Há oportunidades em vendas ou marketing na Irlanda?

Há oportunidades em vendas ou marketing na Irlanda?

Deby Pimentel

2 semanas atrás

Setores como farmácia, finanças, vendas, marketing e outros relacionados a essas áreas são alguns dos que andam bombando na Irlanda. A área de vendas, por exemplo, é considerada uma das mais antigas do mundo. Afinal, tudo o que você usa foi vendido por alguém um dia.

Partindo desse pressuposto, é possível encontrar uma vaga formal nessa área em qualquer lugar do globo, certo? Depende! Sobretudo se você é estrangeiro e apresenta limitações de visto, como é o caso dos muitos estudantes brasileiros na Irlanda, que só podem trabalhar 20 horas por semana.

Areas como Vendas e Marketing demandam profissionais estrangeiros. Crédito: Tom Wang/Dreamstime

Áreas como vendas e marketing demandam profissionais estrangeiros. Crédito: Tom Wang/Dreamstime

Na Irlanda, obter permissão para trabalhar em vendas, marketing e áreas afins requer ser especialista e, mais que isso, ter muita experiência no setor no qual se pretende atuar, de acordo com as Critical Skills — denominação do governo para empregos que oferecem visto de trabalho e têm maior demanda no país.

Ficou curioso para conhecer casos de quem atua na Irlanda nesse setor? Então, aperta o play para conhecer a história da Nicole, uma brasileira de São Paulo que veio fazer intercâmbio e teve uma oportunidade de atuar na área de marketing.

Marketing pessoal como profissão

Para alguns setores — o de farmácia, medicina e tecnologia, por exemplo —, embora não existam órgãos regulamentadores, as exigências se voltam para alguns protocolos específicos da área, e candidatos com experiência em empresas similares certamente terão mais destaque. Porém, como a maioria das vagas são para full-time (período integral), concorrem apenas aqueles que já tenham, pelo menos, o visto de residente na Irlanda, o Stamp 4.

Uma grande possibilidade para a área de vendas são os call centers de grandes empresas de tecnologia que procuram especialistas, inclusive que falem português, como uma das exigências para a vaga. Aliás, nosso idioma ainda é aceito para outros departamentos. A boa notícia é que, para muitas dessas vagas, há possibilidade de trabalhar meio período, algo favorável àqueles com visto de estudante.

Esta publicação é um oferecimento da IE Intercâmbio

Há mais de 20 anos, a IE Intercâmbio orienta estudantes e profissionais na realização de intercâmbios pelo mundo. Com diversas agências espalhadas pelo Brasil e no exterior, é uma das mais tradicionais e premiadas agências do segmento.

Solicite um orçamento exclusivo com a IE para obter mais informações!

É possível encontrar vagas como atendimento ao cliente, especialista em vendas, entre outros. Crédito: Arne9001/Dreamstime

É possível encontrar vagas como atendimento ao cliente, especialista em vendas, entre outros. Crédito: Arne9001/Dreamstime

Em sites como o Indeed, Jobs, Top Language Jobs e Irish Jobs, é possível encontrar vagas em empresas como Citibank e Allianz (atendimento ao cliente), Microsoft e Accenture (especialista em vendas), entre outras. E não se esqueça do LinkedIn!

Outra dica dos especialistas é inserir a palavra “portuguese” na busca por vagas no exterior nos mecanismos de pesquisa.

Salários em alta

Os marqueteiros de plantão têm muito a comemorar, caso se encaixem nas condições citadas. De acordo com uma pesquisa salarial da empresa de consultoria Morgan McKinley, um executivo de contas em começo de carreira ganha em torno de 30 mil euros por ano.

O mesmo cargo para quem tem mais de 5 anos de experiência pode chegar a 50 mil euros por ano, enquanto níveis gerenciais equivalentes podem variar entre 85 e 100 mil euros por ano.

Já para o marketing digital, estima-se que a Irlanda possa trazer muitas oportunidades, segundo o Digital Marketing Institute.

dreamstime_s_53581027

Vagas em níveis gerenciais podem variar entre 85 e 100 mil euros/ano. Crédito: Stokkete/Dreamstime

No entanto, se você é formado, tem alguma experiência na área, mas seu inglês não está tão afiado, pode ingressar em cursos de especialização e inglês — ou, com um pouco de dedicação ao idioma, tentar uma pós-graduação ou mestrado e aplicar para vagas intermediárias enquanto se abastece de informações sobre o mercado e a cultura local, como constatou o intercambista Thiago Glober (veja abaixo).

Por isso, esteja sempre atento, invista em cursos e avalie o seu currículo para se jogar em uma nova oportunidade!

Veja também

É possível fazer intercâmbio com criança na Irlanda?

Deby Pimentel
Deby Pimentel, Jornalista com MBA em Marketing e Empreendedorismo e uma paulistana apaixonada por fotografia, gastronomia e tecnologia. Uma virginiana que adora novas culturas e desafios. Acredita que a informação é sempre a melhor maneira de transformar sonhos em possibilidades.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar