to take his motorbike and head for Doolin (Clare), to join local musicians.

“It was such a great experience to play in a session with different musicians and feel welcome.”

Doolin is one of the best known and most famous traditional music venues in Ireland and it was also where Ger began getting a taste of Irish music.

I asked Ger if it would be possible to describe the traditional Irish music in one word! The answer was No. While traditional music is phenomenal, the musician believes that no one should label Irish music.

“I think people are so used to putting the Irish Traditional as mystic, traditional or old fashioned. Or even try to put it in a box. It’s a form of expression. It can never be truly regulated or controlled because music is music. It’s a part of your soul, it is part of your heart. You cannot put it in a box, you can just create, expand and see what it’s going to happen.”

Ger also believes that the lack of dissemination of traditional music in Ireland itself is a fact to regret. Currently, the Irish legislation stipulates that only 3% of the programming on radio stations need to be traditional music.

“It should be pushed more on a regular basis,” says the young musician who recommends Clare FM station, which has a daily program called The West Wind, from 7-9pm, dedicated to Irish music.

Ger also gives Brogans Pub as a spot not to be missed in Clare, as its plays a respectful role for all musicians, from Ireland and also from abroad.

“ They make us feel very welcome” Even the staff are very respectful with the musicians.”

Can you gain fame with traditional Irish music or go in search of success in other markets to be heard? Ger believes it is irrelevant to seek fame here, in America or elsewhere. It all depends on what you crave as a musician.

“If you are looking for fame, you will not get it. It comes with hard work and integrity. Because if you start looking for commercial success, forget about it. Because you are going to drive yourself crazy. You just take it moment to moment. And enjoy your music, then people will recognize it and you will get more and more gigs. Take it step by step. It’s a long journey! ”

Jam music, session, gigs. Those are some of the words that the Brazilians may not be familiar with. But it is all about the Traditional Irish Music world. It is what you are going to have in most pubs around Ireland.

The dictionary explains “session” as an informal gathering of musicians who play improvised or unrehearsed music. But no words are enough to explain it until you are at one session yourself.

What would be an incredible session?

“The best nights are when the entire place goes crazy. When Suzan, the Sean Nos’ teacher is there, people from Connemara, the audience, all enjoy themselves and have fun. ”

For those who want to know a bit more about the young and enthusiastic Ger Hoyne, visit Brogans Pub in Ennis, where he plays on Sundays and Mondays and also teaches bodhran. Ger also do workshops everywhere in Europe about Irish Music and specially about the bodhran.

Ger is also preparing a new album – it is not his first, but he said it’s a much more mature and professional one!

Although being a professional musician, Ger does not make his living only from music, as well as many other musicians. He works as a full time acupuncturist in his clinic, also located in Ennis. Part of his knowledge was gained during abroad experiences in places like Bangkok and Chiang Mai, years ago. He also got a degree in acupuncture at Galway College of Integrative Acupuncture.

After all this talk about music, nothing more inspiring than to simply enjoy some of Ger Hoyne songs available on  iTunes.

And for those who want to feel a little of this cultural and musical richness, today (8/11) begins one of the most important festivals of Irish Traditional Music, the Ennis Trad Festival.

And if you have never had the opportunity to visit County Clare, I would recommend you to get there and learn even more about the strong history of Traditional Irish Music.

Brogan’s Pub

Sobre o Autor


Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Amante das viagens, coleciona mais de 50 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

Cultura

Você já ouviu falar no Workaway?

4 horas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Saúde

Depressão? Onde procurar ajuda na Irlanda?

1 mês atrás, por Deby Pimentel
Clima

5 amazing things you can do in Ireland this autumn

1 mês atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

Dança irlandesa no Brasil

1 mês atrás, por Edu Giansante
Cultura

Fique por dentro do projeto Casa Brasil na Irlanda

1 mês atrás, por Elizabeth Gonçalves
Agenda Cultural

Se liga no que vai rolar na Irlanda em novembro!

2 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

Música irlandesa no Brasil

2 meses atrás, por Edu Giansante
Eventos e Festivais

5 festivais para aquecer o outono irlandês

2 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Música

10 músicas de rock celta que você precisa ouvir

2 meses atrás, por Tarcisio Junior
Agenda Cultural

15 eventos para curtir pela Irlanda em setembro

4 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Música

Museu do U2 deve inaugurar futuramente em Dublin

4 meses atrás, por Tarcisio Junior
Agenda Cultural

15 eventos para você curtir em agosto na Irlanda

4 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Cultura

5 atividades para interagir com a cultura irlandesa

6 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Agenda Cultural

20 eventos para você curtir pela Irlanda em junho

7 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

Karaokê em Dublin – Hevialand #3

7 meses atrás, por Tarcisio Junior
E-Dublin TV

Desmistificando o inglês com Michael Jackson

7 meses atrás, por Tarcisio Junior
Agenda Cultural

15 eventos que vão agitar a Irlanda em maio

8 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Cultura

A literatura do escritor irlandês Oscar Wilde

8 meses atrás, por Thaiz Beltrão
Cultura

Páscoa: tempo de renascimento e muito chocolate

8 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Cultura

15 eventos para você curtir a Irlanda em abril

9 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Cultura

Galerias de arte gratuitas para visitar em Dublin

9 meses atrás, por Colaborador E-Dublin