Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Irlanda

Agendamento online para o visto de estudante será mais eficaz em 2019

Rubinho Vitti postou em 08 dez 2018

Há alguns meses, noticiamos aqui no E-Dublin sobre a ação de oportunistas que dificultam o agendamento on-line para vistos na Irlanda, como forma de se beneficiar financeiramente com isso. Agora, o governo irlandês anunciou que vai modificar o sistema para não permitir que esse esquema fraudulento prejudique quem precisa tirar o visto IRP (Irish Residence Permit), conhecido antigamente como GNIB, ou renovar.

A partir da virada do ano, o site do Serviço de Naturalização e Imigração da Irlanda (INIS) terá uma nova cara e será reforçado para que os “bots” (ou “robots”), ou seja, robôs que conseguiam fazer automaticamente o agendamento, roubando as datas disponíveis para depois vendê-las aos imigrantes, não consigam mais funcionar.

Os golpistas utilizam esses softwares que simulam ação humana na internet. Eles agem desde que o agendamento on-line foi criado, em 2016, como forma de facilitar a vida do estrangeiro, já que antes disso era preciso permanecer em filas quilométricas desde a madrugada para conseguir um horário no Burgh Quay Registration Office.

Departamento de Justiça confirmou novo sistema

Foto: Pxhere

Golpistas conseguem os horários de agendamento com antecedência para vender vaga para intercambistas e estrangeiros. Foto: Pxhere

Segundo reportagem do jornal Irish Times, o Departamento de Justiça da Irlanda confirmou que o atual sistema on-line será reformulado, impedindo que oportunistas consigam vender vagas para estrangeiros. Houve um processo de licitação para uma empresa que vai refazer o sistema.

O departamento vai corrigir o sistema para evitar abusos e os testes foram “bem-sucedidos” para impedir a marcação de consultas por agentes de terceiros para posterior revenda. O departamento avisa aos os estrangeiros para não fornecerem informações pessoais a esses agentes que, segundo ele, “não têm autorização para agir em nome do INIS“.

Estudantes relatam tentativas frustradas de agendamento

Os estudantes foram os maiores prejudicados com a fraude no agendamento online na Irlanda. Foto: Pxhere

Os estudantes foram os maiores prejudicados com a fraude nos agendamentos online. Foto: Pxhere

O estudante Ricardo Salomão, 30, está vivendo há cinco anos no exterior, entre idas e vindas na Irlanda, mas neste ano decidiu voltar a estudar e entrar em um mestrado, além de ter encontrado um trabalho. Para isso, precisava agendar sua renovação, o que tentou durante dois meses.

“Toda vez que eu entrava no site não encontrava vagas”, disse, explicando que não foi por falta de vontade, já que acordava cedo, utilizava computador e celular, além de tentar horários diferentes. Ele acabou procurando a alternativa fácil de pagar para uma empresa agendar seu horário. “Eu tinha uma proposta de emprego e precisava do meu IRP com urgência”, disse.

Já Bruna dos Santos, 32, ainda nem chegou na Irlanda, vai embarcar apenas no dia 4 de janeiro, mas tem acompanhado as notícias sobre as dificuldades e e está tentando desde já. Ela afirmou que está desde novembro tentando, mas não consegue. “Quando clico em confirmar uma data, aparece uma mensagem de erro, informando que não tem agendamentos disponíveis”, disse. Ela disse que não pretende pagar pelo agendamento, pois não acha correto, e que será ótimo se o governo resolver esse problema. “Afinal, não se pode vender um serviço que é de graça!”, concluiu.

Como os golpistas agem?

Foto: Pxhere

Serviços que deveriam ser gratuitos são cobrados por impostores via internet. Foto: Pxhere

Conforme o E-Dublin noticiou em setembro, o esquema é feito por meio de softwares – os “bots” (ou web robots), que simulam ações humanas na internet – para preencher dados automaticamente. Os agendamentos são abertos e, automaticamente, antes de qualquer ser humano de verdade conseguir agendar, o sistema agenda tudo para si, comprometendo toda a agenda. Assim, com as datas em mãos, os golpistas tentam vender esse serviço de agendamento, que é gratuito.

O E-Dublin apurou que pelo menos duas páginas na internet oferecem o serviço para agendamento de visto. Elas são voltadas principalmente para brasileiros e prometem ajuda e facilidade para marcar o agendamento.

O interessado faz um cadastro e somente no final é informado que para continuar é preciso pagar uma taxa (que varia de 10 a 25 euros). Vale lembrar que não são só brasileiros que usam destes softwares para cobrar pelo agendamento.

Taxa de renovação dobra de preço em seis anos

Foto: Pxhere

Taxa para visto ou renovação subiu de 150 para 300 euros em seis anos. Foto: Pxhere

A taxa anual de registro dobrou de preço em 2012, de € 150 para € 300. O valor também é uma reclamação constante dos estudantes que precisam renovar. Não basta o pagamento da escola e o custo de vida da Irlanda, que tem aumentado por conta da crise imobiliária, o intercambista ainda precisa desembolsar € 300 – o equivalente a metade de um salário mensal, já que é para eles é possível trabalhar apenas 20 horas semanais.

Sobre o Autor


Rubinho Vitti é jornalista de Piracicaba, SP. Vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Destaques

Quais são os tipos de Vistos na Irlanda?

1 mês atrás, por Colaborador E-Dublin
Dublin

5 golpes comuns na Irlanda

3 meses atrás, por Duda Gruppi
Vistos

Onde tirar o visto no interior da Irlanda

5 meses atrás, por Ávany França
Documentos

Renovando seu visto na Irlanda! Como fazer?

5 meses atrás, por Edu Giansante
Segurança

A Irlanda já não é mais a mesma

7 meses atrás, por Ávany França
Essenciais

Como planejar o seu intercâmbio na Irlanda: O Visto

7 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Dicas de Viagem

Planeje sua viagem e evite surpresas

9 meses atrás, por Colaborador E-Dublin