5 dicas para evitar golpes na hora de alugar casa em Dublin

5 dicas para evitar golpes na hora de alugar casa em Dublin

Elizabeth Gonçalves

4 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

O mercado imobiliário irlandês tem vivido uma crise sem precedentes, mesmo antes da pandemia do novo coronavírus. As ofertas de casas e apartamentos disponíveis para locação são escassas e os preços estão altíssimos. E se a busca por alugar casa é em Dublin, a situação fica ainda pior.

Além dos próprios irlandeses, os estudantes internacionais, que vêm ao país com o objetivo de aprimorar o inglês ou investir num curso superior, têm sentido na pele — e no bolso — os efeitos dessa crise.

Diante desse cenário, os estudantes se tornam mais vulneráveis a golpes aplicados por supostos agentes imobiliários ou falsos “landlords” (nome dado ao proprietário ou responsável por alugar um imóvel), principalmente na capital irlandesa. Portanto, se você está em busca de alugar casa em Dublin é bom ficar esperto.

Confira algumas dicas para escapar de situações suspeitas e evitar perder dinheiro.

1. Diga não ao pagamento adiantado

Crise imobiliária tem deixado pessoas suscetíveis a golpes na Irlanda. Foto: Chris Brignell | Dreamstime

Crise imobiliária tem deixado pessoas suscetíveis a golpes na busca por alugar uma casa em Dublin. Foto: Chris Brignell | Dreamstime

Mesmo diante da alta concorrência por uma vaga em casa ou apartamento, jamais caia na conversa de pagar o depósito antes mesmo de visitar a vaga em questão e conhecer pessoalmente quem a oferece.

Esse é um dos golpes mais comuns, quando o suposto “landlord” alega estar fora do país e exige o pagamento do depósito por meio de transferência bancária para alugar uma casa em Dublin.

No final, tudo não passa de uma grande mentira e você vai ficar sem a vaga — e, ainda por cima, falido.

Leia também: Guia completo sobre acomodação na Irlanda

2. Confira as chaves antes de alugar casa em Dublin

Também não caia na conversa de anúncios que pedem para levar na visita o valor do depósito e, em alguns casos, um mês de aluguel em troca das chaves.

Há muitos relatos de casos em que, quando o novo inquilino chega ao endereço, as chaves não são as reais e o “landlord” simplesmente desapareceu com o dinheiro.

Portanto, encontre o “landlord” na acomodação que você pretende alugar, tente conhecer as demais pessoas que vão morar lá com você e sempre cheque se as chaves funcionam perfeitamente antes de efetuar qualquer pagamento.

3. Contrato assinado

Contrato de locação vai garantir seus direitos. Foto: Alexskopje | Dreamstime

Contrato de locação vai garantir seus direitos na hora de alugar casa em Dublin. Foto: Alexskopje | Dreamstime

Uma maneira mais fácil de evitar golpes ao alugar uma casa em Dublin é se dirigir diretamente a agências especializadas em locação e já consolidadas no mercado. Também priorize vagas onde você vai obter um contrato assinado, o que trará mais segurança, além de ter todos os seus direitos e deveres formalizados no papel.

Leia também: Crise de acomodação na Irlanda piora e irlandeses vão às ruas

4. Pagamento

Também evite transações realizadas em dinheiro. Depois de visitar a propriedade e acertar os detalhes com o seu “landlord”, o ideal é que os pagamentos sejam realizados por meio de depósitos bancários e que todos os recibos sejam guardados.

Se a única opção for o pagamento em dinheiro, pague sempre o valor diretamente ao “landlord” e jamais a terceiros.

5. Denuncie fraudes no aluguel de casa em Dublin

Não hesite em denunciar supostos golpes. Foto: Rawpixelimages | Dreamstime

Não hesite em denunciar supostos golpes de aluguel de casa na Irlanda. Foto: Rawpixelimages | Dreamstime

Se durante a sua busca por acomodação você suspeitar que algo estranho está acontecendo, denuncie! Informe o golpe para a Threshold (autoridade imobiliária irlandesa) e, no caso de anúncios suspeitos publicados no portal Daft, clique no botão “Denunciar anúncio”, localizado abaixo das fotografias de cada postagem.

E se você se sentir inseguro para tomar uma atitude, avise seu professor de inglês ou alguém da escola ou da agência, por exemplo. Eles podem ajudar.

Como proprietários desonestos geralmente visam estudantes por serem mais vulneráveis, eles vão se sentir ameaçados se ouvirem um irlandês questionando sobre um suposto golpe.

Aliás, o drama dos estudantes foi abordado há um tempo atrás em uma reportagem do jornal The Irish Times. A matéria destacou o fato de que muitos se veem obrigados a dormir no sofá da casa de amigos ou, então, a desembolsar cerca de 40 euros por noite para dividir o quarto com mais 10 pessoas em hostels.

Estudantes também têm direitos?

Sim! Estudantes têm os mesmos direitos que qualquer outro inquilino. Também vale ficar atento ao fato de que existe uma série de regulamentos que visam estabelecer um padrão de qualidade mínimo.

Isso envolve boas condições estruturais, banheiro, área para preparação de comida, lavanderia, iluminação, ventilação, eletricidade, segurança contra incêndio, entre outros itens.

Confira a lista completa aqui e boa sorte na sua busca por acomodação!

Veja também

Guia completo sobre acomodação na Irlanda

Elizabeth Gonçalves
Elizabeth Gonçalves, Jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há cinco anos e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar