Campanha liga pessoas de todo o mundo por meio de tatuagens

Campanha liga pessoas de todo o mundo por meio de tatuagens

Rubinho Vitti

5 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

O Momondo, buscador de viagens gratuito, realizou um estudo global para saber dos viajantes se a tolerância com outras culturas aumentou ou diminuiu. Para 49%, as pessoas estão menos tolerantes que há 5 anos. O fato é que as entrevistas apontaram que o hábito de viajar ajuda a abrir a mente, pois 61% acredita que as pessoas podem agir em prol de um mundo mais unido.

Com o resultado em mãos, o Momondo criou a The World Piece, iniciativa testa os limites da conexão humana, reunindo pessoas de todo o mundo por meio de tatuagens conectadas feitas com um traço único. A ideia é que o mundo não pode se dividir se as pessoas estiverem unidas.

“Para ajudar a combater a tendência de um mundo dividido, revelada pelo nosso estudo,
decidimos criar uma manifestação visual e viva da conexão humana. Pedimos a pessoas de
diferentes partes do mundo, cada uma com diferentes histórias de vida, que se conectassem
por meio de uma tatuagem de traço único — para mostrar que, apesar das nossas diferenças,
estamos unidos em nossa humanidade. Ficamos impressionados quando milhares de pessoas se interessaram em participar do projeto”, afirma Per Christiansen, VP de Marketing EMEA na
Momondo.

Participaram 61 pessoas de diferentes países e realidades. Cada uma recebeu
uma tatuagem única desenhada pelo artista Mo Ganji. Posteriormente, elas
viajaram juntas para compartilhar suas histórias e ficaram lado a lado para criar a obra de arte
única e global chamada “The World Piece”.

Agora, o Momondo realiza uma nova competição, oferecendo a duas pessoas a oportunidade de fazer parte do projeto The World Piece. Os dois ganhadores serão selecionados entre diferentes países e culturas com base em suas razões para querer conectar o mundo. Eles ganharão uma viagem de 3 dias a Berlim (incluindo o transporte aéreo e a acomodação) e tatuagens conectadas desenhadas pelo tatuador Mo Ganji.

Outras 20 pessoas receberão 1000 dólares para visitar o país que mais abriria a sua cabeça para o mundo.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar