Brexit: compras em sites do Reino Unido ficarão mais caras para irlandeses

Brexit: compras em sites do Reino Unido ficarão mais caras para irlandeses

Rubinho Vitti

2 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Quem mora na Irlanda e costuma fazer compras online de produtos vindos do Reino Unido deverá pagar mais pelos produtos após 1º de janeiro de 2021, quando UK sai definitivamente da União Europeia. Haverá um aumento aproximadamente 40% em compras feitas em sites britânicos.

Isso porque impostos e taxas pós-Brexit serão adicionados ao preço dos produtos. Segundo matéria do Irish Times, roupas compradas em um site do Reino Unido por € 167, por exemplo, sairá € 236,32 a clientes que moram na Irlanda.

O The Revenue Commissioners and the Competition and Consumer Protection Commission (CCPC) — órgão sobre direito do consumidor na Irlanda — informou ainda que os direitos de consumidor atuais na UE não serão mais aplicáveis nas compras feitas em sites britânicos.

Quem vive na Irlanda vai pagar mais taxas por compras feitas em sites do Reino Unido a partir de 1º de janeiro de 2021. Foto: Colin Watts/Unsplash

O órgão explicou que os consumidores podem ver mudanças em três cenários:

  1. encargos de importação adicionais não serão cobrados ao comprar produtos por € 22 (incluindo despesas de envio, entrega, seguro e manuseamento) ou menos
  2. cobrança de IVA em mercadorias com valor superior a € 22 (incluindo despesas de envio, entrega, seguro e manuseio)
  3. pagamento de Direitos Aduaneiros e IVA em mercadorias com valor superior a € 150 (excluindo despesas de envio, entrega, seguro e manuseio)

O consumidor poderá pagar pelas taxas (IVA, encargo de importação, etc) no momento da compra ou, caso isso não ocorra, o cálculo é feito pela alfândega e o consumidor deverá pagar as taxas à transportadora antes que as mercadorias sejam entregues.

Amazon informa clientes sobre mudanças

Outra questão é a devolução de produtos. A RTÉ afirmou que a Amazon já escreveu para clientes irlandeses e de outros países da UE informando as mudanças nas compras realizadas no seu endereço britânico.

A partir de 1º de janeiro, os consumidores serão responsáveis pelo custo de devolução dos produtos, a menos que estejam danificados ou o produto incorreto tenha sido enviado.

A Amazon também afirmou que encomendas postadas a partir de 1º de janeiro de 2021 estarão sujeitas a “direitos aduaneiros, impostos e taxas”.

O “Import Fee Deposit” poderá também alterar o valor inicial do produto na hora de fechar o carrinho de compras.

Irlandeses ainda não estão informados sobre mudanças

Uma pesquisa feita pelo CCPC mostrou que apenas 15% dos consumidores estão cientes de que comprar em sites de fora da UE pode gerar impostos e taxas mais altas a partir de 2021.

 

Foto de capa: Elena Mozhvilo/Unsplash

 

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar