Vistos

Imigração (Parte 2): O que diz a nova Lei de Imigração para estudante não europeu?

Ávany França postou em 03 nov 2010

E-Dubliners, após anos de especulação agora é fato, ou quase, já que as mudanças na nova lei de imigração para estudantes não – europeus passará a vigorar no 1° dia de Janeiro de 2011. As mudanças são positivas e segundo o próprio comitê de imigração, chegam a ser generosas. Quem quiser se aventurar na educação irlandesa terá o prazo máximo de SETE ANOS para concluir seus estudos. Desses sete anos, três podem ser gastos em cursos de línguas ou cursos com certificação 5 ou 6, e os demais deverão ser utilizados em cursos de graduação ou níveis mais elevados.

A Irlanda passa a limitar o Visto de estudantes (Spamp2), para cidadãos não europeus, a dois grupos:

Language Courses and Non Degree Program (Cursos de Línguas e Certificados de nível 5 e 6*)

Degree Program (Graduação, Mestrado, Pós-graduação, PHD)

QUANTO TEMPO POSSO FICAR NA IRLANDA NA CONDIÇÃO DE ESTUDANTE?

TRÊS ANOS, esse é o tempo máximo que um estudante não europeu pode ficar na ilha para aprimorar o inglês ou fazer um curso no nível 5 e 6 (certificação). Acabado esse período, ou você se matricula num curso de nível 7 (Bacharel), ou num nível superior, ou consegue um visto de trabalho, ou vai para casa. E fica valendo, uma vez concluído o período máximo de TRÊS ANOS em cursos abaixo do nível 7, mesmo que você volte para a Irlanda depois de um tempo, continuará tendo que aplicar para um curso no nível superior ao último concluído!

Uma vez na Irlanda o tempo máximo para vistos de estudantes será de SETE ANOS. Ou seja, se você hoje esta fazendo curso de inglês no intuito de seguir numa carreira acadêmica, programe-se para concluir seus estudos dentro de SETE ANOS. As exceções só para estudantes de PHD ou em casos extremos (como doença), onde o processo será julgado individualmente pela imigração.

Para alunos de graduação ou superior, que esteja cursando o 2° ano ou acima, e que já tenha excedido o tempo máximo de permanência, esses, terão autorização para concluir o curso, assim como também poderão se inscrever no mestrado ou PHD, desde que tenha rendimento satisfatório nos exames.

O QUE NÃO É PERMITIDO

  • Migrar de um programa superior para um de nível inferior. Exemplo, de um curso de Graduação para um curso de nível 5 (parece óbvio, mas pode acontecer, principalmente por questões de custo);
  • Uma vez que se solicita visto para uma curso de graduação ou superior, cabe ao próprio estudante ter conquistado previamente a proficiência do idioma. Não será admitido nenhum tipo de exceção nesse sentido. Normalmente as instituições irlandesas exigem proficiência de 6,5, mas isso pode variar de acordo com a universidade pretendida;

  • Não será aceito cursos de línguas com duração superior a um ano.
  • Estudantes não europeus não terão direito a solicitar visto de estudante, se optar por programa de estudo inferior de nível 5 (FETAC).

QUANDO A LEI PASSA A VALER?

01 de Janeiro de 2011

Qualquer estudante que já esteja na Irlanda por mais de dois anos, poderá renovar o Visto tanto em cursos de línguas quanto nos cursos dos níveis 5 e 6, porém, quando o visto atingir os TRÊS ANOS limite, a única chance de permanecer é conseguindo um visto de trabalho, ou partindo para um curso no próximo nível (7 ou superior). Ou seja, para quem chegou na Irlanda em 2009 e precisará renovar o visto nos próximos meses, esteja ciente que será a última renovação possível na categoria de estudante de línguas.

Para quem já atingiu o prazo de TRÊS ANOS e tem visto vigente até o próximo ano, deve seguir com o curso naturalmente até o dia em que o visto expirar.

Qualquer estudante que entre 1.1.2011 e 31.06.2011 tenha de acordo com as novas regras excedido o limite máximo de permanência na Irlanda, poderá solicitar uma extensão especial e não renovável de SEIS MESES. No período da extensão, continua valendo todos os direitos assegurados ao estudante não europeu, incluindo autorização para trabalhar por 40 horas. Se durante o período da extensão especial você conseguir um visto de trabalho, todo o processo de obtenção do novo visto poderá ser realizado aqui, sem a necessidade de se deixar o país.

PERMISSÃO DE TRABALHO, O QUE MUDA?

NADA. A permissão de trabalho de 20h durante o período escolar e 40h durante o período de férias continuará valendo.

Estudantes em cursos de nível 7 ou superior poderão participar de programas de estágio, desde que, não exceda a 50% do programa. Ou seja, estou num curso de quatro anos, então, caso surja uma oportunidade de estágio só poderei estagiar por dois anos.

Um programa de estágio não remunerado para estudantes de cursos de idiomas está nos planos do comitê de educação. A ideia é dar ao aluno a oportunidade de vivenciar a rotina das empresas irlandesas, principalmente as de tecnologia, área farmacêutica e engenharia.

SEGURO SAÚDE

Continua sendo solicitado a aquisição de um seguro saúde para no processo de obtenção de visto. Tanto na primeira solicitação de visto, como na renovação.

VISTOS

Especialmente para educação de nível 7 ou superior, o processo para o visto será agilizado pelo departamento de imigração, que inclusive, futuramente disponibilizará parte do processo online.

Um guia com informações sobre o processo para obtenção de visto para estudantes estará disponível em algumas semanas em inglês e a partir de 2011 também será possível adquirir o guia em outras línguas. Folhetos informativos também serão encontrados facilmente nas repartições de imigração, Garda.

O QUE NÃO MUDOU MAS VALE LEMBRAR

Estudantes não podem solicitar nenhum tipo de serviço social (benefícios) disponibilizado pelo governo irlandês.

A aquisição do seguro saúde pelo tempo de estudo.

Estudante não pode vir acompanhado de dependentes.

Estudantes em cursos de doutorado deverão cumprir o programa num prazo máximo de 4 anos.

ESCOLAS

Ainda não passará a valer no dia 1 de janeiro de 2011, mas no prazo máximo de um ano as escolas terão que atender ao Code of Practice for International Education and a Quality Mark, que será uma espécie de atestado de qualidade. As informações sobre o processo de controle de qualidade será publicado ainda no final de 2010. O ACELS, responsável pela certificação das escolas de idiomas será absorvido pelo Quality Mark.

O aluno que se matricular nas escolas sem essa certificação poderá ter visto negado. Então, informe-se antes de fechar negócio.

Haverá um controle mais rigoroso de inspeção nas escolas de forma geral. As visitas poderão ser anunciadas ou não, a ideia é evitar os abusos do sistema e propor uma educação de melhor qualidade.

Exemplos:

Estudante na Irlanda desde 2007

Marina Silva chegou na Irlanda em julho de 2007, no primeiro ano fez curso de inglês geral, em 2008 renovou no curso preparatório para o IELTS. Terminado o segundo curso, Marina enveredou para um curso de Business, nível 5. Quando Marina for renovar em julho 2011, ela já terá alcançado os TRÊS ANOS máximo permitido para cursos (Language or Level 5 and 6). Sendo assim, de acordo com a nova lei, Marina só poderá permanecer na Irlanda com STAMP2 se aplicar para um curso de graduação nível 7 ou acima. Caso contrário terá ou que conseguir um visto de trabalho, ou voltar para o Brasil.

Estudante na Irlanda desde 2002

Pedro esta na Irlanda desde 2002 com visto de estudante. Desde 2008 ele está envolvido num curso de Nível 8 (graduação). Em set 2010 ele entrará no penúltimo ano do curso. De acordo com a nova lei, Pedro teria que voltar para casa, por ter excedido os SETE ANOS máximo permitido, mas como ele está envolvido num curso de nível superior (e está além do 2° ano de curso), terá autorização para concluir o curso, tendo que ter resultado satisfatório até a conclusão do mesmo.

LNKS: INISNOVO REGIME PARA ESTUDANTES NÃO EUROPEUS, EDUCATIONAL IRELAND, FETAC, CITIZEN

Part (3) is coming soon: “FETAC” e sistema de ensino irlandês!

Leia outros textos relacionados a imigracao clicando em:

Sobre o Autor


Ávany França

Uma vida sem desafios não foi desenhada para mim. Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia e turismo. Amante das viagens, coleciona mais de 40 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre por que até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

Recentes e populares

Posts Essenciais

Tipos de Visto na Irlanda

4 meses atrás, por Camilla Gómez
Trabalho

Trabalhar apenas 20h semanais: será que dá?

1 mês atrás, por Colaborador E-Dublin
Documentos

O poder do passaporte vermelho

3 anos atrás, por Ávany França
Essenciais

Passaporte tem nova regra de validade

8 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Documentos

Como aplicar para o Work Permit na Irlanda

4 anos atrás, por Edu Giansante
Conte Sua Historia

Deportação: eu passei por isso

1 ano atrás, por Colaborador E-Dublin
Documentos

Tirando passaporte na Irlanda

4 anos atrás, por Edu Giansante
Vistos

Governo irlandês x imigração em 2013

2 anos atrás, por Ávany França