Cerca de 400 brasileiros testaram positivo para a Covid-19 na Irlanda

Cerca de 400 brasileiros testaram positivo para a Covid-19 na Irlanda

Rubinho Vitti

1 mês atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Os brasileiros são a nacionalidade mais afetada pela Covid-19 entre os estrangeiros que vivem na Irlanda. Segundo dados da HPSC (Health Protection Surveillance Centre — Centro de Vigilância de Proteção à Saúde), divulgados pelo jornal Irish Times, foram 397 brasileiros que testaram positivo para o vírus no país entre março e outubro.

Segundo o HPSC, que divulgou os números, dados da nacionalidade ou etnia dos contaminados “nem sempre estavam disponíveis” ao coletar informações de pacientes com coronavírus, o que pode alterar a realidade dos resultados, e são baseados no país de nascimento dos pacientes.

Os 400 casos de brasileiros representa 0,74% do total acumulado na ilha. Na quarta-feira, 21 de outubro, foram registrados 1.167 novos casos na Irlanda, com três mortes, totalizando 1.868 vítimas fatais e 53.422 casos confirmados desde o início da pandemia. 

Testes mostram que brasileiros são a nacionalidade mais afetada pelo Covid-19 na Irlanda. Foto: Unsplash

O jornal Irish Times, que divulgou o resultado dos dados do HPSC, afirmou que, depois dos brasileiros, os maiores casos estão nas comunidades de nigerianos (300), britânicos (241), e moldavos (233).

Os dados do HPSC sobre o coronavírus em cidadãos estrangeiros que vivem na Irlanda também mostram 229 poloneses, 220 indianos, 218 romenos, 162 lituanos, 134 filipinos e 66 congoleses com teste positivo para a doença em outubro.

Continuando a lista, estão 66 paquistaneses, 60 letões e 51 sul-africanos. Dezesseis estrangeiros que nasceram fora da Irlanda, mas vivem no Estado, morreram do vírus entre março e início de outubro.

Leia também: Covid-19: Irlanda bate novo recorde antes de entrar para o Nível 5

O jornal destaca o risco que estudantes estrangeiros, como os brasileiros, correm ao virem estudar na ilha, já que vivem em casas com muitas pessoas, em situação de vulnerabilidade. Assim como outros estrangeiros, os brasileiros também estão na linha de frente de trabalhos como enfermeiros, além de serviços essenciais em restaurantes, supermercados, entre outros.

O jornal também destaca que são 14.910 brasileiros (incluindo 1.270 irlandês-brasileiros) residindo na Irlanda, de acordo com o censo de 2016, o que não inclui a passagem de intercambistas que ficam por um tempo e vão embora ou brasilerios com dupla nacionalidade.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar