Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Ká Estou Eu

Como é a Saúde na Irlanda

Karine Keogh postou em 15 jan 2017

Se você mora na Irlanda ou está pesquisando como é a vida na por aqui, já deve ter se deparado com posts sobre como é a saúde do lado de .

Com certeza, a Saúde na Irlanda é ponto crítico, por isso o seguro saúde é tão importante.

O Brasil dá de 10 a 0 em relação à Irlanda quando o assunto é Saúde, com exceção da parte obstétrica que, na minha opinião, está anos luz à frente do nosso país, por encarar a gravidez justamente como nossos avós a encaravam.

Por outro lado, em outras áreas faltam especialistas e o sistema é bem diferente ao que a gente, de classe média, está acostumado.

Na Irlanda, não existe saúde pública, com exceção dos portadores de Medical Card (um benefício concedido aos cidadãos europeus que estejam desempregados e que comprovem a impossibilidade de arcar com despesas médicas), dos aposentados e de crianças até os 6 anos de idade (para consultas no Clínico Geral). Os outros todos precisam pagar.

Se o atendimento que você procura não é de emergência, o primeiro passo é marcar uma consulta com um GP – General Practitioner (o Clínico Geral), que geralmente cobra entre €50 e €70, dependendo da área onde você mora. Se o seu problema precisar de uma atenção especializada, o encaminhamento é feito através do próprio médico. Se isso acontecer, ele vai te perguntar se você quer ir pelo sistema público ou pelo privado.

No caso de optar pelo público, a espera pode ser longa, de meses – nada diferente do SUS.

Se optar pelo privado, o atendimento será muito mais rápido.

Caso você precise de um atendimento de urgência, ao se dirigir a um dos hospitais, você pagará uma taxa de €100 – se precisar fazer exames, nessa taxa eles já estarão inclusos.

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Porque é importante procurar o médico logo no início dos sintomas?

É normal que tendo que colocar a mão no bolso a gente acabe adiando a ida ao médico e não procure ajuda logo que os sintomas aparecem. Mas, se sua situação se agravar, pode ser muito pior, não só por motivos óbvios de saúde, como também por motivos financeiros. Sem contar que não há nada pior do que ficar seriamente doente longe de casa, não é mesmo?

Se você desenvolver algum sintoma, procurar o seu GP e ele te encaminhar ao hospital, você não precisa pagar a taxa de emergência, ou seja, ao invés de pagar €100, você paga apenas os €50 do clínico geral.

Lembre-se, também, que internação e possíveis operações e intervenções não estão inclusos nessa taxa, por isso, antes de fazer seu intercâmbio, pesquisar um bom seguro saúde é fundamental.

E não se esqueça, na Irlanda, faça como os irlandeses: A Pint a day keeps the doctor away!

Revisado por Tarcísio Junior
Imagens via Shutterstock
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


A Ká escreve crônicas sobre tudo, nem o carteiro se livrou. Ela não bebia até ter 4 kids, agora seus pratos preferidos contem vinho como ingrediente principal. Ela tem um marido rosa, adora compartilhar estórias e tem sempre um plano B. Para conhecer mais sobre a Irlanda e a Maternidade do lado meio irish, meio brasileiro de ser, você pode acompanhá-la no Facebook, Instagram e no seu blog Ká.Entre.Nós.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Saúde

Hospitais irlandeses aumentam taxa de atendimento emergencial

2 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Outros

Emergências no Exterior: Para quem pedir socorro?

1 mês atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

8 coisas que não te contam sobre a Irlanda

2 meses atrás, por Tarcisio Junior
Trabalho

É possível trabalhar com enfermagem na Irlanda?

2 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves