Blue Lagoon e piscinas termais na Islândia

Blue Lagoon e piscinas termais na Islândia

Ávany França

6 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Conhecida como a terra da água e do fogo, a Islândia encanta mesmo os mais viajados no primeiro piscar de olhos. Cachoeiras de tirar o fôlego, lagos de cor azulada, crateras imponentes e geleiras imponentes, dão ao país com população inferior a 370mil habitantes, ares de paraíso natural.

Entre esses encantos que faz a gente se apaixonar facilmente pela Islândia, estão as piscinas termais. Elas estão em todos as regiões do país e incluí-las no roteiro se torna indispensável para aqueles que pretendem usufruir de todo s os encantos naturais do pequenino país.

Blue Lagoon

Uma das atrações mais populares da Islândia, a Blue Lagoon. © Anna Om | Dreamstime.com

Ela aparecerá em toda busca sobre a Islândia. Água de cor azulada com densidade leitosa, seduz visitantes de todo o mundo que pode fazer um pitstop na lagoa famosa, mesmo antes de desfazer as malas na Capital Reykjavik.

Por estar  localizada a apenas 21km do aeroporto, uma paradinha por ela pode ser uma ótima opção para quem chega, ou está saindo do país. Mas prepare-se! A Blue Lagoon  não é uma atração barata. Um pacote simples que dá acesso a lagoa, aquele creminho milagroso para o rosto e uma bebida básica, sai por 50 euros.

Quer um pouco mais de glamour? Tem também pacote com roupão, sandalhas, máscara extra e mais alguns carinhos, prepare-se para desembolsar a partir de 70 euros.

Vamos a questões práticas! Se você quer otimizar a chegada e a saída da Islândia para curtir a Blue Lagoon você vai precisar pensar com muito cuidado os seus horários de embarque e desembarque. Lembre-se que atrasos podem acontecer, e no caso da Islândia, é muito comum, dado a mudanças climática bruscas.

Lembre-se, você vai desembolsar um valor significativo para curtir a atração, então permita-se chegar em um horário em que conseguirá aproveitar cada euros despreendido com ela. O horário de funcionamento é de 8h a 21h, mas chegar para aproveitar apenas uma horinha ou duas da lagoa, chega a ser um desperdício. Programe-se!

Apesar de ser popular, a Blue Lagoon não é o único SPA termal da Islândia. Krauma Geothermal Spa.

Como chegar a Blue Lagoon? Se você pretende alugar um carro para uma Road trip pela Islândia. Recomendamos retirar o carro no aeroporto. Usamos a Blue Car Rental, que foram bem solícitos e nos ofereceram um bom desconto. Aliás usando o código #E-dublin, você terá  direito a um cupom desconto de 5% + o segundo condutor grátis, para aluguel de carros.

Se o aluguel não é a sua opção, várias empresas de transfer, incluem a Blue Lagoon no roteiro a caminho de Reykjavik. Nossa recomendação é a Reykjavik Excursions que oferece vários horários de transfer desde o aeroporto com paradas na Blue Lagoon.

Piscinas termais

Piscinas naturais são encontradas em toda a Islândia. © Ganna Tugolukova | Dreamstime.com

Na Islândia você vai escutar muito sobre as Hot Springs, ou seja as piscinas termais naturais. Quer uma sugestão? Não sai de lá sem se permitir a experiência. Imagina uma piscina quentinha, rodeada por montanhas, e uma cachoeira gigante emitindo aquele barulhinho reconfortante no meio do nada. Para completar o cenário, um rio de água corrente passando há menos de cinco metros da piscina natural, que a essa altura solta fumacinha te convidando a entrar? Consegue imaginar?

Assim foi a nossa primeira experiência na Fosslaug Hot Spring, localizada às margens do rio e da Cachoeira Reykjafoss. Para deixar a paisagem ainda mais deslumbrante, as montanhas estavam cobertas de neve. Ok, fazia um frio de 2°C , afinal desembarcamos na Islândia no inverno. Porém, irar todas as camadas de roupas e se jogar naquela água de temperatura oscilando entre 25°C  e 35°C é uma das experiências que faz você amar a Islândia ainda mais.

Grande parte das hot springs são gratuítas, a exceção sõa para aqueles que dispõe de infra-estrutura e facilidades como banheiros, área para troca, etc.

Piscinas Públicas

É possível afirmar que toda vila na Islândia possui uma piscina pública. Exagero? Você vai perceber logo ao desembarcar no país, que as piscinas públicas são o ponto de encontro dos islandeses. Dizem às más línguas, que é possível se atualizar de todas as fofocas do momento.

Mas, vale  a pena perder um dia para explorar as piscinas públicas durante a sua estadia na Islândia? Eu super recomendo. Mesmo por que, principalmente para quem desembarca durante o inverno, as oscilações climáticas bruscas podem te deixar  com opções muito limitadas em dias ruins, e por que não entrar na vibe local e desfrutar de piscinas quentinhas, saunas e das propriedades naturais das águas termais islandesas?

As piscinas públicas na Islândia, são pontos de encontro entrem os islandeses,para por os assuntos em dias. © Pojoslaw | Dreamstime.com

Custa caro? Essa é a notícia boa. As piscinas públicas são super acessíveis, com preço a partir de 5 euros. Claro, o preço está relacionado com a infra-estrutura oferecida pelo espaço.

Porém, antes que você ponha o seu modelete aquático e pule na primeira piscina pública, é importante observar alguns códigos de conduta que os islandeses levam muito a sério.

  1. Apesar de ter no nome a palavra pública, as piscinas não são gratuitas, mas o valor pago é super acessível. Pague na entrada, não existe a necessidade de reservas e, geralmente as piscinas ficam abertas até às 22h. Depois de um dia batendo perna, aproveitar a noitinha para relaxar em uma das piscinas públicas é uma boa pedida.
  2. Ao entrar no vestuário, certamente a primeira coisa que perceberá é o aviso para tirar os sapatos e deixá-los em uma área anterior a área de banho.
  3. Antes de colocar o bikini ou sunga, tome banho. Isso mesmo, nos vestuários os chuveiros coletivos estão lá para isso. É uma coisa super natural e necessário para a higiene das piscinas. Se você esquecer dessa regrinha básica, certamente algum local irá te apontar a informação espalhada pelo vestuário. Então, tire sua roupa, tome banho pelado (a) e só então coloque o seu traje de banho. É tímido? Procure algum chuveiro individual.
  4. Não esqueça também de respeitar a privacidade alheia. Observe se o uso de câmeras e vídeos são permitidos.  Caso não seja, respeite!
  5. Passou por todos esses cuidados? Agora é aproveitar ao máximo as facilidades do espaço. Saunas, piscinas com temperaturas que oscilam entre 35°C a 45°C, espaços internos e externos. Tem para todos os gostos. E lembre-se, as piscinas públicas são espaços para socialização entre os islandeses, entre nessa puxe conversa e aproveite para pegar dicas de locais para visitar pela perspectiva dos locais.

Abaixo o mapa com as principais piscinas públicas em Reykjavik.

Veja também

Curiosidades sobre a Irlanda

Ávany França
Ávany França, Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Amante das viagens, coleciona mais de 80 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar