Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Destinos de Intercâmbio

Bolsas de estudos para brasileiros na Europa

Colaborador E-Dublin postou em 08 set 2018

Cada vez mais, existe uma integração e um interesse de instituições de ensino em se conectar com outros países e estudantes de todo o mundo.

É difícil encontrar, hoje, uma universidade que não tenha um programa de intercâmbio ou bolsas para alunos de universidades parceiras.

Conheça as principais bolsas de estudos para brasileiros na Europa. Fonte; Pixabay

Conheça as principais bolsas de estudos para brasileiros na Europa. Fonte: Pixabay

Isso é algo que precisa ser aproveitado pelos estudantes brasileiros, já que diversas oportunidades se abrem, especialmente na Europa.

A possibilidade de ganhar fluência em uma segunda língua, lidar com uma cultura diferente, aumentar o networking e o conhecimento adquirido são diferenciais importantes para o competitivo mercado de trabalho. E as empresas valorizam essas passagens por instituições do exterior.

Para os que pretendem residir fora do país, ter passado por uma instituição de ensino local também amplia as oportunidades na hora de competir por uma vaga.

Mas, afinal, onde estão essas bolsas?

Há bolsas de todos os tipos. Então, desde a entrada na faculdade, é interessante que você fique esperto para essa possibilidade, já que alunos da graduação sempre podem ser agraciados com essa ajuda. E, depois, avançando para a pós-graduação, mestrado e doutorado, as oportunidades continuam.

As áreas também são bastante variadas, englobando os campos de humanas, exatas e ciências biológicas, com boas chances para todas. Aqui, vale citar algumas das fundações que criam essas vagas e que, ano após ano, premiam brasileiros.

Criado em 1983, o Chevening é o programa de bolsas desenvolvido para criar líderes globais, do governo do Reino Unido. Para concorrer, você precisa ter domínio da língua inglesa e também compartilhar experiências pessoais, algo de suma importância no processo seletivo.

Citando nossa querida Irlanda, o governo do país também abre inscrições para oferecer bolsas a estudantes estrangeiros. Em 2018, esse processo aconteceu no começo do ano. Apesar de serem bolsas parciais, não há como negar que as instituições de ensino irlandesas são muito bem credenciadas, com a Trinity College Dublin ganhando destaque.

A Fundação Carolina, programa do governo espanhol, é também muito abrangente na possibilidade de cursos e universidades. Há espaço para alunos estrangeiros para bolsas não só por essa fundação, mas em outras universidades espanholas.

Por fim, vale citar a Fundação Estudar, de João Paulo Lemann, e seu programa mais antigo, o Líderes Estudar. Com sete etapas de seleção, o programa dá bolsas para estudantes que já começaram o processo de aceitação em instituições estrangeiras. Algo muito curioso do programa é que, apesar de não ser obrigatório, a intenção é que o estudante volte ao Brasil para colocar em prática sua visão de melhorias e de como impactar de forma positiva.

O que preciso fazer para conseguir uma bolsa?

Como conseguir uma bolsa de estudos na Europa? Fonte; Pixabay

Como conseguir uma bolsa de estudos na Europa? Fonte: Pixabay

Primeiro de tudo, montar um bom caso. Traduzindo: conseguir boas notas na escola e faculdade, correr atrás de conhecimento — seja um curso de inglês online, seja um webinar de um assunto interessante —, ser um rato de biblioteca…. Enfim, é preciso demonstrar acesso ao conhecimento, o que não falta com a internet à disposição.

Falando de uma segunda língua, a tecnologia pode estar a seu lado, ou melhor, no seu bolso, pronta para ajudar. O aplicativo de idiomas online da Babbel tem uma parceria com a renomada Universidade de Cambridge e disponibiliza o Babbel English Test.

Nele, é possível obter o certificado de inglês em menos de 45 minutos. Com um baixo custo, é possível avaliar suas competências de escuta e leitura em vários níveis de aprendizado.

Com esse certificado, você poderá comprovar a sua proficiência em inglês também para estudar em universidades estrangeiras.

Ao ponto que você já apresenta um portfólio completo, o segundo passo é procurar. Há muitos sites que concentram informações sobre esses processos seletivos e, a partir daí, é sua obrigação ficar atento a datas e aos requisitos de cada um deles, o que varia muito.

Uns podem dar mais peso para notas, outros para a criação de um ensaio ou compartilhamento de sua experiência pessoal. Domine esses detalhes de cada processo seletivo, e suas chances de passar aumentarão exponencialmente.

Sobre a autora:

IMG_3658

Luana Biral – Graduada em Direito, luto pelos direitos humanos, feminismo e igualdade racial. Hobby: literatura, viagem, fotografia e conteúdo web.

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Posts recentes

Dublin

Estrangeiros e o preconceito na Irlanda

6 horas atrás, por Rubinho Vitti
Ensino Superior

Quais são as melhores universidades irlandesas?

2 dias atrás, por Elizabeth Gonçalves
Agenda Cultural

Vem aí mais uma edição da Culture Night

5 dias atrás, por Elizabeth Gonçalves
Crônicas da Ilha

Eu, a bêbada e a Garda

6 dias atrás, por Leandro Mota
Dublin

5 golpes comuns na Irlanda

1 semana atrás, por Duda Gruppi
Publicidade

Falar inglês pode aumentar o seu salário mensal em 50%

1 semana atrás, por Publicidade E-Dublin
Saúde

Qual a importância do seguro viagem durante seu mochilão?

1 semana atrás, por Elizabeth Gonçalves
Crônicas da Ilha

Dizem que sou louco

1 semana atrás, por Leandro Mota