Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Irlanda

A partir de 20 de janeiro de 2016, visto de estudante na Irlanda será de 8 meses

Ávany França postou em 18 jan 2016

12299201_10153280365566864_3254935691651387582_n

As mudanças entram em vigor no dia 20 de Janeiro de 2016

Agora a coisa é para valer! A partir do dia 20 de janeiro de 2016, estudantes não europeus terão direito a 8 meses de visto, ao contrário dos 12 meses em vigor até o momento!

Pois é, se você não esperava essa mudança, saiba que ela já estava prevista e deveria, na verdade, ter entrado em vigor no dia 1º de Outubro de 2015, como publicamos há alguns meses. As medidas haviam sido adiadas e agora, ou melhor, em janeiro, elas passam a valer de verdade. E o que muda mais?

Vamos às informações que o INIS, site oficial do governo irlandês, publicou nesta sexta, 11/12/2015:

8 meses de visto e não se fala mais nisso

“With regard to English language programmes and as per information published on the INIS website (www.inis.gov.ie), the reduction (from 12 to 8 months) in the standard immigration permission available for the purposes of pursuing an English language programme will be introduced when the ILEP is in place.  Accordingly this reduction will apply in respect of all English Language related immigration registrations (first time and renewals) from 20 January onwards.”

É isso mesmo que está escrito! A partir de 20 de janeiro de 2016, qualquer não europeu que desembarcar na Irlanda para estudar inglês, aplicará para o visto STAMP 2 – o  famoso visto de estudante, agora válido por 8 meses, sendo 6 meses de aulas + 2 de férias. E isso também vale para quem for renovar.

A prática de antecipar as férias também é algo que você deverá esquecer definitivamente. E falando em férias, vale lembrar mais uma vez que elas já estão inclusas nestes 8 meses.

Ah, e antes que eu esqueça, não adianta mais correr para a imigração antes do dia 20 de janeiro de 2016 na tentativa de renovar o visto antecipadamente e aproveitar o tempo de visto vigente, pois a imigração está esperta e já deixou bem claro que não adiantará a renovação de visto!

Frequência às aulas

“Have mandatory attendance requirements of a minimum 85% attendance for all enrolled students. The system of taking and recording attendance must be documented and publicly available. Where a student has 25% or more uncertified absence in the first six weeks of their programme, this must be communicated to the Irish Residence Permite – IRP and INIS. Where a student cannot make up attendance to a minimum of 85% before the programme ends the student must be informed that they do not meet the attendance requirements and this fact will be communicated to the IRP and INIS. There is no mechanism permitted whereby students can make up an uncertified absence(s) through additional classes, either during or post the end of the programme.”

A frequência também é mencionada no documento anunciado hoje. Você, estudante de inglês que já mora na Irlanda, precisará ter pelo menos 85% de frequência para continuar no país como estudante de idiomas (Stamp 2). As escolas terão ainda que comunicar ao INIS e ao IRP, caso nas primeiras seis semanas de curso o estudante apresente mais de 25% de faltas. Ou seja, não vai rolar mais aquela história de ir empurrando com a barriga até o momento da renovação, que alguns faziam. Então, meus queridos, leve essa coisa de frequência a sério ou você poderá ser convidado a voltar para casa mais cedo.

“Seeking payment from students in return for altering their attendance records or not notifying the immigration authorities of non attendance (any student faced with such a demand should report it immediately and confidentially to the immigration authorities).”

E se você em algum momento lembrou – ou já escutou por aí – aquela prática de pagar uns eurinhos a mais para conseguir completar a frequência, esqueça!! O item acima deixa bem claro que a imigração também está por dentro dessa prática e ela está proibidíssima!!

Expulsão de alunos

“A non-EEA student is a consumer and entitled to protection as such.  The student is also a person who has obtained immigration permission on the basis that they are attending a course of study.  If they are not attending their classes then their immigration status is liable to be revoked. They are also receiving a service that is delivered to a classroom of other consumers.  It is the nature of a classroom that students are interdependent and should progress together.  The progress of those attending regularly cannot be unduly disrupted to cater for bringing a student who has been missing classes up to speed with his or her classmates.

Outro fator mencionado no documento refere-se a expulsão de alunos, uma prática que parece ter se tornado comum entre algumas escolas. O INIS ressalta que toda escola deverá respeitar o aluno como bom consumidor que é, e que a partir de 20 de janeiro, para se expulsar um aluno, por qualquer motivo que seja, a escola deverá:

– Comunicar a situação ao estudante com antecedência, utilizando-se de uma linguagem que seja clara para ele;

– A escola também não poderá justificar a expulsão do aluno por algo que tenha ocorrido lá atrás, no início do curso;

– Dar o direito so estudante de recorrer da decisão;

– Caso a expulsão seja inevitável, a escola deverá notificar o estudante por meio de documento formal, incluindo os motivos para a expulsão;

– Ao contrário de casos extremos, como violência, o aluno deverá receber várias notificações antes da decisão final pela expulsão.

Aviso importante

“Students who have already begun studying a course that is removed from the visa list will be able to complete it provided the college remains open. However, students buying courses now should take care to choose programmes which are expected to qualify for the new list. Visas/residence permissions will not be available for programmes which are not on the new list. It may be difficult to obtain a refund from a college if it has sold a course which does not qualify for the new list.”

A imigração também alerta: Você que está prestes a comprar o seu curso, é preciso ficar esperto, pois a partir do dia 20 de janeiro  de 2016 as escolas que não conseguirem o standard exigido pelas novas regras também serão proibidas de fornecer a carta para visto, e não se poderá garantir o reembolso de possíveis taxas já pagas por estudantes. Então, agora mais do que nunca, antes de fechar o seu pacote tenha certeza de que a sua escola consta na lista das aprovadas.

Para entender ponto a ponto das medidas anunciadas, acesse os links abaixo!

ICOS

INIS

ACELS

ILEP (arquivo Excel com a lista de escolas aprovadas pela imigração até o momento)

Reforma educacional irlandesa completa

Outros posts importantes sobre as regras de intercâmbio na Irlanda 

Sobre o Autor


Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Amante das viagens, coleciona mais de 50 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Cultura

Shows que vão bombar na Irlanda em 2018

3 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Top 5

5 pubs com lareira pra você se esquentar nesse inverno

3 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Meu Intercâmbio

Fiz o Caminho de Santiago durante o meu intercâmbio

3 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Publicidade

Garanta sua carreira internacional na Irlanda

3 semanas atrás, por Publicidade E-Dublin
Saúde

5 dicas para comparar o seu seguro antes de comprar

4 semanas atrás, por Deby Pimentel
Trabalho

Taxa de desemprego na zona do Euro é a menor desde 2009

1 mês atrás, por Elizabeth Gonçalves
Publicidade

Mude sua Vida em 2018

1 mês atrás, por Publicidade E-Dublin
Cultura

Irlanda, álcool e mulheres

1 mês atrás, por Deby Pimentel
Publicidade

Seu intercâmbio na Irlanda de cara nova

2 meses atrás, por Publicidade E-Dublin