13 pubs que você precisa visitar em Dublin | 2020

13 pubs que você precisa visitar em Dublin | 2020

Edu Giansante

5 meses atrás

Chegou a hora de escrever para os boêmios. Em Dublin, o destaque da noite fica com os famosos pubs. Tem os mais tradicionais, com música irlandesa, até aqueles que mais parecem baladas eletrônicas. Enfim, em Dublin é pub que não acaba mais e para todos os gostos.

Ao todo, são mais de 1.790 pubs espalhados pela ilha, mas cerca de 750 ficam só na capital Dublin. Isso significa que a cidade tem um pub para cada mil habitantes. Entre eles, está o The Brazen Head, um dos mais antigos da ilha, e o Temple Bar, o pub mais famoso da Irlanda.

Fizemos uma lista dos pubs de Dublin que são essenciais para fazer uma visitinha em 2020, logo após que acabar a pandemia do novo coronavírus. Lembrando que a expectativa é de que todos voltem a funcionar a partir de agosto, mas metade pode reabrir como restaurante logo em junho.

1. Temple Bar

Temple Bar. Foto: Pixabay

Temple Bar, um dos pubs mais famosos de Dublin. Foto: Pixabay

No coração de Dublin está localizado o Temple Bar. Ele é o pub mais pop de Dublin e dá nome ao bairro. O local tem uma atmosfera gostosa para passar o fim de tarde, além das ótimas bandas com música tradicional.

O público-alvo são os turistas. É possível encontrar americanos, canadenses, australianos e por aí vai. Um dos cartões-postais do efervescente centro da capital, o Temple Bar sempre está bombando, seja dia, seja noite.

A dica é visitar, mas não ficar muito tempo. Afinal, por ser o “point” de Dublin, os preços, é claro, são mais salgados que o normal!

2. The Grand Social

grandsociallaunchweb-75

The Grand Social engana na fachada, mas esconde quatro ambientes. Reprodução: The Grand Social

Localizado na Lower Liffey Street, em frente à Ha’penny Bridge, que cruza o rio Liffey, do lado norte, o The Grand Social parece pequeno para quem olha de fora, mas o espaço é bem grande e com música de ótima qualidade.

No total, são quatro ambientes (The Loft, The Ballroom, The Garden e o The Parlon). A casa tem aumentado a boa reputação nessa área, principalmente pelas bandas e DJs que tocam por lá.

E se você quer entrar no clima irlandês, em dias de competições de Rugby, GAA e futebol, o pub fica cheio, já que também é tido como um dos melhores espaços para torcer pelo seu time favorito.

3. The Church

thechurch-004

Um bar em uma igreja? Sim! Coisas da Irlanda. Reprodução: The Church

Localizado na Henry Street, próximo à O’Connell, centro comercial da cidade, o The Church, que no passado já foi uma igreja (e por fora ainda parece muito).

O local oferece comida de qualidade, amplo espaço e pista de dança. Além do ambiente super inusitado, a programação do pub inclui jantar com cinema, shows e outras atrações que variam a cada mês.

4. Fitzsimons

fitzsimons

O Fitzsimons é um ótimo lugar para quem quer curtir uma música acústica. Reprodução: Fitzsimons

Localizado na 2 Wellington Quay, no Temple Bar, o Fitzsimons é um ótimo lugar para quem quer curtir uma música acústica mais cedo ou se jogar na balada até tarde da noite.

Dá também para jantar por lá, já que os preços são bem justos. Tem também um rooftop (telhado) onde dá para relaxar e curtir um pôr do sol.

5. Café en Seine

Café em Seine deu uma modernizada, mas continua um must visit em Dublin. Reprodução: Café en Séine

Café em Seine deu uma modernizada, mas continua um must visit em Dublin. Reprodução: Café en Séine

Situado em uma das melhores áreas de Dublin, logo ali pelas bandas da Grafton Street, o Café en Seine é um dos pubs mais bonitos da cidade.

Com decoração sofisticada, o local permite marcar bem pontualmente as tribos que frequentam o espaço. Desde os mais maduros, que adoram ficar na parte do café do bar, até a turma mais jovem, que chega ao local atraída pela balada que ocorre mais tarde.

6. The Brazen Head

Brazen Head, pub mais antigo de Dublin, aberto desde 1178. Foto: Steve Smith/Dreamstime

O pub mais antigo de Dublin fica localizado próximo ao rio Liffey, e, acredita-se, o local está aberto desde 1178.

Alguns nomes históricos costumavam tomar uma cerveja no local, como James Joyce, Brendan Behan, Jonathan Swift, Robert Emmet, Wolfe Tone, Daniel O’Connell e Michael Collins, apenas para citar alguns.

7. The Hole In The Wall

The Hole In The Wall é o pub mais enfeitado no Natal, tornando-se ponto turístico nesta época do ano. Foto: Reprodução

Para quem gosta da época de Natal, o The Hole In The Wall fica mais colorido, iluminado e mágico nessa época do ano. Localizado na Blackhorse Avenue, encostado ao Phoenix Park, ele se torna um ponto turístico entre novembro e dezembro.

O pub mistura a cena cosmopolita e moderna dos pubs de Dublin com um ar de antiguidade, com objetos e detalhes decorativos em toda parte. É conhecido, ainda, como o pub mais longo da Europa, por ter 100 metros de comprimento.

8. The Library Bar

The Library Bar é perfeito para relaxar com uma pint no centro de Dublin. Foto: Central Hotel

The Library Bar é perfeito para relaxar com uma pint no centro de Dublin. Foto: Central Hotel

Praticamente escondido no primeiro andar do Central Hotel, pertinho da George Street, no centro de Dublin, o Library Bar pode ser considerado um refúgio em meio à agitação da capital irlandesa.

Com sofás e poltronas aconchegantes, além das lareiras, esse pub é uma ótima opção para saborear uma pint de Guinness enquanto se joga conversa fora com os amigos. O pub também é um dos que oferecem uma lareira quentinha em dias de inverno.

Eles também oferecem um menu de comidas, com opções de sanduíches, sopas, saladas, além de pratos principais para almoço e jantar.

9. Dice Bar

Leve seu animal para se divertir com você na Dice Bar foto: divulgação Dice Bar

Leve seu animal para se divertir com você no Dice Bar. Foto: divulgação Dice Bar

Não confunda com a Dicey’s (risos). O Dice Bar é moderninho, localizado em Smithfield, bairro popular próximo ao centro de Dublin, e está super na moda entre o público jovem local.

O local também é um dos chamados pubs “dog friendly”, ou seja, permite que você leve seu cachorrinho para um papo com os amigos.

10. The Virgin Mary

Primeiro pub sem álcool de Dublin, The Virgin Mary aposta em lacuna do mercado. Foto: Divulgação

E tem pub para quem não bebe álcool? Tem sim, senhor! O The Virgin Mary, localizado na Capel Street, oferece uma variedade de vinhos, cervejas e coquetéis, todos sem álcool.

Apesar das dúvidas sobre se funcionaria, os sócios Vaughan Yates e Oisin Davies, especialistas no campo de bebidas, viram uma lacuna no mercado depois de perceber uma crescente demanda por bebidas sem álcool na capital irlandesa.

11. Blind Pig

Blind Pig é um ‘bar secreto’ de Dublin e oferece cocktéis com mixologia própria. Foto: District Magazine

O Blind Pig é conhecido por ser um “speakeasy”, termo utilizado para bares secretos nos Estados Unidos. O espaço é pequeno, mas não chega a ser claustrofóbico, e os garçons e clientes têm espaço suficiente para transitar sem problemas.

A carta de coquetéis, bebida típica desses estabelecimentos, foi feita por mixologistas do próprio pub, com as mais variadas combinações.

12. The Bull and Castle

Bull and Castle fica em D8 e, acredita-se, é local de morada do fantasma do poeta James Clarence Mangan. Foto: Divulgação.

Você sabia que existem pubs considerados “mal assombrados”? Pois é, com a “idade” avançada de muitos deles e um aspecto meio “dark”, não é difícil acreditar.

Localizado em D8, o The Bull and Castle é conhecido por sua comida fantástica para acompanhar as pints, mas também pela presença do fantasma do poeta James Clarence Mangan, que adorava frequentar o local.

13. The Pub

The Pub é o primeiro pub virtual do mundo e fica localizado na Irlanda. Foto: Divulgação

Esse pub é mais que especial, principalmente para quem está na quarentena por causa do novo coronavírus. É que ele abriu justamente por isso. “Abriu”! The Pub é o primeiro pub virtual do mundo.

A ideia, segundo o website, é ser um novo local para socializar e se entreter. Por lá, é possível criar uma mesa privada com amigos convidados. Mas há a possibilidade de sentar no balcão compartilhado e conhecer quem também está a fim de papear com desconhecidos. Eles funcionam como salas de bate-papo online já conhecidas do público.

Edu Giansante
Edu Giansante, Fundador e CEO do E-Dublin, Edu chegou na Irlanda em 2008, no ano pré-crise, pegou a nevasca de 2010 e comeu cérebro de cabra em Marrakesh. O Edu também é baterista da banda Irlandesa Medz.

Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar