5 destinos imperdíveis na Irlanda

5 destinos imperdíveis na Irlanda

Colaborador E-Dublin

1 mês atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A Irlanda é um paraíso natural pronto para ser explorado. Não é à toa que o país é considerado um dos 20 mais belos países do mundo, segundo o site Rough Guides.

O verde, símbolo da nação, surpreende também na natureza, ao percorrer seus condados e cidades repletos de visuais naturais de tirar o fôlego. E as belezas naturais são motivo para a maioria dos viajantes escolherem seus destinos turísticos. Sendo assim, há muitas coisas para se fazer na Irlanda.

De todas as maravilhas que a Irlanda tem a oferecer, o E-Dublin selecionou cinco roteiros inesquecíveis de viagem para alguns dos mais belos lugares para se conhecer na Ilha da Esmeralda.

Galway

O segundo maior condado da Irlanda, atrás apenas de Cork, Galway fica em quinto lugar quando o assunto é população, com 258 mil moradores. É conhecido por suas belezas naturais e pela fofa e cultural Galway City. Há muito o que se explorar em Galway, seus parques naturais, lagos, ilhas e sua baía.

Distância de Dublin: 210 km

shutterstock_405674077

Kylemore Abbey, castelo que hoje é um hotel, localizado no condado de Galway. Crédito: Shutterstock

Como chegar:
– Carro: em média, 2h e 30min de viagem
– Trem (Intercity): em média 2h e 30min de viagem. Para ver preços e horários, visite o Irish Rail Timetable
– Ônibus: consulte o site da Bus Eireann para ver horários e preços

Destaques:
The Aran Islands: como sugere o nome, são três ilhas belíssimas próximas aos condados de Clare e Galway. As paisagens são de tirar o fôlego e os habitantes locais trazem muito da cultura irlandesa. Para chegar às ilhas, pega-se um barco em Rossaveal, próximo a Galway, que custa de €10 a €20. Muitas agências de turismo em Galway vendem o passeio.

Cliffs of Moher: os famosos penhascos irlandeses têm 214 m de altura no ponto mais alto e 8 km de extensão pela costa do Oceano Atlântico. Além das lindas e inesquecíveis paisagens, há um pequeno castelo, restaurante e, claro, lojinha de souvenir.

Leia também: Galway figura entre os melhores destinos da National Geographic

Killarney

Essa cidadezinha de 14 mil habitantes, localizada no condado de Kerry, província de Munster, no sudoeste do país, pode parecer banal à primeira vista, mas o seu parque nacional é um verdadeiro paraíso natural com bosques, lagos, florestas em mais de 26 mil acres.

Distância de Dublin: 310 km

shutterstock_407502211

Killarney tem muitas paisagens, castelos e natureza em sua rota turística. Crédito: Shutterstock

Como chegar:
Carro: em média, 3h e 30min de viagem. Vale a pena se o interesse for fazer a rota turística Ring of Kerry.

– Trem (Intercity): em média, 4h e 15min de viagem. É necessário trocar de trem em Heuston e em Mallow. Para ver preços e horários, visite o Irish Rail Timetable

– Ônibus: consulte o site da Bus Eireann para ver horários, valores e tempo de viagem

Destaques:

Ring of Kerry: é uma famosa rota turística pelo condado de Kerry, com 179 km recheados de atrações. O trajeto começa em Killarney e passa pelas cidades de Killorglin, Cahersiveen, Waterville, Sneem, Kenmare e pela Península de Iveragh. A primeira parte do caminho tem vista para o mar, depois a vista é substituída por montanhas e lagos. Os viajantes passam também pelo Killarney National Park.

Killarney National Park: foi o primeiro parque nacional criado na Irlanda, com singelos 102,89 km² de pura natureza, como os famosos lagos Killarney, Oak e Yew, e muita história. Tanto que um dos pontos altos do local é o Muckross Abbey, um mosteiro de 1448, com entrada gratuita. Para chegar lá, geralmente os visitantes estacionam (gratuitamente) na Torc Waterfall, uma linda cachoeira com direito a mirante. Também há a opção de visitar o Ross Castle, com uma belíssima vista para o lago Lough Lane. A entrada deste custa €2 para estudantes e o tour é guiado.

Kilkenny

Kilkenny é conhecida como a cidade medieval mais bem preservada da Irlanda. O local é rico em castelos, igrejas e ruínas que contam mais de 800 anos de história. Nela, existem museus diversos que contam a história do condado e da Irlanda. A cidadezinha também tem uma vida cultural e noturna intensa, com muitos pubs e música.

Distância de Dublin: 101 km

shutterstock_97288979

Kilkenny é conhecida como a cidade mais medieval da Irlanda. Crédito: Shutterstock

Como chegar:
– Carro: em média, 1h e 30min de viagem
– Trem (Intercity): em média, 2h e 30min de viagem. Para ver preços e horários, visite o Irish Rail Timetable
– Ônibus: consulte o site da Bus Eireann para ver horários e preços

Destaques
Kilkenny Castle: é um dos castelos mais conhecidos na Irlanda, fundado no século XVIII. Os jardins são abertos ao público, que costuma fazer piqueniques e esportes no local. Há a opção de fazer um passeio autoguiado dentro do castelo.

St. Canice’s Cathedral: a catedral deu origem ao nome da cidade. Kilkenny deriva do irlandês Cill Chainnigh, que significa, literalmente, a igreja de Canice. A construção é do início do século VI e, ao lado da igreja, há uma torre que proporciona uma bela vista da cidade. Mas a visitação só é permitida quando o clima permite boa visibilidade, ou seja, em grande parte do verão.

Dingle

A península de Dingle, com o próprio nome diz, é repleta de ilhas, no chamado Wild Atlantic Way, no condado de Kerry. Sua beleza particular encanta quem visitar. Não à toa, alguns dos principais veículos de informação do mundo destacam Dingle como destino de viagem essencial. “O lugar mais bonito do mundo”, escreveu a National Geographic. Além das paisagens, Dingle oferece uma imersão na cultura irlandesa, sendo um local rico em tradição, literatura e cultura, onde o gaélico nativo impera.

Distância de Dublin: 405 km

shutterstock_429494581

Dingle tem um visual natural incrível, com a natureza sendo protagonista de cada segundo do passeio. Crédito: Shutterstock

Como chegar:
– Carro: em média, 4h de viagem
– Trem: não há opção de trem de Dublin até Dingle
– Ônibus: consulte o site da Bus Eireann para ver horários e preços

Destaques:
– Fungie, um golfinho adorável: um dos grandes destaques da região não está exatamente em Dingle, mas nas águas que banham a cidade. Ele é famoso desde 1984, quando começou a acompanhar barcos de pescadores da região e, desde então, ele sempre aparece próximo às embarcações, exibindo-se para quem quiser ver. Há vários barcos em Dingle que oferecem o passeio até o golfinho, apesar de que, parece que é sempre ele quem vai até o barco. A presença de Fungie é tão frequente que, se ele não aparecer, o passeio sai de graça.

– Ocean World Mara Beo: é um dos melhores e maiores aquários da Irlanda e conta com uma grande variedade de animais, como pinguins, tubarões, tartarugas, estrelas do mar e peixes exóticos. O preço é um pouco salgado: €9.50 para estudantes. Mas, durante o dia, você pode entrar e sair quando quiser, além de comprar online.

– Sítios arqueológicos: Dingle tem mais de dois mil sítios arqueológicos, divididos em museus, castelos e igrejas. Para saber mais, vale dar uma olhada no site oficial de Dingle.

Leia também: Destinos incríveis para curtir o verão na Irlanda em 2020

Burren National Park

O Parque Nacional de Burren tem aproximadamente 1.500 hectares. “Burren” vem de uma palavra irlandesa “Boíreann”, que significa um lugar rochoso. Perfeito para caminhadas, o local apresenta uma variedade incrível de flora e fauna selvagem.

Distância de Dublin: 230 km

shutterstock_434639632

Poulnabrone Dolmen é o nome do monumento que está localizado no Parque Nacional de Burren e é datado a 2.900 a.C. Crédito: Shutterstock

Como chegar:
– Carro: em média, 2h e 30min de viagem até Corofin, onde se pega um ônibus gratuito para o parque

– Trem: não há opção de trem de Dublin até o parque ou Corofin

– Ônibus: consulte o site da Bus Eireann para ver horários e preços até Corofin

Destaques:
Poulnabrone Dolmen: quando se fala no parque, geralmente, é o nome deste monumento que vem à mente. Na realidade, essa famosa “pedra” é um túmulo desde 2900 a.C. Pesquisadores afirmam que muitos rituais celtas eram feitos nesta região, considerada sagrada. A tumba marca o passeio pelo parque, que conta também com muitas trilhas, cavernas, lagos, praias e montanhas.

Veja também

Curiosidades sobre a Irlanda

Colaborador E-Dublin
Colaborador E-Dublin, Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Imagens via Shutterstock
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar