Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Conte Sua Historia

Acidente de bike interrompe planos de casal intercambista

Andre Luis Cia postou em 31 jul 2016

Imagine um sonho acalentado por tanto tempo subitamente se transformar em um pesadelo? Foi exatamente isso que aconteceu com o casal de intercambistas brasileiros, Jones Justino da Silva (26) e Priscila (25). No dia 9 de julho deste ano, Jones foi atropelado por um carro em Baldoyle, Dublin, por volta da 1h, quando retornava para casa de bicicleta. O brasileiro precisou passar por três diferentes cirurgias e recebeu alta na semana passada, porém teve que interromper seus estudos em consequência do período de recuperação.

Crédito: Arquivo pessoal

Jones e Priscila estão casados há cinco anos e chegaram em Dublin no início de fevereiro deste ano para um período de oito meses de estudo. Pelos cálculos do casal, com as economias que tinham e com um emprego no país, conseguiriam arcar com as despesas até o final do visto. Tudo ia como planejado. Priscila conseguiu trabalho de cleaner e Silva estava trabalhando como kitchen porter. Apesar da difícil tarefa de conciliar os horários da escola com o trabalho, ambos estavam felizes. Tinham, inclusive, o plano de renovar o visto para mais oito meses. Porém, quis o destino atrapalhar esses planos.

Consequências do acidente

No acidente, Jones quebrou a coluna, a perna direita, trincou o cóccix (pequeno osso da parte inferior da coluna vertebral) e precisou se submeter a enxertos nas costas e cirurgia plástica em uma das orelhas, também lesionada. Apesar da coluna quebrada, o médico disse que não precisará fazer outra cirurgia. Graças a Deus, o acidente não atrapalhou os movimentos dele. Em 21 de julho, ele deu os primeiros passos, com o auxílio de um andador e de um fisioterapeuta.

Priscila explica que como eles não fizeram o seguro particular, estão utilizando o seguro governamental, mas ainda estão receosos de que tenham de pagar alguma despesa. “Eu tive que entregar o passaporte dele, o seguro governamental e assinar um papel com a diária, que seria de 1.400 euros, incluindo um depósito de 1200 euros. Me orientaram para não nos preocuparmos. Só que não sabemos se ele tem direito a outros benefícios”.

Quanto aos custos hospitalares, ela alega que a Garda os tranquilizou e que o policial que está com o caso explicou que o governo irlandês tem um fundo emergencial e irá cobrir os gastos. O motorista do carro fugiu sem prestar socorro.

Campanha na web

A escola em que estão matriculados antecipou as férias do casal e está mobilizando uma campanha na Internet com o objetivo de arrecadar dinheiro para ajudá-los com as despesas do aluguel, dentre outras, já que além das limitações de Jonas, Priscila também precisou abandonar seu trabalho para cuidar dele. “Eu pretendo voltar com o trabalho de cleaner assim que ele estiver adaptado em casa”, disse.

Segundo ela, a escola tem prestado todo apoio possível, e como tudo ainda é muito recente e incerto, eles estão aguardando os próximos meses para tomarem uma decisão do que fazer. No momento, o que eles mais desejam é a pronta recuperação de Silva. O processo já está na Justiça irlandesa e deve demorar cerca de dois meses até ser concluído.

Para quem puder colaborar com o casal na manutenção das despesas nesse momento, pode fazê-lo acessando o link da campanha Jones Justino.

Acidentes de bicicleta

BIKE

Crédito: Shutterstock

Além de Silva, nos últimos anos, infelizmente aconteceram outros acidentes com consequências graves envolvendo estudantes brasileiros. Em 2008, a jovem estudante Aline Barros foi atropelada por um caminhão e ficou tetraplégica. Em 2011, o estudante Leonardo Silva se envolveu em um acidente com um taxi e não resistiu aos ferimentos. Mais recentemente, o sorocabano Lucas Lapa, de 25 anos, que estava internado no Mater Hospital, veio a falecer depois de um grave acidente em Dublin. Todos esses acidentes tinham algo em comum: a bicicleta como meio de transporte.

Fica o alerta aos demais estudantes para tomarem cuidado extra ao circular pelas ruas da capital irlandesa. Segundo a Road Safety Authority,  o maior número de acidentes fatais ocorre principalmente em Dublin e Cork. Conhecer a regulamentação das estradas irlandesas, assim como os riscos de circular sobre duas rodas no país, são fundamentais.

Revisado por Tarcísio Junior
Algumas imagens via Shutterstock
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Jornalista com pós-graduação em Roteiro para TV e Cinema, é autor do livro Desejo de viver, que conta a história de luta, superação e de amor à vida de Eliete Gandolfi Cia, sua mãe, falecida em2015. Profissional com 18 anos de experiência na área de comunicação, incluindo a idealização, produção e escrita de duas séries de jornalismo internacional: sonho americano e sonho italiano, e atuação em diferentes veículos de mídia do Brasil, como redações de jornais impressos, assessorias de imprensa e TV, dentre outros.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Outros

Emergências no Exterior: Para quem pedir socorro?

1 mês atrás, por Elizabeth Gonçalves
Saúde

Conheça o Seguro Governamental da Irlanda

4 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Transporte

DublinBikes vai ganhar novas estações neste verão

8 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Dicas de Viagem

Quatro formas de se locomover em Cork

1 ano atrás, por Carol Braziel
Conte Sua Historia

Como cuidar do corpo e da mente na Irlanda

1 ano atrás, por Colaborador E-Dublin
Publicidade

Saiba como escolher o seu seguro viagem

1 ano atrás, por Publicidade E-Dublin
Saúde

Como funciona o cartão de saúde europeu

1 ano atrás, por Elizabeth Gonçalves
Transporte

Já conhece o projeto Cycle to work?

1 ano atrás, por Elizabeth Gonçalves
Transporte

Pedalando com segurança em Dublin

1 ano atrás, por Caroline Rodrigues
Saúde

Chegou a hora de ter um seguro de viagem

1 ano atrás, por Colaborador E-Dublin
Dicas de Viagem

Siga o exemplo de Copenhague: vá de bike

1 ano atrás, por Colaborador E-Dublin