Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Publicidade

A cidadania europeia e as vantagens no intercâmbio

Publicidade E-Dublin postou em 07 jun 2016

Já imaginou ir para a Europa sem toda a burocracia e obrigações do visto?
Se isso é possível? Claro que sim, mas para isso você precisa possuir uma cidadania europeia!

Na Irlanda, especificamente, para se obter o visto de estudante (Stamp 2) é necessário comprovar 3.000 euros, chegar com um curso de pelo menos 25 semanas integralmente pago, além de no mínimo uma semana de acomodação assegurada e seguro saúde. Sem falar que ao chegar no país, você terá um mês para correr atrás da documentação adicional para finalmente receber o visto de estudante, que por ventura custa mais 300 euros.

Pode ser um processo complicado, apesar da Irlanda ser um dos países menos burocráticos para se realizar o intercâmbio. Porém, para quem dispõe da cidadania europeia, essa burocracia não existe. Mas, a pergunta é: Quem tem direito à cidadania europeia e quais as vantagens reais para o intercambista que desembarcar na Irlanda com o passaporte vermelho?

Cidadania Italiana

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

A dupla cidadania mais comum no Brasil é a italiana. Embora todo o processo demore um certo tempo – anos, até – do início até a aquisição, não há limite de gerações, desde que você tenha um italiano na sua ascendência e ele não tenha se naturalizado. Assim que um brasileiro se torna cidadão europeu, seus filhos terão o mesmo direito.

Quem tem direito à cidadania italiana?

Por linhagem masculina
É quando a descendência é toda masculina. Exemplo: trisavô – bisavô – avô – pai – você.

Por linhagem feminina
É quando entre os descendentes há uma mulher na linha direta. Atente-se que é preciso verificar se o ano que nascimento do filho da italiana foi antes ou depois de 1948. Se foi antes de 1948, o processo não é automático, mas não desanime! Você ainda pode entrar com uma ação judicial pedindo que o seu direito seja reconhecido.

Obs: Ascendente nascido na Região Trentina
Descendentes de italianos emigrados do território pertencente ao Império Austro-Húngaro tiveram o direito de solicitar seu reconhecimento até Dez/2010, portanto, você não tem mais direito ao reconhecimento da cidadania italiana.

Os consulados italianos no Brasil possuem uma fila grande de interessados no reconhecimento da cidadania. Dessa forma, os processos que ocorrem no Brasil podem demorar anos para serem finalizados. Assim, tornou-se mais fácil a ida para a Itália, com o objetivo de finalização do processo. Para isso, são necessários alguns passos burocráticos antes da ida para a Europa, tais como organização dos documentos que comprovem a descendência até o(a) italiano(a), validação dos documentos pelo MRE, tradução, emissão da CNN e legalização.

E quais as vantagens no intercâmbio?

Essa pergunta é fácil responder: TODAS!

• Cidadão europeu não precisa tirar visto – adeus filas do GNIB!
• Não é necessário comprovar renda;
• Não é obrigatório estar matriculado em uma escola;
• Livre circulação pela Europa – é só levar seu passaporte e pronto;
• Você pode morar, trabalhar ou estudar em qualquer um dos países que fazem parte da União Europeia;
• Facilidade na imigração europeia, não precisando responder as temidas perguntas ou ficar horas na fila;
• Facilidade para estudo: o cidadão europeu chega a pagar três vezes menos nas instituições superiores;
• Maiores oportunidades de emprego: os cidadãos europeus podem trabalhar no regime full-time (período integral), já que não estão amarrados às obrigações do visto de estudante.

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Mas como funciona para tirar a cidadania?

No caso da cidadania italiana, o mais aconselhável é buscar um escritório que te auxilie em todo o processo, pois, dependendo do caso, pode ser um trabalho muito burocrático para se fazer sozinho.

Entre os serviços que podem ser necessários para adquirir a cidadania, estão:
• Busca e emissão de certidões;
• Legalização de certidões;
• Tradução juramentada;
• Reconhecimento da cidadania no consulado, diretamente da itália ou via judicial

Para saber mais detalhes sobre como funciona a cidadania italiana, os procedimentos e verificar se você tem direito, é só entrar em contato e solicitar um orçamento sem compromisso:logo_it

Italianíssimos Cidadania Italiana
Acesse o site para mais informações
Tel: (16) 3203-8306
Cel: (16) 99755-2838
Atendimento em todo o Brasil

Sobre o Autor


Posts patrocinados exibem informações escritas e fornecidas pelo próprio anunciante/agência. Os editores do E-Dublin não têm relação direta com os anunciantes e não influenciam na mensagem.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

Cursos de Inglês

Intercâmbio depois dos 50 anos

4 meses atrás, por Deby Pimentel
E-Dublin TV

Como um intercâmbio pode mudar sua carreira

5 meses atrás, por Edu Giansante
Meu Intercâmbio

Os desafios dos estudantes europeus na Irlanda

9 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Destinos de Intercâmbio

Que tal estudar em Perugia, Itália?

9 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Dicas de Viagem

Inverno europeu em cinco destinos

12 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves