Com Brexit, viagem entre Irlanda e Reino Unido com pets pode ser mais burocrática

Com Brexit, viagem entre Irlanda e Reino Unido com pets pode ser mais burocrática

Rubinho Vitti

3 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

As viagens entre Irlanda e Reino Unido, após o Brexit, poderão ser mais burocráticas se você estiver levando seu animal de estimação. As regras serão aplicadas de formas diferentes, dependendo do cenário que ocorrer após 31 de outubro, data máxima para o Reino Unido sair da União Europeia, com ou sem acordo.

Questões como vacinas e passaporte animal da UE estão na lista das necessidades para se transportar seu bichinho durante uma viagem entre Irlanda e UK após o Brexit. Foto: PXhere

Segundo o governo irlandês, é importante para os que estão pensando em viajar com seus pets para o Reino Unido após essa data já se informarem sobre os possíveis cenários e visitarem o veterinário do animal a fim de tomar as providências necessárias em tempo hábil.

São três cenários possíveis:

  • Cenário 1: viajando para o Reino Unido em férias com seu animal de estimação e retornando à Irlanda.
  • Cenário 2: viajando do GB para a Irlanda com seu animal de estimação.
  • Cenário 3: mudando para UK com seu animal de estimação e não retornando à Irlanda.

Nos cenários 2 e 3, seu pet deve:

  1. Ser micropigmentado antes de sua primeira vacinação antirrábica;
  2. Ser vacinado contra raiva;
  3. Para viajar ao Reino Unido, é preciso ter um passaporte da UE para animais de estimação ou um certificado de saúde da UE;
  4. Ter feito um exame de sangue para teste de raiva. Você deve esperar, pelo menos, 30 dias após a administração da vacina contra a raiva antes da realização do exame de sangue. Você deve organizar o teste na Irlanda antes de viajar. Se o teste for administrado em UK após a saída, o animal deve esperar três meses a partir da data em que o teste de titulação da raiva foi bem-sucedido antes de poder viajar para a Irlanda. Se o teste não for bem-sucedido, será repetida a vacinação necessária, bem como outro exame de sangue será realizado, pelo menos, 30 dias após a repetição da vacinação;
  5. Os cães precisarão receber tratamento contra Echinococcus multilocularis (tênia), por um veterinário antes de voltar a entrar na Irlanda;
  6. Qualquer pessoa que leve um pet para a Irlanda de UK terá que avisasr o Departamento de
    Agricultura, Alimentos e Marinha com antecedência e por e-mail antes da chegada.

Leia também: Brexit poderia unir Irlanda e Irlanda do Norte?

No caso do cenário 3, o governo do Reino Unido indicou que as regras de viagens de animais de estimação para entrada no Reino Unido não podem ser alteradas algum tempo após o Brexit, mas você deve verificar com as autoridades britânicas as informações mais recentes.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar