Asilo na Irlanda nos inspira a escrever cartas para idosos em isolamento

Asilo na Irlanda nos inspira a escrever cartas para idosos em isolamento

Colaborador E-Dublin

2 meses atrás

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.

Devido a esse momento tempestuoso que estamos vivendo, de Covid-19, diversas medidas foram tomadas para a contenção do vírus, entre elas, a quarentena. E, assim, muitas pessoas estão sofrendo com o isolamento social.

A Irlanda está de parabéns por suas ações durante essa situação tão difícil. O governo irlandês congelou os aluguéis, permitindo que os moradores façam os pagamentos após o fim dessa pandemia, ofereceu uma ajuda de custos semanal para quem teve o número de horas reduzido no trabalho ou quem está de quarentena, sem poder trabalhar. Até mesmo os estudantes estrangeiros com Stamp 2 foram beneficiados.

Mas vamos falar hoje sobre uma atitude nobre de um lar de idosos localizado em Cork, o Saint Luke’s Home. Ele está pedindo para as pessoas enviarem cartas escritas a mão para os velhinhos residentes.

Inspire-se na iniciativa da casa de idosos irlandesa e escreva para velhinhos da sua cidade. © Kemihphotography | Dreamstime.com

Para quem não sabe, na Irlanda é muito comum escreverem cartões de aniversário, cartões de condolências, e as cartas manuscritas ainda são muito populares. Isso nos faz pensar em como eles são atenciosos, pois os pequenos gestos fazem toda a diferença numa época como essa.

O afeto e cuidado dedicado nas cartas faz quem as recebe se sentir importante e querido, e o mais importante, faz o destinatário sentir-se lembrado. Um ato reconfortante para quem está sozinho e com medo dessa pandemia que vem se alastrando por todo o mundo.

A equipe do asilo escreveu na sua página do Facebook: “Nesse momento desafiador, nossos moradores adorariam receber correspondências!! Se você ou seus filhos querem nos enviar uma carta, um desenho ou poema, nossos residentes ficariam muito felizes em recebê-los!” (tradução livre).

Que tal enviar uma carta agora para o St Luke’s e fazer um velhinho feliz? E não precisa ser uma carta muito elaborada, pode ser um desenho, um recado simpático, apenas para levantar os ânimos e fazê-los se sentirem importantes. É nessa hora que você se questiona se você faz diferença na vida de alguém. Não deixe eles pensarem que estão sozinhos ou que são descartáveis!

Agora é a hora de unirmos forças contra esse vírus! E vamos vencer juntos!

As cartas, desenhos e fotos podem ser enviadas por e-mail ou postados para o St Luke’s Home ( [email protected]), e os funcionários também colocaram uma lista dos residentes e seu primeiro nome. Assim, cada carta pode ser personalizada, tornando-se mais íntima e única.

Também já postamos aqui no E-Dublin sobre escrever para idosos do Projeto Eu Ainda Sou do Tempo. Uma ótima oportunidade para enviar palavras de carinho e solidariedade para os com mais idade que vivem sozinhos por esse mundão castigado pelo coronavírus.

Alan Soares,

Libriano com ascendente em peixes, sonhador nato, sempre a espera da próxima viagem, e sempre criando planos mirabolantes. Incrivelmente apaixonado pela Ilha Esmeralda.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar