Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Vistos

Governo irlandês divulga lista de escolas aprovadas

Ávany França postou em 13 mai 2016

shutterstock_171944876

Crédito: Shutterstock

Desde as últimas alterações nas regras para a imigração, o governo irlandês tem levado a cabo a fiscalização nas instituições de ensino creditadas e buscado manter os estudantes atualizados sobre quem está ou não dentro dos níveis de qualidade aceitáveis pela imigração.

Como foi anunciado anteriormente, as instituições que conseguiram a creditação no primeiro momento das mudanças precisam manter os critérios para continuarem recebendo estudantes internacionais. E, a atualização da lista com todas as instituições de ensino aptas a continuar recebendo estudantes internacionais na Ilha foi atualizada e divulgada hoje pelo governo.

E se você é novo por aqui e ainda não se inteirou sobre as mudanças que ocorreram nos últimos anos na Irlanda no sistema de ensino internacional, seguem todas as mudanças abaixo!

 Mas afinal quais são esses critérios?

1 – As escolas de idiomas não podem ter mais de 15 alunos por classe;

2 – Todas as escolas aprovadas, que aparecem na lista, tiveram que comprovar a qualificação de seus professores;

3- Todas as escolas da lista também tiveram que se adequar ao novo critério de proteção (Learner Protection), que assegura que o aluno não ficará na mão em caso de alguma adversidade.

Acompanhamento da frequência

shutterstock_133805588

Crédito: Shutterstock

Assim como antes das mudanças, a famosa frequência mínima de  85% (attendance), será item crucial para garantir que o aluno está na ilha realmente para propósito de estudos. Só que, agora, ela poderá ser questionada durante o programa de estudos e não apenas na hora da renovação. Sendo assim, caso a imigração apareça para uma inspeção surpresa e verifique que alguns alunos possuem mais faltas que o previsto durante o seu curso, vai sobrar para o aluno e também para a própria escola. Ou seja, abandonar as aulas deve estar fora de questão visto que a monitoração de frequência (Ongoing monitoring) também será mais firme, segundo a publicação.

Duração do visto e permissão de trabalho

O governo ainda aproveitou o anúncio para reforçar para os estudantes interessados em estudar inglês na Ilha que, a partir do dia 21/01/2016, como anunciamos anteriormente nesse post, o visto de estudante (Stamp 2) passará a ter duração de 8 meses. O estudante ainda poderá renovar seu visto duas vezes. Após esse período não será permitida nenhuma extensão do visto. Se o estudante tiver interesse em continuar na Irlanda, terá que encontrar um emprego que lhe permita o acesso ao visto de trabalho, ou embarcar no mundo acadêmico.

A publicação também reforça como está funcionando o regime de trabalho para aqueles com Stamp 2. Os estudantes continuam com permissão de trabalho de 20 horas semanais (part-time) durante o período de aulas e 40h (full-time) em períodos específicos do ano (maio, junho, julho, agosto e de 15 de dezembro a 15 de janeiro). Estudantes que forem pegos trabalhando full-time fora desse período correrão risco de serem deportados. E vale lembrar também que o governo tem se certificado que as empresas irlandesas respeitem essas limitações de carga horária na contratação de estudantes não-europeus.

Apesar de boa parte dessas mudanças já estarem sendo anunciadas desde 2013, pode-se dizer que agora, de fato, o novo regulamento para estudantes não-europeus tomou forma efetiva.

Quem quiser investir no aprendizado da língua inglesa na Irlanda deve ter claro que o foco deve ser prioritariamente o aprendizado em si, já que o governo não estará disposto a aceitar irregularidades e situações que ponham em risco a reputação do ensino do país.

Como consultar a lista?

Para baixá-la, acesse esse link (arquivo em Excel “Interim List of Eligible Programmes”). Nela constam todos os cursos de centros tecnológicos , universidades e escolas de idiomas que hoje possuem a acreditação para fornecer a carta do visto de estudante para alunos não-europeus.

Vale lembrar que a lista pode sofrer alterações sem aviso prévio. Por isso vale a pena consultá-la antes de decidir sua escola, caso esteja se preparando para o intercâmbio!

Clique em reforma educacional irlandesa para entender as mudanças ponto a ponto.

Outros links importantes:

ICOS

INIS

ACELS

Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Amante das viagens, coleciona mais de 50 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

E-Dublin TV

Engenharia Civil na Irlanda

3 dias atrás, por Edu Giansante
Trabalho

À procura de emprego na Irlanda?

4 dias atrás, por Colaborador E-Dublin
E-Dublin TV

Arquitetura de Software na Irlanda

1 semana atrás, por Edu Giansante
E-Dublin TV

8 coisas que não te contam sobre a Irlanda

2 semanas atrás, por Tarcisio Junior
Trabalho

É possível trabalhar com enfermagem na Irlanda?

4 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

Engenharia Elétrica na Irlanda

1 mês atrás, por Edu Giansante
Saúde

Depressão? Onde procurar ajuda na Irlanda?

1 mês atrás, por Deby Pimentel