5 hábitos irlandeses que fazem falta depois do intercâmbio na Irlanda

5 hábitos irlandeses que fazem falta depois do intercâmbio na Irlanda

Carol Braziel

3 semanas atrás

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.

Quem já fez intercâmbio na Irlanda sabe. É só voltar para o Brasil que bate uma saudade imensa das coisas que vivemos lá do outro lado do oceano. Todas as experiências vividas, a convivência com os irlandeses — do meio de transporte à pint gelada no “local pub” — ficam para sempre marcados na nossa memória.

Mas de tudo aquilo que vivemos na Ilha Esmeralda, existem coisas que sentimos falta no dia a dia e que dá vontade de pegar o primeiro avião de volta para a “Irlandinha”.

Listamos cinco delas para você matar a saudade do seu intercâmbio na Irlanda ou, para quem ainda vai embarcar, saber o que vai encontrar por lá.

1 – Educação é bom e eu gosto!

Créditos: shutterstock.

A gente se acostuma com a educação dos irlandeses durante o intercâmbio na Irlanda. Foto: Shutterstock.

Como em qualquer lugar do mundo, as pessoas mal educadas surgem aos montes, mas pequenos gestos no dia a dia fazem a diferença na cultura irlandesa, por exemplo, cumprimentar o motorista ao entrar no ônibus e agradecer ao descer.

Segundo o The Journal, esse é um hábito de 90% dos passageiros da cidade de Dublin. Embora muita gente faça isso no Brasil, não é um hábito comum na nossa terra.

Não à toa a palavra “sorry” é a mais usada entre os irlandeses, seja para pedir desculpas ou para mostrar respeito ao passar por perto de você e seguir adiante.

Além disso, acostume-se com as moedas de 1 centavo. Aqui, o troco nunca será em “balinha” e muito menos “esquecido” pelo caixa da loja. Amazing, não é?

Leia também: E-Dublin lança eBook completo sobre intercâmbio na Irlanda

2 – Lembra do ‘cashback’?

Créditos: shutterstock.

Cashback é uma forma de ter dinheiro em mãos após uma compra em mercado ou conveniência, sem precisar ir para nenhum banco. Foto: Shutterstock.

Sabe quando você está atrasado para um compromisso e tem a possibilidade de pegar um ônibus, mas como está somente com o cartão do banco não consegue? Aqui na Irlanda isso não é um problema.

Em muitos estabelecimentos, em qualquer compra que você faça no cartão, de qualquer valor, eles têm o costume de perguntar se você quer “cashback” — que seria nada mais do que passar um valor a mais no cartão e receber em dinheiro vivo.

Acredite, já me salvou de inúmeras enrascadas e ainda não entendo como isso ainda não acontece no Brasil.

Esta publicação é um oferecimento da IE Intercâmbio

Há mais de 20 anos, a IE Intercâmbio orienta estudantes e profissionais na realização de intercâmbios pelo mundo. Com diversas agências espalhadas pelo Brasil e no exterior, é uma das mais tradicionais e premiadas agências do segmento.

Solicite um orçamento exclusivo com a IE através do E-Dublin ou acesse o site da IE para obter mais informações!

3 – Diversão para todas as idades

Créditos: shutterstock.

Idosos aproveitam a vida e se evolvem em atividades diversas, sem preconceito por causa da idade. Foto: Shutterstock

Uma das primeiras coisas que observei durante meu intercâmbio na Irlanda é que não existe idade para se divertir! Você verá senhores (as) com mais de 70 anos segurando sua pint de Guinness, ouvindo música tipicamente irlandesa, dançando ou cantando em todos os lugares.

Além de estarem constantemente em piqueniques no parque ou simplesmente aproveitando o sol pela cidade, eles ativamente fazem parte da vida social da ilha. E o melhor: ninguém desrespeita nem trata com diferença.

Afinal, a felicidade da vida não é limitada pela nossa idade, não é mesmo?

Leia também: Intercâmbio na Irlanda: o guia definitivo (2020)

4 – Vista-se como você quiser

Créditos: shutterstock.

Não tenha medo de se vestir da maneira que quiser, principalmente em Dublin. Ninguém liga se você estiver de longo ou de pijamas. Foto: Shutterstock.

Assim como em qualquer lugar do mundo, existem falta de respeito, preconceito e julgamento. Mas, com certeza, há uma diferença na Irlanda.

Se você opta por sair de microssaia, terno ou pijama, ninguém se importa, principalmente em Dublin, que é uma cidade muito cosmopolita. Basta ver aos fins de semana grupos fantasiados para despedidas de solteiro ou aniversários. É hilário!

5 – Bicicleta: o meio de transporte irlandês

Créditos: shutterstock.

Bicicleta é um meio de transporte supercomum na Irlanda. Foto: Shutterstock.

Por mais que as ciclofaixas tenham virado assunto popular no Brasil, ainda é muito questionado se elas deveriam circular em vias movimentadas. Na Irlanda, isso está resolvido.

Existe um respeito silencioso entre a maioria dos pedestres, motoristas e ciclistas. Às vezes, inevitavelmente, acontece, mas é difícil ver alguma confusão ou falta de noção maior de qualquer uma das partes, independentemente se a via é movimentada ou não.

Populares, as bicicletas estão disponíveis por toda Dublin, com possibilidade de pagar um valor baixo anualmente para rodar com elas pela cidade.

Carol Braziel
Carol Braziel, Formada em Relações Públicas e pós-graduada em MKT pela ESPM|Brasil. Com mais de seis anos de experiência em MKT, decidiu vivenciar o sonho de morar na Europa, mais precisamente na terra dos Leprechauns. Apaixonada incurável por viagens, tem como vício a leitura e pesquisa sobre destinos, curiosidades e roteiros de viagens pelo mundo.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar