Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Trabalho

Como é o mercado de trabalho em Malta?

Elizabeth Gonçalves postou em 04 jun 2018

Com as recentes mudanças nas regras para estudantes internacionais em Malta, que agora podem trabalhar no país por um período de até 20 horas semanais, muita gente já começou a se questionar como é o mercado de trabalho para estrangeiros no país.

Antes de tudo, é importante ressaltar que Malta é um país pequeno, com cerca de 430 mil habitantes. Portanto, diferentemente de outras nações europeias, em Malta não há uma vasta opção de grandes empresas multinacionais, como na Irlanda, por exemplo.

Outro ponto importante é que os malteses precisam importar quase tudo, já que não há infraestrutura interna para suprir a demanda.

Considerando este cenário, dependendo da área na qual se pretende trabalhar, vale ter em mente que Malta dá prioridade aos malteses. Assim, muitas vagas são preenchidas pelos próprios nativos da ilha.

Além disso, é importante lembrar que também há centenas de cidadãos europeus em busca de uma oportunidade na ilha. Portanto, como você já pode imaginar, a concorrência é grande. Mesmo assim, claro, nada é impossível.

Trabalhos em alta temporada

Malta é um popular destino de férias durante a primavera e o verão. Com isso, o setor de bares e restaurantes é um dos que mais abrem vagas de trabalho nesse período do ano.

Grande parte dessas oportunidades de emprego ficam em cidades mais turísticas, como Silema, St. Julian’s, Valletta, St. Paul’s Bay, Gzira, entre outras.

Foto: Georgerudy | Dreamstime

Setor de serviços é um dos que mais oferecem vagas no país. Foto: Georgerudy | Dreamstime

Outra área bem promissora no país é o setor de hotelaria, já que, com o aumento do número de turistas no país, também crescem as oportunidades de trabalho nas redes de hotéis, resorts e pousadas de Malta.

Além disso, o setor de comércio é um dos que mais ofertam vagas de trabalho, com oportunidades para atuar em lojas e shopping centers da ilha.

Para os estudantes que, em breve, poderão trabalhar no país, vale ficar atento às oportunidades oferecidas pelas próprias escolas de inglês. É bem comum que muitas abram oportunidades de estágio na área administrativa ou, até mesmo, de vendas.

Como procurar emprego em Malta?

Uma das melhores maneiras de se encontrar trabalho em Malta, principalmente estudantes que buscam vagas part-time, é sair às ruas com o currículo em mãos e entregar nos estabelecimentos.

Foto: Bartpeereboom | Dreamstime

Alguns sites ajudam na hora de buscar uma vaga de trabalho. Foto: Bartpeereboom | Dreamstime

Para estudantes, é recomendado se registrar no Jobsplus, plataforma exclusiva do governo maltês, que liga candidatos a empregadores.

As escolas da ilha estão preparadas para auxiliar com os documentos necessários para acessar ao Jobsplus, de acordo com a nova política de vistos.

O país também conta com alguns portais de emprego relevantes, como o Career Jet e o Top Jobs Malta. Neles são anunciadas vagas em diversas categorias.

Mercado para expatriados

Os expatriados das áreas de tecnologia, indústria farmacêutica e turismo são aqueles que possuem uma maior chance de obter um trabalho permanente em Malta.

Lembrando que, em muitos casos, além do inglês fluente necessário para se conquistar uma dessas vagas, a prioridade é dos cidadãos que possuam passaporte europeu.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Elizabeth Gonçalves é jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há mais de um ano e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Meu Intercâmbio

Como conseguir trabalho formal como chef na Irlanda?

2 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin