Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Cultura

Músicos na Irlanda Parte 3: Estúdios de Ensaio e Gravação

postou em 12 mar 2013

Olá E-Dubliners!

Bem-vindos a parte 3 da nossa mini-série “Músicos na Irlanda”. Você já viu onde comprar seu instrumento musical, como arrumar banda, e agora está na hora de ensaiar e gravar pra fazer shows!

Aqui é muito mais  comum as bandas tocarem músicas próprias ao invés de covers. Quando tocam covers  são no meio do mix de músicas próprias. Isso é algo que admiro muito por aqui, pois lembro do caos e politicagem que era pra tocar em grandes casas noturnas no Brasil. Ou faz cover ou não vai. Vou falar mais disso no próximo post da série ;)

Voltando ao tema, os estúdios de ensaios aqui são chamados de Rehearsal Rooms ou Reharsal Studios (“salas/estúdios de ensaio” e não “practice studios” como já ouvi muito brasileiro falando). Outra coisa um pouco diferente dos estúdios brasileiros é que nenhum dos que encontrei até agora faz locação de menos de 2 horas. Alguns só aceitam por “sessions” (sessões de pelo menos 3 horas).

Então vamos aos preços! (Abaixo são alguns estúdios que encontrei em Dublin)

The Rehearsal Room
Dias de semana: 15 euros/hora
Final do dia (6pm as 11pm): 60 euros/sessão (5 horas)

Troubadour
Dias de semana: 15 euros/hora
Final do dia (6pm as 11pm): 55 euros/sessão (5 horas)

Unit 1
Dias de semana: 10 euros/hora
Final do dia (6pm  – 11pm): 50 euros /sessão  (5 horas)

Muzzle Music
Dias de semana: 10 euros/hora
Final do dia (5pm  – 11pm): 60 euros /sessão  (6 horas)

Band Rehearsal Rooms Ireland
Fecham apenas sessões de 4 horas mínimo
Final de Semana: 40 euros/sessão (4 horas)
Final do dia (7pm  – 11pm): 50 euros /sessão  (4 horas)

Estúdio Troubadour

Estúdio Troubadour

Os equipamentos nos estúdios são geralmente bons o suficiente, mas assim como no Brasil, você leva: guitarra, baixo, teclado, cabos, pedais, pedal do bumbo, caixa, pratos, máquina de ximbau e baquetas. Eles tem pra alugar caso você não tenha algo que precise (ex. cabos).

Após MUITO ensaio, ou como diria um amigo Irlandês meu (Sean Murphy) “people will love your music when you hate it”, em outras palavras, você precisa enjoar de tanto tocar e ensaiar suas músicas (não necessariamente “odiá-las”) até que as pessoas comecem a admirar e elas passem a fluir naturalmente ;)

Dadas as horas e horas de ensaio você estará pronto pra gravar! Muitos desses estúdios citados acima fazem gravação, mas pessoalmente não conheço e nunca vi trabalhos deles.

No Medz (banda que eu toco aqui) gravamos em um estúdio em Blanchardstown, chamado Trackmix Recording Studio. Esse estúdio foi feito na própria casa do cara (Mike) mas não deixa a desejar na qualidade. A vantagem é que o valor pra gravação sai mais barato que nos estúdios convencionais. Pra terem uma idéia, a diária ficou 250 euros (das 10am as 7pm).

Trackmix Recording Studio em Dublin

Trackmix Recording Studio em Dublin

Algo que me impressionou quando fomos gravar, foi que o equipamento era todo Top de linha, incluindo coisas como baquetas, pratos, pedais, pedaleiras, guitarras, baixos, etc. Em dois estúdios que gravei no Brasil, eles tem sim um puta equipamento, mas a guitarra é a sua, o baixo é o seu, os pratos são os seus e thats it.

Aqui não, o cara fez questão de fazer a gente usar uma guitarra ou pedal diferente em algumas músicas, para ter certeza de que a qualidade ficasse ótima e não simplesmente boa. O mesmo pra batera. Usei meus pratos de ataque (Sabian HHX 16 e 17) mas o ride e o pedal foram do estúdio (Zildjan A Custom, pedal Iron Cobra).

Não sei se é comum em estúdios maiores fazer isso, mas achei legal, pois o Mike atuou quase como um produtor, e não simplesmente “o cara do estúdio”. Ele fazia questão de cobrar, pedir pra refazer o que ele achava que não tinha saído 100% . Enfim, o mateiral pronto vocês conferem no www.medz.ie :)

Banda ensaiada, com material gravado, agora é hora de tocar! No próximo post vou contar um pouco como é tocar nas casas noturnas aqui em Dublin.

Sobre o Autor


Fundador e CEO do E-Dublin, Edu chegou na Irlanda em 2008, no ano pré-crise, pegou a nevasca de 2010 e comeu cérebro de cabra em Marrakesh. O Edu também é baterista da banda Irlandesa Medz.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

Música

Saiba como é ser busker em Dublin

2 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

Karaokê em Dublin – Hevialand #3

2 meses atrás, por Tarcisio Junior
E-Dublin TV

Desmistificando o inglês com Michael Jackson

3 meses atrás, por Tarcisio Junior
Agenda Cultural

15 eventos que vão agitar a Irlanda em maio

3 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Cultura

15 eventos para você curtir a Irlanda em abril

4 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Dicas de Viagem

Fazendo um “U2 Tour” pela Irlanda

6 meses atrás, por Tarcisio Junior
E-Dublin TV

Desmistificando o inglês com Nirvana

9 meses atrás, por Tarcisio Junior
Artistas

Que tal viver de arte na Irlanda?

11 meses atrás, por Andre Luis Cia
Música

Cinco destinos para curtir boa música irlandesa

11 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Festivais

Voluntariar no Electric Picnic: Oportunidade ou cilada?

12 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves