Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Publicidade

7 dicas práticas para evitar perrengues em viagens para a Europa

Publicidade E-Dublin postou em 22 mai 2018

Uma viagem para a Europa pode ser uma grande experiência para toda a vida. Mas viajar para lugares novos também pode trazer surpresas inesperadas e, às vezes, desagradáveis. Estas são algumas dicas práticas para evitar perrengues e garantir que sua viagem seja livre de problemas:

1. Tenha toda a documentação correta

Tenha toda a documentação correta. Foto: Torsakarin | Dreamstime

Tenha toda a documentação correta. Foto: Torsakarin | Dreamstime

Na Irlanda, brasileiros não precisam requisitar um visto antes de embarcar para o país. Basta ter toda a documentação correta, seja para o visto de estudante ou visto de turista. Porém nem em todo país é assim. Dependendo do destino, é preciso requisitar o visto antes do embarque e pode levar semanas até você receber uma decisão sobre o documento. O tempo necessário para processar as requisições pode variar bastante de país para país. Para evitar perrengues, solicite seu visto com antecedência, caso seja necessário em seu destino para o tipo de viagem que for fazer.

2. Conheça as regras sobre bagagem

Conheça as regras sobre bagagem. Foto: Nomadsoul1 | Dreamstime

Conheça as regras sobre bagagem. Foto: Nomadsoul1 | Dreamstime

No Brasil, a ANAC, órgão que regulamenta a aviação no país, permite que as empresas aéreas vendam passagens com franquias de bagagens variadas. Tenha em mente também que as regras aplicáveis às bagagens no seu destino podem ser diferentes. Por exemplo, a Aer Lingus cobra de 20 a 85 euros por mala despachada. Por isso, verifique as políticas de bagagem para cada trecho do seu voo antes de arrumar as malas para evitar perrengues surpresas.

3. Baixe um aplicativo de tradução off-line

Apps de tradução podem ajudar. Foto: Dennizn | Dreamstime

Apps de tradução podem ajudar. Foto: Dennizn | Dreamstime

A comunicação pode ser um desafio quando se viaja internacionalmente. Baixar um aplicativo de traduções em seu smartphone pode solucionar esse problema e evitar perrengues constrangedores. Um aplicativo de tradução permite que você entenda a sinalização, os menus em restaurantes e documentos e formulários que você pode ter que preencher em sua viagem.

Alguns aplicativos suportam até a conversão de áudio para ativar conversas. Certifique-se de baixar as traduções off-line para que você possa usar o aplicativo mesmo que seu telefone não consiga se conectar à Internet e lembre-se de que de baixar a tradução de todos os idiomas que você for se deparar na viagem, em cada destino que for passar.

4. Evite taxas de transação em moeda estrangeira

Cuidado com as taxas de câmbio. Foto: Rfischia | Dreamstime

Cuidado com as taxas de câmbio. Foto: Rfischia | Dreamstime

A realização de transações na moeda local é inevitável quando se viaja, mas há maneiras de evitar perrengues e minimizar o custo da troca de moeda. Antes de sua viagem, verifique as políticas de seus cartões de crédito e débito. Prefira cartões que não cobram tarifas por transações no exterior. O cartão de débito pode ser útil para sacar moeda local em um caixa eletrônico e o cartão de crédito funciona melhor para fazer compras no geral. Em ambos os casos, os cartões isentos de tarifas de transação no exterior permitirão que você faça a troca de moeda sem perder dinheiro neste processo.

5. Previna-se contra voos atrasados e cancelados

Previna-se contra voos cancelados. Foto: Felix Pergande | Dreamstime

Previna-se contra voos cancelados. Foto: Felix Pergande | Dreamstime

Infelizmente, as companhias aéreas brasileiras têm altos índices de atrasos nos voos. Embora os voos internacionais sejam mais confiáveis, se você estiver dependendo de um voo doméstico para levá-lo ao aeroporto de partida internacional, ele poderá ser o ponto fraco do seu itinerário. Por exemplo, se você estiver voando de Belo Horizonte para Dublin, uma rota comum seria Belo Horizonte – São Paulo – Londres – Dublin. Mas, se o voo Belo Horizonte – São Paulo atrasar uma hora ou duas, você poderá perder o voo internacional em São Paulo. Uma forma de evitar perrengues é chegar mais cedo à cidade de partida internacional e, por que não, já desfrutar das férias 24 horas antes do voo internacional? Desta forma, um possível atraso ou cancelamento do seu voo doméstico não arruinará sua viagem.

6. Proteja os seus direitos

Conheça seus direitos. Foto: Wavebreakmedia Ltd | Dreamstime

Conheça seus direitos. Foto: Wavebreakmedia Ltd | Dreamstime

Se você tentou evitar perrengues mas não teve jeito, e sofreu um cancelamento ou atraso de um voo, mesmo que há alguns anos atrás, você pode ter direito a receber uma indenização das companhias aéreas. Existem empresas que podem ajudá-lo nessa questão, como a QuickBrasil, uma empresa que busca proteger o consumidor e que facilita o processo de indenização, compensando imediatamente o viajante por qualquer problema, sem burocracia ou risco de perder a demanda.

7. Planeje sua saída do aeroporto de destino

Planeje sua chegada. Foto: Rawpixelimages | Dreamstime

Planeje sua chegada. Foto: Rawpixelimages | Dreamstime

Se alguém irá buscá-lo no aeroporto quando você chegar em seu destino, ótimo! Se não, certifique-se de planejar as melhores formas de transporte até onde ficará hospedado. As grandes cidades geralmente têm muitas opções: aluguel de carros, aluguel de bicicletas, táxis, aplicativos de motoristas particulares ou de carona e até mesmo metrô e ônibus. Se a sua viagem tiver como destino uma cidade pequena, no entanto, pode haver menos opções. Conhecê-las com antecedência vai evitar perrengues e que você fique desamparado quando chegar.

Com algum planejamento, você pode ter uma viagem segura e acessível e criar memórias incríveis para toda a vida. Boa viagem!

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Posts patrocinados exibem informações escritas e fornecidas pelo próprio anunciante/agência. Os editores do E-Dublin não têm relação direta com os anunciantes e não influenciam na mensagem.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Como alugar

7 aplicativos essenciais para quem vive em Dublin

1 mês atrás, por Elizabeth Gonçalves
Destaques

Quais são os tipos de Vistos na Irlanda?

2 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Quanto custa

Quanto custa manter um carro na Irlanda?

4 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Crônicas

Você é fluente em portunglês? 

5 meses atrás, por Lívia Alen
Transporte

Carsharing: economize no aluguel de carros

5 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Documentos

Renovando seu visto na Irlanda! Como fazer?

5 meses atrás, por Edu Giansante
Idiomas

5 dicas para acelerar o aprendizado do inglês 

5 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Idiomas

Dez motivos para você aprender Mandarim

6 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Destinos de Intercâmbio

Quanto custa viver em Malta?

6 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves