10 motivos para desembarcar em Barcelona

10 motivos para desembarcar em Barcelona

Ávany França

7 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Para começar, vamos falar os 10 motivos para desembarcar em Barcelona!

Barcelona é um dos pontos de fervo da Europa. © Tomas1111 | Dreamstime.com

Barcelona é um dos pontos de fervo da Europa. © Tomas1111 | Dreamstime.com

1° Você se sentirá no Brasil, ou melhor, em pleno verão nordestino com o sol que beira os 30°C.

2° Ter a oportunidade de descansar um pouco do inglês e colocar em prática o famoso portuñolcastellano ou qualquer coisa parecida com isso.

3° Usar aquela regata, shorts e havaianas que você insistiu em trazer na mala na esperança de usar em algum momento. Meu amigo, a hora é essa! Em Barcelona, ou você usa, ou derrete!!! (Aliás, usa e derrete do mesmo jeito =o)

4° Esquecer a balada com hora marcada, comum na Irlanda, e se lançar sem medo nas baladinhas ultramodernas non-stop de Barcelona.

5° Lembrar que algum dia você estudou sobre Modernismo, mas que é muito mais gostoso entender o que foi esse movimento percorrendo os cartões postais da cidade, como o Templo da Sagrada Família, Casa Milá e o Parque Güell, obras de Antoni Gaudí.

Parque Guell é atração free em Barcelona. © Rkaphotography | Dreamstime.com

Parque Güell é atração free em Barcelona. © Rkaphotography | Dreamstime.com

6° Fartar-se de tapas, umas das delícias da culinária catalã, provando todas as variações que você vir pela frente. Porém, cuidado com o bolso: essa brincadeira é deliciosa, mas pode sair caro!

7° Ir à praia, pegar um bronze, tirar aquela soneca deitado na areia e recordar que existe sol, sombra e água fresca além dos limites da Irlanda.

8° Andar pela La Rambla, a rua mais badalada da cidade, e perceber que aquele cantinho de Barcelona parece um circo a céu aberto, com plateia de todas as partes do mundo.

9° Curtir o ventinho batendo na face, sem medo de ser indício de chuva.

10° Aproveitar o astral descompromissado dos catalães, acordar tarde, deixar-se levar pelos dias de holidays e só se lembrar que nossa realidade é bem outra na hora de entrar no voo de volta.

Benvinguda la Barcelona!!!! Esse é o pacotão Barcelona em 10 dicas rápidas. Mas a capital da Cataluña tem muito mais coisas bacanas para oferecer.

Os barceloneses são apaixonantes, mas têm fama de mal humorados, justificado principalmente pela rivalidade com a capital espanhola Madri e pela forma enfática de não se considerarem espanhóis (vai entender), fazendo questão, por exemplo, do seu idioma próprio, o catalão.

A vida cultural de Barcelona é intensa, e você não precisará gastar muitos euros para curtir a cidade. A maioria dos cartões postais estão impressos nas fachadas dos edifícios, a exemplo da Casa Batlló e a Casa Milá, ambas no Passeig de Gràcia.

Você pode, simplesmente, sentar e observar as fabulosas formas animais, folhas, flores e figuras decorativas, que os arquitetos e escultores modernistas impunham como uma nova forma de arte no final do século XIX.

© Mikhail Malyugin | Dreamstime.com

Casa Batlló é um dos lugares para visitar em Barcelona, a custo zero. © Mikhail Malyugin | Dreamstime.com

Outro ponto turístico imperdível e grátis é o Parque Güell. Lá, você vai circular pelas obras curiosas de Gaudí e, ainda, ter uma vista privilegiada da cidade.

Mas prepare o fôlego e use algo confortável nos pés: a subidinha até chegar ao parque é indecente e, considerando o sol intenso, o passeio pode se tornar uma tortura.

Ainda na listinha do bom e barato, o passeio pelo Bairro Gótico é essencial. Pense em mais de 400 delírios artísticos e arquitetônicos reunidos no mesmo bairro. Pensou? Então, é hora de ver isso de perto.

Uma boa pedida é iniciar o roteiro pela Catedral de Barcelona. Esqueça religião. A catedral — que começou a ser construída no século 12 e só foi concluída muitos séculos depois — é um dos exemplos do estilo gótico, que, aliás, como o próprio nome do bairro sugere, marca muitas ruas do bairro. Vale a pena, principalmente pelos shows abertos que acontecem aos domingos, nos arredores da catedral.

Night time!!! Não faz ideia de para onde ir? Experimente caminhar pela La Rambla no início da noite, em qualquer dia da semana. Em 20 minutos, no máximo, você terá umas 10 filipetas de diferentes baladas para escolher.

Tem de tudo, para todas as tribos e gostos. E o melhor: em Barcelona aquele velho ditado “a noite é uma criança” é levado às últimas consequências.

Meninas, cuidado!!! As baladinhas GLS costumam ser as mais animadas, mas, ao contrário do que estamos acostumadas, por lá quem paga somos nós, e caro!

© Jorge Moya Olcina | Dreamstime.com

Para você que gosta de uma boa balada, prepare-se, pois tem para todos os gostos. © Jorge Moya Olcina | Dreamstime.com

Ficou com vontade? Ainda dá tempo. No calendário, o verão europeu termina em meados de setembro. E não esqueça: para não pagar mico no verão catalão, leve protetor solar (gente, isso é sério), tome muita água, deixe todos os agasalhos em casa e, de forma alguma, chame um local de espanhol. Seria como chamar um paulista de carioca!

Como se locomover? A pé é a melhor opção. Se cansar, compre um bilhete T-10, com direito a 10 viagens by metrô. Mas se você faz a linha do turista preguiçoso ou com tempo curto, vale apelar para o ônibus turístico. Porém, prepare-se para pagar nada menos que 30 euros por um ticket de um dia.

Quando ir? No verão, a cidade fervilha de gente do mundo inteiro. Mas por lá a diversão é garantida o ano inteiro.

Avatar
Ávany França, Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Amante das viagens, coleciona mais de 80 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar