5 dicas importantes para os viciados em viagens

5 dicas importantes para os viciados em viagens

Carol Braziel

1 mês atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Se essa vontade de viajar parece insaciável, bem-vindo ao clube!

Afinal, seja no Brasil ou por esse mundão afora, viajar é preciso. E se isso fosse considerado um vício, garantimos que seria um dos melhores!

Pensando nisso, o E-Dublin busca sempre trazer dicas para ajudar os “viciados de plantão” a fazer com que cada viagem seja mais especial e com o menor número de empecilhos possível. No artigo de hoje, trazemos 5 delas, para quem está planejando sua próxima viagem:

 1. Apps

Créditos: Pixabay

Dez aplicativos que todo viajante deveria consultar. Créditos: Pixabay

Um viajante esperto é um viajante que tem os aplicativos certos. Por exemplo, em Dublin, aplicativos como “Dublin Bus”, “Luas” e “Weather Channel” são essenciais! E por que não os famosos apps de relacionamentos como o “Tinder” e “Pof”? Afinal, você estará em um lugar novo, querendo conhecer pessoas, certo? Ah, e não esqueça dos mapas, além de apps como Uber ou de táxi para qualquer emergência.

2. Comida barata

Aposte ns mercearias de bairro e hosteis com cozinha.Créditos: Pixabay.

Aposte nas mercearias de bairro e hostels com cozinha. Créditos: Pixabay.

A dica pode parecer boba, mas é boa! Se estiver fazendo uma viagem low cost e o dinheiro, inclusive pra comida, já está contado, pesquise quais são os mercadinhos (a céu aberto ou não) que existem perto de onde está hospedado. Geralmente, eles se parecem muito com aquelas mercearias de bairro que temos no Brasil. Lá encontrará alimentos baratos, com sabores locais e, de quebra, dará aquela economizada no orçamento da viagem.

3. Worldpackers

Como dissemos, viajar é preciso, mas também exige certo investimento. Às vezes, a passagem é barata, mas a acomodação não, e vice-versa. Sabendo disso, dois amigos criaram um projeto muito criativo e inteligente, o World Packers.

Ele tem como objetivo fazer a conexão entre os viajantes e hostels com vagas temporárias de empregos, como DJ, recepcionista, faxineiro, entre outros. É tudo muito simples e genial. Você se cadastra, verifica quais hostels estão precisando de funcionários na cidade que você precisa e inicia uma conversa com o responsável do local.

O viajante trabalha no hostel e, de quebra, consegue um lugar para dormir. Os dois saem ganhando, já que o hostel gasta muito menos, além de ter um quadro de funcionários do mundo todo, e o viajante consegue um lugar para morar no período da sua viagem.

Trabalhos em hosteis como uma forma de economizar na acomodação. Créditos: Pixabay.

Trabalhos em hostels como uma forma de economizar na acomodação. Créditos: Pixabay.

Atualmente, o site tem mais de 1.000 voluntários e 190 hostels cadastrados, espalhados por 70 países, como China, Filipinas, Portugal, Índia, Dinamarca, Estados Unidos, Nova Zelândia, África do Sul, entre outros. Vale a pena conferir! Acesse o site.

4. Couchsurfing

Sempre há um sofa esperando por você. Créditos: Pixabay.

Sempre há um sofá esperando por você. Créditos: Pixabay.

Já bem conhecido entre muitos viajantes (principalmente na Europa), o couchsurfing é uma grande comunidade online de viajantes que compartilham seus quartos vagos ou sofás com estranhos, gratuitamente. É seguro e muito recomendado como forma de conhecer mais sobre a cultura local, além de fazer o viajante economizar. É divertido e seguro. Basta criar seu perfil e descobrir as milhões de possibilidades de conhecer um lugar novo de forma mais barata. Acesse o site. 

5. Medo de avião?

Aposte nas cadeiras localizadas próximas as asas. Créditos: Pixabay.

Aposte nas cadeiras localizadas próximas às asas. Créditos: Pixabay.

Aí você descobre ser um viajante nato, mas não consegue se adaptar com as viagens de avião e suas temidas turbulências. E agora? Um truque bem simples e que pode ajudar muito na sua próxima viagem é escolher os assentos que ficam perto das asas do avião. Eles sofrem menos os efeitos da trepidação, típicos da turbulência, porque estão numa parte da aeronave cuja estrutura é mais reforçada, exatamente para sustentar as asas. É relaxar e viajar!

Ouça também: Curiosidades sobre aeroportos e aviões – E-Dublincast (Ep. 35)

Carol Braziel
Carol Braziel, Formada em Relações Públicas e pós-graduada em MKT pela ESPM|Brasil. Com mais de seis anos de experiência em MKT, decidiu vivenciar o sonho de morar na Europa, mais precisamente na terra dos Leprechauns. Apaixonada incurável por viagens, tem como vício a leitura e pesquisa sobre destinos, curiosidades e roteiros de viagens pelo mundo.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

  • Paris para mochileiros: se liga nessas dicas

    Destinos pelo Mundo

    Paris para mochileiros: se liga nessas dicas

    A capital francesa é o sonho de todo viajante. Todo o charme da cidade-luz é...

    Colaborador E-Dublin

    3 semanas atrás

    Paris para mochileiros: se liga nessas dicas
  • 10 destinos imperdíveis para você visitar

    Destinos pelo Mundo

    10 destinos imperdíveis para você visitar

    Uma das vantagens de fazer intercâmbio na Europa, é a possibilidade de...

    Elizabeth Gonçalves

    2 meses atrás

    10 destinos imperdíveis para você visitar

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar