61% dos irlandeses acreditam que vão trabalhar até os 66 anos

61% dos irlandeses acreditam que vão trabalhar até os 66 anos

Rubinho Vitti

1 mês atrás

Enquanto o Brasil assiste aos parlamentares enquanto eles discutem a reforma da previdência, uma pesquisa na Irlanda revelou detalhes sobre a idade em que os irlandeses poderão se aposentar. A pesquisa, publicada no William Fry Employment Report 2019, analisou algumas das questões atuais em torno de dois tópicos bem debatidos — a força de trabalho envelhecida e a aposentadoria compulsória.

A pesquisa foi feita com 1.000 empregadores e funcionários na Irlanda e mostrou que 61% dos funcionários acreditam que precisarão trabalhar até os 66 anos, enquanto apenas 32% gostariam de trabalhar além dessa idade.

Entre os trabalhadores com idade entre 35-54 anos, 67% acredita que terá que passar dos 66 anos, embora apenas 28% queira trabalhar além dessa idade. Entre os que têm mais de 55 anos: 36% acredita que terá que passar dos 66 para se aposentar, sendo que 41% quer trabalhar com mais de 66.

O William Fry Employment Report 2019 também mostrou que, para 61% dos trabalhadores idosos, tecnologia é o que inibe mais no trabalho. Foto: Pxhere

Idade de aposentadoria: 53% das mulheres têm emprego com idade de aposentadoria, em contraste com 44% dos homens. Trabalhadores mais velhos também acreditam que são inibidos por mudanças tecnológicas, são 61% que dizem isso.

O Relatório também observa que houve 1.449 queixas de igualdade feitas à Comissão de Relações no Local de Trabalho (WRC), em 2018. Dessas reclamações, a idade foi incluída em aproximadamente 49% de todas as reivindicações. Tais números mostram um aumento significativo de disputas relacionadas com a idade quando comparado com os valores de 2017, onde a discriminação em razão da idade foi alegada em apenas 24% dos casos.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar