‘Black Lives Matter’: centenas vão às ruas de Dublin em protesto

‘Black Lives Matter’: centenas vão às ruas de Dublin em protesto

Rubinho Vitti

4 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

O feriado de segunda-feira, 1º de junho, foi marcado em Dublin por um grande protesto em solidariedade ao movimento Black Lives Matter, nos Estados Unidos. Assim como diversas cidades pelo mundo todo, a capital irlandesa reuniu centenas de pessoas, que caminharam do centro, na O’Connell Street, até a Embaixada dos Estados Unidos, em Ballsbridge.

O E-Dublin conversou com Bruna Alves, Danilo Faria e Amanda Rodrigues sobre racismo no Brasil, na Irlanda e no mundo.

Protesto aconteceu no feriado de 1º de junho

Manifestantes se posicionaram em frente à Embaixada dos Estados Unidos, em Dublin, na tarde de segunda-feira, 1 de junho. Foto: Silvio Barlette

A origem dos protestos começou foi os Estados Unidos, após a morte de George Floyd, um homem negro de 46 anos, assassinado por um policial branco, em Minneapolis.

Em Dublin, assim como no resto do mundo, os manifestantes seguraram faixas e gritaram frases como “vidas negras são importantes”, pedindo por justiça. Também houve um minuto de silêncio após os manifestantes chegarem até a embaixada.

Um outro protesto, menor, aconteceu no Phoenix Park, onde fica a casa do embaixador estadunidense em Dublin.

Protesto em meio à pandemia

Protesto em Dublin contra racismo teve manifestação sobre morte da vereadora brasileira Marielle Franco. Foto: Silvio Barlette

A Garda está investigando a organização do protesto Black Lives Matter em Dublin. Apesar de ter sido anunciado como um protesto com distanciamento social, a polícia irlandesa verifica se houve violação da Lei da Saúde a respeito do Covid-19, que impõe restrições a grandes eventos em Dublin.

Novo protesto acontece no sábado, 6 de junho

Um novo protesto está agendado para ocorrer no sábado, 6 de junho, às 15h, na Embaixada de Dublin, em Ballsbridge.

Ele está sendo organizado pela Black Pride Ireland, MASI – Movement of Asylum Seekers in Ireland e Migrants and Ethnic-minorities for Reproductive Justice – MERJ.

Segundo o texto do evento, estão  convidadas pessoas que vivem em um raio de 5km da Embaixada dos EUA, seguindo as orientações do lockdown na Irlanda. Além disso, está sendo  ressaltado que é preciso manter o distanciamento social.

Leia também: Existe racismo no mercado de trabalho da Irlanda?

 

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar