Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Meu Intercâmbio

8 fatos importantes que o intercâmbio me ensinou

Colaborador E-Dublin postou em 10 dez 2016

Ah, o intercâmbio! A gente embarca cheios de expectativas, medos, receios e achando que estamos partindo apenas para aprender um novo idioma. Ai, um bom tempo depois, a gente vai descobrindo que o inglês é apenas um entre os tantos aspectos do processo de amadurecimento que essa experiência nos proporciona. Pensando nisso, outro dia resolvi resumir em 8 pontos o que o intercâmbio na Irlanda me ensinou.

1.Você vai desencanar de coisas que antes pareciam tão importantes

Quando eu cheguei no meu intercâmbio, tudo era novidade: a cidade, as novas amizades, casa, escola, uma nova rotina. A minha idade (cheguei aqui com quase 40) deixou de ser importante logo nas primeiras semanas, pois uma coisa que descobri logo de cara foi que aqui estamos todos no mesmo barco, seja com 18, 20, 30 ou depois dos 40 anos.

2.Você fará amigos para a vida toda

shutterstock_519465160

Foto: Shutterstock

Passamos pelos mesmos perrengues na abertura da conta bancária, da documentação na imigração, busca por moradia, uma infinidade de coisas que só quem encara essa aventura pode descrever. Conheci muitas pessoas e me tornei best friends de tantas outras, de uma forma tão intensa e tão verdadeira que nunca havia me acontecido no Brasil.

3.Você vai sentir a necessidade de aprender mais e mais

shutterstock_520963117

Let’s keep learning. Crédito: Shutterstock

O tempo passa e chega o final da primeira etapa, ou seja, as aulas acabam, o visto termina e aí surge aquela dúvida: renovar e ficar mais um ano ou retornar para casa? Desde o início, a minha primeira opção era a de renovar, por inúmeros motivos. Queria aprender mais a língua, juntar uma grana e viajar um pouco mais – e assim o fiz.

4. Você nunca mais será o mesmo

Nesse momento comecei a perceber que minha vida havia tomado outro rumo. Eu já não tinha mais medo do idioma e muito menos de me perder pela cidade. Renovar o visto significou me dar a chance de conhecer a cidade, não mais como um intercambista e sim como um morador. Aquele outono visto pela segunda vez, se tornaria ainda mais peculiar. Das portas coloridas às ruas da cidade, passando pelos moradores da vizinhança… tudo passou a ser muito familiar.

5. No final, o inglês será apenas a ponta o iceberg

shutterstock_519806290

Foto: Shutterstock

Ser intercambista na Irlanda me deu a oportunidade de aperfeiçoar mais o idioma, é verdade, mas, acima disso, me apresentou uma cultural riquíssima, novas formas de observar o mundo, de lidar com o outro. Acho engraçado quando consigo diferenciar o sotaque do inglês britânico, do escocês e do irlandês, algo que antes não fazia a menor diferença para mim.

6. Com o tempo, você se sentirá realmente em casa

shutterstock_520410043

Home sweet home. Crédito: Shutterstock

Ir ao cinema e ver um filme sem legenda foi só um dos exemplos do quanto eu aprendi em tão pouco tempo. Sentar na calçada e bater papo com o vizinho, cumprimentar o atendente do supermercado ou o motorista do ônibus, ler um jornal local – tudo isso faz com que eu não me sinta mais apenas um intercambista.

7. O intercâmbio te fará amadurecer e rejuvenescer ao mesmo tempo

Com o final de mais um ciclo, decidi renovar pela última vez. Eu sei que de um lado existe uma saudade imensa da família e dos amigos, porém, por outro, a oportunidade de poder viver tudo isso novamente é muito gratificante. Eu que cheguei receoso por ter me aventurado no intercâmbio com os pés nos 40. Hoje me sinto um menino de 20. É tudo tão intenso, tão novo, tão renovador, que o aprendizado vem sempre acompanhado de uma vontade louca de experimentar e se reinventar.

8. Você certamente ficará sempre na dúvida se vale a pena voltar

Foram tantas emoções vividas nesse tempo longe de casa, tanto aprendizado nesse curto espaço de tempo… Uma nova língua, uma nova cultura, um novo enxergar para as coisas mais simples da vida, que às vezes penso: como será o dia que eu voltar? Será que vou me adaptar à minha antiga rotina? Questionamentos que só serão respondidos quando esse dia finalmente chegar, mas até lá, aqui estou eu, com mais 8 meses de visto no passaporte e muita vontade de amadurecer, rejuvenescer e crescer mais e mais!

Sobre o autor:
Crédito Samantha Camelo Fabiano de Araújo é gaúcho de carteirinha, mas catarinense de coração. Formado em Comércio Exterior, trabalhou 10 anos com exportação. Um belo dia resolveu largar tudo e encarar um intercambio próximo dos 40 anos, como forma de entrar na melhor idade realizando sonhos. Amante por viagens inesperadas está sempre com uma mochila pronta para encarar desafios. Resolveu compartilhar de sua aventura com os demais por acreditar que nunca é tarde para realizar sonhos.

Revisado por Tarcísio Junior
Imagens via Shutterstock
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Este artigo é de autoria de E-Dublin - Tudo para seu intercâmbio em Dublin e na Irlanda!

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

Eventos e Festivais

5 festivais para aquecer o outono irlandês

3 dias atrás, por Elizabeth Gonçalves
Produtividade

5 plataformas online úteis para o seu intercâmbio

7 dias atrás, por Elizabeth Gonçalves
Moradia

Chegou a hora de dizer adeus ao nosso Flat Roda Lâmpada

2 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Meu Intercâmbio

O dia em que esbarrei com o presidente da Irlanda

2 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
E-Dublin TV

Saindo da Zona de Conforto – PCVV#149

4 semanas atrás, por Edu Giansante
Meu Intercâmbio

Sentir culpa também faz parte do intercâmbio

4 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Trabalho

5 sites para procurar emprego na área de saúde

4 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Meu Intercâmbio

5 formas de boicotar o seu intercâmbio

1 mês atrás, por Colaborador E-Dublin