Saiba como encontrar vagas de TI na Irlanda

Saiba como encontrar vagas de TI na Irlanda

Elizabeth Gonçalves

7 meses atrás

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.

A economia na Irlanda anda aquecida em diversos aspectos, e os números são positivos: aumento do consumo, investimento estrangeiro em alta e mais empregos são alguns exemplos. Por isso, as estatísticas sobre o mercado de trabalho são importantes para apoiar a empregabilidade e nortear um caminho profissional a seguir.

De acordo com o relatório emitido pelo Central Statistics Office (CSO: Departamento do Governo Irlandês para Estatísticas), a diversidade cresceu nos últimos anos, considerando que há mais mulheres no mercado de trabalho irlandês, assim como estrangeiros — mais presentes em áreas relacionadas à saúde e TI.

A pesquisa, realizada em 2016, registrou que há quase 300 mil trabalhadores não-irlandeses no país — destes, 6.568 são brasileiros, a 10ª nação de estrangeiros a atuar no mercado local (a mão de obra irlandesa representa cerca de 1,7 milhões de pessoas).

Áreas em alta

Já pensou em trabalhar no mercado profissional irlandês? Foto: Depositphotos

Aliás, já não é de hoje que a área de TI está em alta e absorvendo mão de obra estrangeira, sendo observadas as exigências quanto ao idioma, habilidades necessárias e, claro, ao visto, principalmente depois de a Irlanda se tornar o polo de grandes empresas como Apple, Facebook, Google, entre outras. As áreas afins à tecnologia (analistas, desenvolvedores, engenheiros de computação, programadores, entre outros) são bem-vindas. O marketing digital e atendimento ao cliente também estão em evidência, empregando falantes de português, inclusive.

Outras áreas que estão em alta, segundo o documento da CSO, estão ligadas à saúde — pesquisas em diversos setores —, com facilidade para químicos e biotécnicos, por exemplo. Engenheiros também são bem-vindos, uma vez que a construção é o setor mais aquecido para irlandeses e estrangeiros, em geral.

Vale lembrar que finanças, negócios e logística também são opções, uma vez que, com o crescimento da economia local, as empresas demandam profissionais dessas áreas, independentemente do setor em que atuam — isso significa que, se você é da área de vendas, por exemplo, poderia atuar numa indústria química.

Certificações e Visto

Com o crescimento da economia local, Finanças, Negócios e Logística são opções no mercado de trabalho na Irlanda para estrangeiros. Crédito: depositphotos/sdecoret

Com o crescimento da economia local, finanças, negócios e logística são opções no mercado de trabalho na Irlanda para estrangeiros. Crédito: depositphotos/sdecoret

Mesmo que o seu inglês esteja impecável, sobretudo quanto aos termos da sua área de atuação, é preciso lembrar outros fatores fundamentais para garantir a sua empregabilidade na Irlanda: a permissão de trabalho, o visto e, em algumas profissões, a certificação.

Assim, se você quer fazer parte desses números e aumentar as suas chances de atuar no mercado de trabalho irlandês, registre:

•  a permissão de trabalho pode durar entre 6 meses e 2 anos e depende da aprovação do governo e da documentação da empresa onde vai trabalhar;
•  você deverá ficar, no mínimo, 12 meses nesse emprego;
•  é possível renovar depois desse período, dependendo da aprovação do governo;
•  uma vez que você obtiver a permissão, terá os mesmos direitos e deveres de um trabalhador irlandês;
•  a permissão só será emitida para vagas cujo salário anual mínimo atinja 30 mil euros — até porque, com menos que isso, fica difícil se manter por lá;
•  salários menores serão aceitos mediante exceções concedidas pelo governo;
•  você precisa estar de acordo com as exigências e fazer parte da Highly Skilled Eligible Occupations List, ou seja, estar na lista de áreas autorizadas para mão de obra estrangeira;
•  atualmente, todo o sistema relacionado é online.

5 sites para procurar vagas em TI

O seu objetivo é conseguir emprego na área de TI? Foto: Shutterstock

O seu objetivo é conseguir emprego na área de TI? 

Como já mencionamos aqui no E-Dublin em matérias anteriores, nos últimos anos, a Irlanda se tornou sede de grandes empresas multinacionais e, como consequência, tem a presença de alguns dos maiores empregadores nas áreas de ciências e tecnologia.

Se o seu objetivo é conseguir emprego na área de TI, mas ainda não sabe por onde começar, a internet pode ser a sua grande aliada. É justamente por isso que hoje reunimos aqui cinco sites que podem contribuir em sua busca por uma vaga.

LinkedIn

Ter um perfil em inglês no LinkedIn é essencial para quem está buscando uma colocação no mercado de trabalho estrangeiro. Portanto, na hora de montar o seu perfil, coloque uma foto profissional, descreva as suas experiências e inclua links de seus trabalhos. Pelo LinkedIn, também é possível buscar vagas de empregos por todo o mundo, além de construir um networking e se inteirar sobre o mercado de trabalho.

Stack Overflow Career

A Stack Overflow é uma ferramenta muito conhecida pelos desenvolvedores. O mais bacana é que ela apresenta uma área dedicada à busca de empregos. Assim, é possível escolher várias cidades ao redor do mundo e encontrar as vagas de trabalho disponíveis nessas localidades.

Make IT in Ireland

O site é focado em vagas de trabalho na área de TI em Dublin e outras cidades irlandesas. Entre as vagas oferecidas, estão oportunidades permanentes, freelance e remotas.

International IT Jobs

Essa é uma das principais fontes para quem busca emprego na área tecnológica ao redor do mundo. No site, é possível visualizar a quantidade de vagas disponíveis em diversos países e quais são as áreas mais requisitadas.

Sites das próprias empresas

Como nem sempre todas as empresas divulgam suas vagas em sites de emprego, pesquisar nas próprias companhias que mais interessam e se registrar diretamente na sessão de carreiras dos sites dessas organizações pode ser uma maneira eficiente de se conseguir uma colocação no mercado de trabalho.

A experiência de quem chegou lá

O consultor de segurança da informação Gabriel Freitas, que se mudou para a Irlanda a trabalho, conta como o LinkedIn foi uma ferramenta essencial no seu processo de colocação no mercado de trabalho internacional.

“Não tinha a ideia de morar fora, até que um head hunter entrou em contato comigo via LinkedIn. Logo em seguida, encaminhei meu currículo para uma pessoa que conheci num grupo do WhatsApp focado em segurança da informação. Por coincidência, essa pessoa trabalhava nessa mesma empresa na qual o head hunter estava procurando um profissional. Depois desse contato, fui chamado para entrevistas, que foram realizadas por telefone. Em menos de três semanas recebi a oferta de trabalho da empresa. Ao aceitar a proposta, eles me deram três meses para que resolvêssemos toda a burocracia envolvendo a aquisição de passaportes, meu e da minha família, e a companhia deu entrada no processo de work permit, já que não tenho cidadania europeia. Eles também pagaram passagem, um mês de hospedagem pelo Airbnb, além do depósito para o aluguel do nosso apartamento. Atualmente, a empresa onde trabalho conta com profissionais de 23 diferentes nacionalidades, sendo que muitas dessas pessoas, assim como eu, foram selecionadas ainda em seu país de origem.”

Elizabeth Gonçalves
Elizabeth Gonçalves, Jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há cinco anos e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

  • Como é o mercado de trabalho em Malta?

    Carreira Internacional

    Como é o mercado de trabalho em Malta?

    Com as recentes mudanças nas regras para estudantes internacionais em Malta,...

    Elizabeth Gonçalves

    2 meses atrás

    Como é o mercado de trabalho em Malta?
  • E-Dublin XP Online supera R$ 10 mil em arrecadações

    Carreira Internacional

    E-Dublin XP Online supera R$ 10 mil em arrecadações

    O E-Dublin XP Online -- Seu Intercâmbio de Casa! foi lançado há dois meses e...

    Rubinho Vitti

    4 meses atrás

    E-Dublin XP Online supera R$ 10 mil em arrecadações

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar