App Vai Quando? Mais de 2.500 brasileiros a caminho da Irlanda em 2019

App Vai Quando? Mais de 2.500 brasileiros a caminho da Irlanda em 2019

Rubinho Vitti

5 meses atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

O ano de 2019 já começou e para muita gente ele será um ano completamente diferente. Quem escolheu os próximos meses para iniciar seu intercâmbio terá de fato um ano realmente novo. Frio na barriga, ansiedade a mil e papel e lápis para organizar as mil e uma listas de coisas para se levar e afazeres para cumprir.

O E-Dublin conversou com alguns intercambistas que participam do aplicativo Vai Quando?, criado pelo portal. São 2.504 pessoas que vão/pretendem ir em 2019 para a Irlanda. Na média, são ao menos seis brasileiros que estão se planejando para chegar todos os dias na Irlanda. E é  com o Vai Quando? que eles conseguem mais informações sobre a Irlanda e trocar ideias com quem também está prestes a realizar o sonho do intercâmbio.

Aprimorar o inglês e se destacar no mercado de trabalho

Intercâmbio em Dublin

Muitos brasileiros procuram o intercâmbio na Irlanda para estudar inglês e ter a possibilidade de trabalhar. Foto: PxHere

O publicitário Guilherme Martins da Silva, 25, está há um ano se planejando para o intercâmbio na Irlanda. Ele já teve a experiência de viver em Toronto, no Canadá, e sabe o quão fantástico é aprender e viver uma nova cultura. Ele vem com o noivo para poder aprimorar o inglês. “Estávamos nos sentindo estagnados e precisávamos nos mexer para nos destacar no mercado de trabalho”, disse.

O planejamento de Guilherme é pode renovar pelo menos uma vez, ou seja, ficar 16 meses na ilha. “Mas se tudo dar certo, quem sabe pela segunda vez e, até mesmo, quem sabe, uma oportunidade de criarmos raízes na ilha, tudo depende de como vai ser. Faço planos porém tenho que ser pé no chão.”

Para Guilherme, um intercâmbio pode ser definido em três palavras: “conhecimento, maturidade e perspectiva”. “Acredito que um intercâmbio é sempre uma oportunidade de ampliar a nossa percepção para a vida. É um momento nosso, íntimo, de muita aprendizagem e sabedoria!”

A escolha de um intercâmbio na Irlanda

Foto: E-Dublin

E-Dublin XP II é um grande evento sobre intercâmbio e oportunidades profissionais na Irlanda. Program-se: dia 16 de março, no Senac Santo Amaro, em São Paulo. Foto: E-Dublin

Guilherme pesquisou muito sobre a Irlanda antes de fechar o intercâmbio. “Cada detalhe nos chamou atenção. No E-Dublin XP, ano passado, que aconteceu na avenida Paulista, tivemos a oportunidade de nos encantar mais e mais pela cultura e por tudo”, disse. E ressaltou: “O E-Dublin foi determinante para que o nosso sonho ganhasse força e para que pudéssemos criar mais vontade nesse alçar voo.”

Além de um lugar para morar, estudar e viver intensamente, a Irlanda é um sonho para Guilherme. “A Irlanda surgiu como sonho depois de muito pesquisar. Eu sabia que uma experiência internacional como essa me traria bons frutos, assim como traria para o meu noivo também que trabalha em uma multinacional onde o inglês é imprescindível. Desta forma surgiu a Irlanda em nossas vidas.”

Então fica a dica para quem está no Brasil. Além do app Vai Quando?, o E-Dublin passou a organizar grandes eventos sobre o mercado estudantil e profissional na Irlanda, e a terceira edição do E-Dublin XP acontece no dia 16 de março, no Centro de Convenções do Senac Santo Amaro, em São Paulo

Intercâmbio depois dos 30 anos

A bancária Vanessa resolveu fazer seu primeiro intercâmbio aos 36 anos. “Sou bancária há 14 anos, independente, não tive filhos ainda e quis deixar tudo para realizar um sonho”, ressaltou. Planejando o intercâmbio há um ano e dois meses, ela escolheu Dublin como cidade-destino e pretende estudar inglês e trabalhar durante oito meses. Mas não é só isso. “Quero conhecer novas culturas, lugares, pessoas e crescer como ser humano.”

Desemprego gerou oportunidade

Foto: Pxhere

Irlanda foi o destino escolhido por Giuliano Fernandes após ficar desempregado no Brasil. Foto: Pxhere

Giuliano Fernandes, 28, ficou desempregado no ano passado e viu nessa possível “fatalidade” uma oportunidade de crescer. Juntou as economias e o que recebeu por direito para investir tudo no seu novo plano de vida: um intercâmbio na Irlanda. Tudo isso em… DOIS MESES! Sim, em menos de 60 dias ele decidiu a escola, agendou a passagem e embarca agora em fevereiro para sua jornada internacional. “Escolhi a Irlanda pela oportunidade de estudar e trabalhar. Vou morar em Dublin por no mínimo 8 meses”, disse.

Aprimorar o inglês e viver uma outra cultura é o objetivo do novo intercambista. “Perdi o emprego e resolvi mudar um pouco e ir buscar esse sonho que já tinha há algum tempo!”. Ele sabe também que não será fácil e vai enfrentar empregos que nunca trabalhou. “Estou muito bem com isso! Acredito que tudo será um aprendizado, e espero tirar o melhor de tudo.”

App Vai Quando?: tranquilidade e auxílio no intercâmbio

Aplicativo Vai Quando? é pioneiro em reunir em uma "rede social" pessoas interessadas em fazer intercâmbio para o mesmo destino.

Aplicativo Vai Quando? é pioneiro em reunir em uma “rede social” pessoas interessadas em fazer intercâmbio para o mesmo destino.

A ansiedade dos intercambistas são muitas: emprego, moradia, visto, escola, novos amigos, entre muitos outros desafios. Mas isso pode ficar um pouco menos tenso quando se sabe que muitas pessoas estão passando pela mesma situação. Como o app Vai Quando?, o intercambista pode conhecer pessoas que vão viajar no mesmo dia, da mesma cidade e que vão para o mesmo lugar que você. Ou seja, compartilhar a ansiedade e os medos pode ser muito benéfico para se tranquilizar.

“O aplicativo me dá uma sensação de tranquilidade. Sei que outras pessoas almejam sonhos muito parecidos com o meu, e conhecer pessoas que podem me ajudar e assim acontecer reciprocamente faz com que acreditamos cada vez mais nessa “aventura” e nessa oportunidade de crescer em todos os sentidos possíveis”, disse Guilherme, que tem utilizado o app desde que começou a se planejar.

Já são mais de 4.000 perfis criados no aplicativo. São 2504 pessoas cadastradas no app que colocaram que vão ou pretendem ir em 2019 na Irlanda. É possível se cadastrar gratuitamente e de forma fácil e rápida no aplicativo. Além de conhecer pessoas novas, o usuário recebe notícias sobre a Irlanda, Europa e outros assuntos referentes aos intercambistas.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar