Brasileiros que chegam à Irlanda poderão fazer teste gratuito de Covid-19

Brasileiros que chegam à Irlanda poderão fazer teste gratuito de Covid-19

Rubinho Vitti

1 mês atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

As regras mudaram para quem chega do Brasil para a Irlanda desde a quinta-feira, 14 de janeiro. Por causa de uma nova variante da Covid-19 encontrada em terras brasileiras, o governo irlandês decidiu oferecer testes gratuitos da Covid-19 para quem chega do país.

Ou seja, além da obrigação de apresentar um teste PCR negativo ao desembarcar na ilha, os brasileiros deverão preencher o formulário de localização. Com os dados do passageiro, o HSE (Health Service Executive — Serviço Executivo de Saúde da Irlanda) vai enviar uma mensagem, solicitando a consulta a um GP (clínico geral) gratuitamente, que vai fazer o agendamento de um novo teste, também gratuito.

Passageiros vindos do Brasil poderão fazer teste gratuito da Covid-19. Foto: Rodrigo Pereira/Unsplash

Os passageiros vindos do Brasil, mesmo com teste negativo em mãos e com um novo teste feito em terras irlandesas, precisarão restringir seus movimentos por 14 dias. O formulário de rastreamento é uma forma do governo averiguar se estas restrições estão acontecendo.

Tudo isso é uma forma de evitar que a nova variante da Covid-19, N501Y, encontrada no Brasil chegue à Irlanda, que atualmente já sofre com a variante B117, encontrada no Reino Unido, e responsável pelo alto número de contaminações na ilha.

O que diz o HSE?

O site do HSE foi atualizado no sábado, 15 de janeiro, com informações extras para quem chega do Brasil.

O site diz: 

  • você deve isolar-se (permanecer no seu quarto) por 14 dias a partir da data de chegada à Irlanda
  • entraremos em contato com você, usando as informações fornecidas no formulário de localização de passageiros, para que você possa fazer um teste COVID-19
  • se você já fez um teste COVID-19 particular, ainda precisa completar 14 dias de auto-isolamento, independentemente do resultado
  • não vá a consultas de saúde de rotina e não urgentes durante seus 14 dias de isolamento
  • não visite lares de idosos ou instituições residenciais de cuidados até que tenha completado 14 dias de auto-isolamento.
  • se o resultado do seu teste for positivo, todos os seus contatos próximos precisarão ser testados para COVID-19. Diga a seus contatos próximos para telefonar para o GP e explicar que eles são contatos próximos de alguém que viajou do Brasil e ele os priorizará para um teste COVID-19
  • você deve completar 14 dias completos de auto-isolamento, mesmo se o resultado do seu teste for negativo
  • se você desenvolver sintomas de COVID-19, ligue para um clínico geral para agendar um teste para COVID-19 e diga que você esteve recentemente no Brasil e desenvolveu sintomas de COVID-19. Faça isso mesmo se o resultado do teste for negativo
  • se você não tiver um GP, pode ligar para qualquer GP

Novos recordes em hospitais

Em relatório do governo irlandês publicado no sábado, 15 de janeiro, quando foram registradas 1.850 pessoas internadas no país com Covid-19 e 184 delas em UTIs, o médico Tony Holohan, chefe do Departamento de Saúde da Irlanda, afirmou que a nova variante da Covid-19 identificada no Brasil ainda não foi encontrada na Irlanda.

“É essencial que qualquer pessoa que chegue do Brasil se isole por 14 dias a partir da data de chegada, antes de entrar / reingressar no local de trabalho. Estamos particularmente apelando aos empregadores para que permitam que seus funcionários se protejam mutuamente ficando em casa o tempo todo 14 dias”, disse, ressaltando que os brasileiros devem entrar em contato com o GP ao chegar no país.

Brasileiros residentes na Irlanda que chegaram nos últimos dias à ilha relataram que receberam uma mensagem do HSE pedindo para que entrassem em contato para o teste.

Leia também: Reino Unido veta voos vindos do Brasil por causa de mutação da Covid-19

 

Foto de capa: Prasesh Shiwakoti (Lomash)/Unsplash

 

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar