6 dicas de como juntar dinheiro para o intercâmbio

6 dicas de como juntar dinheiro para o intercâmbio

Colaborador E-Dublin

1 ano atrás

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.

Tem assunto mais preocupante para quem almeja passar uma temporada no exterior que o valor do intercâmbio? Afinal, quanto custa um intercâmbio hoje e, o mais importante, como fazer para conseguir uma quantia tão significante?

Pensando nessas questões que não querem calar, convidamos o Marcus Moraes, do Intercâmbio & Finanças, para compartilhar com os leitores do E-Dublin questões relacionadas ao lado financeiro do intercâmbio. Para começar nossa série, o tema hoje é como criar uma estratégia para poupar para o tão sonhado intercâmbio no exterior.

1. Mantenha o foco no seu objetivo

Como juntar dinheiro para o intercâmbio? © Airdone | Dreamstime.com

Como juntar dinheiro para o intercâmbio? © Airdone | Dreamstime

Como juntar dinheiro para o intercâmbio?

Pensa assim: “missão dada é missão cumprida, parceiro”. Você não quer fazer o intercâmbio? Então, é foco, força e fé!

Esqueça a balada, as compras desnecessárias e as viagens a cada feriadão. Tomar a decisão de investir no intercâmbio vai exigir de você tomar vergonha na cara e cuidar bem melhor do seu dinheiro.

2. Destrua a barreira que te impede

Saiba enfrentar os obstáculos do seu intercâmbio. © Elnur | Dreamstime.com

Saiba enfrentar os obstáculos do seu intercâmbio. © Elnur | Dreamstime

Entenda uma coisa! Obstáculos fazem parte da existência humana e não será diferente no seu projeto de intercâmbio.

Tem alguém contra? Manda pastar. Essa pessoa não vive tua vida.

Precisa fazer uma renda extra? Cara, quem tem foco e objetivo não para e não tem vergonha de nada. Vende bala no sinal, arranja outro emprego, assalta um banco (kkkk, to zuando… é um exagero apenas para mostrar que seu limite deve estar bem lá no alto).

Quanto mais obstáculos você encontrar pelo caminho, mais valiosa se tornará a sua conquista. Aposte em você, no seu sonho e ultrapasse um a um dos desafios.

3. Família, amigos e vaquinha. Por que não?

Peça ajuda, economize, corra atrás dos seus sonhos. © Stangot | Dreamstime.com

Peça ajuda, economize, corra atrás dos seus sonhos. © Stangot | Dreamstime

Não meça esforços para alcançar a sua meta financeira. Precisa pedir à família e amigos? Passa a cestinha e recolhe o que cada um puder dar. Faz uma vaquinha na internet, artesanato para vender na feira, coxinha para vender na escola, qualquer coisa.

Já tentou algum financiamento? Seja de banco, investidor familiar ou, quem sabe, até do governo? Pesquise a possibilidade de bolsas de estudos, programas de voluntariado, etc.

Eu vi gente que juntou boa parte da grana economizando na cerva do final de semana, outros que usaram o seguro desemprego. Sempre há uma forma de fazer o din-din render.

4. Faça cálculos. Saber o quanto precisa é fundamental

Qual o valor de um intercâmbio? Faça as contas. © Diego Grandi | Dreamstime.com

Qual o valor de um intercâmbio? Faça as contas. © Diego Grandi | Dreamstime

Se você não souber de quanto precisa, não vai conseguir mensurar o esforço necessário para atingir a sua meta. Faça o levantamento da agência de intercâmbio que melhor atende seus interesses e depois controle todo dinheiro que entra e sai da sua conta bancária.

Sem controle financeiro, fica muito mais complicado. Escreva num diário, calcule quanto precisará reservar mês a mês, baixe apps de economia financeira. Corra atrás, pois ninguém vai fazê-lo por ti.

5. Invista a médio ou longo prazo

Essa dica depende de quanto tempo você terá a fim de se preparar para seu intercâmbio.

Fundos de investimentos são uma boa opção para quem pensa no intercâmbio para alguns anos. Se, por exemplo, você pensa no intercâmbio para depois da faculdade, comece um investimento assim que decidir. Quatro anos passarão voando e, no final, o dinheiro investido terá rendido um pouco mais.

Se for menos de dois anos, é complicado aplicar seu dinheiro, pois o rendimento de renda fixa é baixo e não vai valer tanto a pena deixar menos de 2 anos lá. Se souber mexer com renda variável, vá em frente, mas cuidado que é muuuuito risco de perder o que tem.

6. Negocie

Negociar sempre vai parte do negócio, não tenha vergonha de pedir descontos. © Diego Grandi | Dreamstime.com

Negociar sempre vai parte do negócio. Não tenha vergonha de pedir descontos. © Diego Grandi | Dreamstime

Quando estiver com o dinheiro necessário para o intercâmbio, é hora de barganhar. Pagamentos à vista sempre dão margem para descontos.

Se você só conseguir pagar no parcelamento, lembre-se de definir parcelas compatíveis com o seu orçamento. Infelizmente, uma das regras do intercâmbio é ter o valor integral pago antes do embarque. Então, estabelecer quando você pretende embarcar é essencial para casar com o final do pagamento do pacote.

Sobre o autor:
MarcosMarcus Moraes é aquariano, já fez intercâmbio para EUA e Canadá e hoje mora na Irlanda. Super entusiasta do mundo das finanças e organiza muito bem as suas próprias economias. Se considera um investidor de perfil moderado-arrojado. Formado em Direito, autor do blog Intercâmbio & Finanças que também possui a Fanpage e canal no YouTube “Irlanda Sem Edição“.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Colaborador E-Dublin
Colaborador E-Dublin, Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

  • Qual intercâmbio cabe no seu bolso?

    Destaques

    Qual intercâmbio cabe no seu bolso?

    Fazer intercâmbio e ter uma vivência no exterior é, sem dúvida, uma...

    Publicidade E-Dublin

    1 dia atrás

    Qual intercâmbio cabe no seu bolso?
  • Você sabia? Programa Erasmus para não europeus

    Planeje seu Intercâmbio

    Você sabia? Programa Erasmus para não europeus

    Erasmus para estudantes brasileiros na Europa. Como se candidatar, visto,...

    Elaine Wzorek

    5 dias atrás

    Você sabia? Programa Erasmus para não europeus

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar