Cigarros eletrônicos podem ser proibidos na Irlanda

Cigarros eletrônicos podem ser proibidos na Irlanda

Rubinho Vitti

1 semana atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

Hoje permitidos, os cigarros eletrônicos — os famosos vapings ou e-cigarrets — podem ser proibidos na Irlanda. Com estudos recentes sobre a nocividade desse tipo de fumo, as autoridades estão começando a se preocupar com o uso dos e-cigarrets na ilha.

Irlanda poderá proibir os cigarros eletrônicos após Estados Unidos terem mortes ligadas diretamente ao uso do produto. Foto: Pxhere

Estabelecimentos irlandeses já proíbem os cigarros eletrônicos em locais fechados e universidades estão, aos poucos, banindo-os de seus campi. Proibidos no Brasil, esses cigarros muitas vezes conquistam os brasileiros que chegam à Irlanda para fazer intercâmbio e acabam utilizando-o sem saber dos males que podem causar.

O senador irlandês James Reilly, que já foi ministro da Saúde na Irlanda, pediu ao governo que considere proibir vapings no país. Ele já está criando um projeto de lei para impedir o uso dos e-cigarrets por menores de 18 anos. Ele afirmou que “pesquisas sobre os efeitos do vaping ainda estão em andamento, mas parece haver riscos significativos relacionados ao vaping”.

Leia mais: Aproveite o intercâmbio na Irlanda para deixar de fumar

Faculdades como Trinity College estão avaliando os riscos do vaping e proibindo seu uso gradativamente. Na Trinity, os e-cigarrets já são proibidos em áreas fechadas, mas poderão ser em breve banidos de todo o campus, assim como já acontece com os cigarros tradicionais.

Existem proibições também na Universidade de Limerick, Dublin City University, University College Dublin, National University of Ireland, University College Cork, entre outras.

A Irlanda tem-se baseado muito nos Estados Unidos, que estão intensificando as proibições dos cigarros eletrônicos após, pelo menos, 18 mortes terem sido diretamente relacionadas ao produto e mais de 1.000 pessoas ficarem enfermas pelo uso contínuo dos vapings, de acordo com o centro de controle e prevenção de doenças norte-americano.

A American Medical Association pediu aos americanos que parem de usar qualquer tipo de cigarro eletrônico, além de pedir à imprensa para rejeitar anúncios de empresas que vendem o produto. O presidente Donald Trump anunciou que seu governo proibirá cigarros eletrônicos. A Índia e o estado americano de Massachusetts já proibiram totalmente todos os produtos de cigarro eletrônico.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar