Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Alimentação

8 sobremesas europeias que você tem que provar

Deby Pimentel postou em 23 nov 2017

A gastronomia diz muito sobre a cultura e história de um povo e adicionar umas pitadas extras de conhecimento ao seu intercâmbio não é nada mal. Os pratos típicos regionais sempre atraem turistas, já que todo mundo gosta de uma ótima refeição – e melhor ainda quando é possível encerrá-la com uma deliciosa sobremesa .

Aliás, a rigorosidade da confeitaria, com medidas tão precisas, fica de lado depois das vitrines de doces tão belos criados pelos chefs durante anos até que puderam difundir sua ‘arte’ em meados do século 19, já que o açúcar era um artigo raro, importado das Américas. Não por menos, algumas se tornaram tão clássicas e chamam a atenção até hoje, como o bolo de chocolate Sacher, os doces dos conventos portugueses, entre outros.

Hoje teremos um roteiro de gostosuras pela confeitaria europeia, o berço da ‘ala doce’ da gastronomia, com 8 sobremesas que você tem que conhecer em sua passagem pela Europa!

1) Gur Cake, na Irlanda

Gur Cake, um dos tradicionais doces irlandeses. Crédito: Thitarees | Dreamstime

Gur Cake, um dos tradicionais doces irlandeses. Crédito: Thitarees | Dreamstime

Diretamente da Ilha Esmeralda, um bolo repleto de frutas secas em uma massa bem úmida, que serve de recheio para outra massa mais adocicada. O Gur Cake, também conhecido como gudge ou donkey’s gudge em outras regiões do país, é considerado um doce tradicional e leva esse nome graças aos estudantes que ‘cabulavam’ aulas, chamados gurriers.

2) Mince Pies, tradição irlandesa

As tortinhas irlandesas são conhecidas pela época do Natal e contém recheio de frutas secas, maçã, gengibre, canela, raspas de casca de laranja e suco. As Mince Pies são encontradas facilmente nos mercados e confeitarias. Para quem está com voo marcado para a Irlanda neste final de ano, já pode se animar para experimentar essa delícia.

3) Torta Sacher, da Áustria

A torta Sacher leva o nome do hotel onde foi criado em Viena, na Áustria. Crédito: Greta Gabaglio | Dreamstime

A torta Sacher leva o nome do hotel onde foi criado em Viena, na Áustria. Crédito: Greta Gabaglio | Dreamstime

Diretamente da Áustria, é uma das sobremesas de chocolate mais conhecidas – e reproduzidas – do mundo. Trata-se de um pão de ló (bolo de massa bem leve) com camadas de geleia de damasco e chocolate amargo. É feita desde 1877 no Hotel Sacher (daí o nome), o que transformou o lugar num dos pontos turísticos de Viena. Se você tem uma viagem programada pra lá, não deixe de provar.

4) Cannoli, tradição italiana

Cannoli: massa crocante recheada de creme, tradição italiana. Crédito: Lemonpink | Dreamstime

Cannoli: massa crocante recheada de creme, tradição italiana. Crédito: Lemonpink | Dreamstime

Imortalizado em uma das cenas de O Poderoso Chefão (1972), o Cannoli é uma das sobremesas italianas mais consumidas. Trata-se de uma massa frita (parecida com a massa de pastel) em formato de cano (cannoli). Recebe variados recheios, porém o mais tradicional leva creme, ricota e frutas cristalizadas. Experimente com um expresso – bem à moda dos italianos!

5) O Stroopwafel, da Holanda

Stroopwafle: o biscoito é a sobremesa dos holandeses. Crédito: Ppy2010ha | Dreamstime

Stroopwafle: o biscoito é a sobremesa dos holandeses. Crédito: Ppy2010ha | Dreamstime

Se a sua conexão for a Holanda, não deixe de conhecer a versão holandesa do waffle, o Stroopwafel. São finos waffles, que mais parecem um biscoito, com recheio de stroop, uma calda de açúcar e especiarias bem tradicional por lá. É possível encontrar a iguaria por todo lugar, desde confeitarias, restaurantes, lojas de souvenirs e nas feiras e barracas de comida de rua. A primeira vez que provei um desses foi em um voo do Rio de Janeiro para Amsterdã, dentro do avião mesmo. Uma delícia!

Uma mania dos holandeses é consumi-lo juntamente com uma xícara de chá ou café: posicione o Stroopwafel sobre a xícara e aguarde uns minutos até que o calor da bebida aqueça o recheio.

6) Macaron, uma delícia italiana

Os macarons de fama francesa foram criados pelos italianos. Crédito: Tonfon | Dreamstime

Os macarons de fama francesa foram criados pelos italianos. Crédito: Tonfon | Dreamstime

A França talvez seja uma das ‘maiores confeiteiras’ do Velho Continente. É de lá que vem os éclairs, profiteroles, tarte tartin, entre outros. Um dos doces mais conhecidos é o Macaron – que para a ironia da história foi inventado pelos italianos. Catarina de Médici foi a responsável por apresentar o doce à nata parisiense, que tratou de aperfeiçoá-lo.

Feito de claras, açúcar e farinha de amêndoas, essa delicadeza requer muita prática e habilidade do cozinheiro, ou melhor, do patissiêr. De aparência simples, o ‘suspiro’ pode vir recheado de creme, geleias, chocolate ou outras surpresas. Não saia da França sem provar um. Entre os mais conhecidos, está o da famosa confeitaria Ladurée, que funciona desde 1862.

7) Floresta Negra, na Alemanha

Foto: Annapustynnikova | Dreamstime

Foto: Annapustynnikova | Dreamstime

O bolo Floresta Negra é de longe um preferidos entre os brasileiros. Uma vez em um voo de São Paulo para Berlim conheci uma brasileira que me contou sobre a versão original do Schwarzwälder Kirschtorte – esse é o nome em alemão para o Floresta Negra. Esse famoso bolo de chocolate é tradicional na Alemanha e na Suíça e tem como um dos principais ingredientes o licor de cerejas (kirsch). A massa é feita de chocolate meio amargo, que é molhado pelo licor e ainda recebe uma cobertura de creme (chantilly) e a própria cereja: uma combinação quase perfeita!

8) Pastel de Belém, sabor português

Pastel de Belém, de massa crocante e recheio a base de ovos e leite, a tradicional confeitaria portuguesa. Crédito: Natalia Mylova | Dreamstime

Massa crocante e recheio a base de ovos e leite, da tradicional confeitaria portuguesa. Crédito: Natalia Mylova | Dreamstime

Os doces portugueses têm como tradição o uso de ovos – seja no creme, na massa, ou cobertura – e têm como berço os conventos locais. Uma das principais referências é o Pastel de Belém, ou Pastel de Nata, que leva esse nome devido a um convento localizado próximo ao Mosteiro dos Jerônimos, onde fica a Torre de Belém, em Lisboa.

Muitos conventos foram desfeitos no século 19, mas a tradição seguiu firme. A massa crocante recebe um delicioso creme feito a base de ovos, leite, açúcar e canela. Nada como consumi-los mornos acompanhados de um bom café.

Qual seu preferido?

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Jornalista com MBA em Marketing e Empreendedorismo, Débora Pimentel é uma paulistana apaixonada por fotografia, gastronomia e tecnologia. Uma virginiana que adora novas culturas e desafios. Acredita que a informação é sempre a melhor maneira de transformar sonhos em possibilidades.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

Dicas de Viagem

Saiba como viajar barato para os Estados Unidos

3 dias atrás, por Elizabeth Gonçalves
Cultura

10 coisas imperdíveis para curtir na Irlanda em dezembro

6 dias atrás, por Elizabeth Gonçalves
Publicidade

Mude sua Vida em 2018

1 semana atrás, por Publicidade E-Dublin
Dicas de Viagem

Dicas de viagem para mochileiros na Irlanda

1 semana atrás, por Colaborador E-Dublin
Dublin

Dublin é uma cidade acessível para deficientes?

1 semana atrás, por Elizabeth Gonçalves
Eventos e Festivais

5 mercados de Natal imperdíveis na Irlanda

2 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Agenda Cultural

16 atividades para você curtir em dezembro na Irlanda

2 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Cultura

No Ar! Radio Natalina na Irlanda (Christmas FM)

2 semanas atrás, por Ávany França
Dublin

Bate e volta em Dublin? Saiba onde guardar a sua mala

3 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Eventos e Festivais

Atrações imperdíveis do Natal em Galway

3 semanas atrás, por Alessandra Karla Leite
Economia

Saiba como aproveitar a Black Friday na Irlanda

3 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Trabalho

É possível trabalhar com enfermagem na Irlanda?

3 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Dicas de Viagem

5 destinos para o seu Réveillon na Europa

4 semanas atrás, por Deby Pimentel
Clima

5 dicas para encarar o inverno irlandês

1 mês atrás, por Deby Pimentel
Saúde

Depressão? Onde procurar ajuda na Irlanda?

1 mês atrás, por Deby Pimentel