Como é o trabalho de Uber na Irlanda?

Como é o trabalho de Uber na Irlanda?

Colaborador E-Dublin

4 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Muitas pessoas que decidem fazer intercâmbio ou buscam um trabalho na Irlanda se perguntam: “é possível ser Uber na Irlanda?”. É uma ótima maneira de ser seu próprio chefe. No entanto, para exercer essa profissão na ilha é necessário a comprovação de inúmeros documentos. Ou seja, é uma baita burocracia e que pode levar tempo até que você consiga de fato começar a circular pelas cidades irlandesas com passageiros.

Antes de qualquer coisa é preciso fazer um cadastro no site da Uber e passar por uma checagem de informações e de segurança. E mais: os usuários do aplicativo Uber na Irlanda só podem reservar motoristas de táxi totalmente licenciados.

Diferente do Brasil, é possível ser Uber na Irlanda se você também for taxista, o que envolve muitas outras barreiras.

Leia também: Trabalhar na Irlanda: regras, vistos e profissões para brasileiros

Como se registrar para ser Uber na Irlanda?

Uber-na-irlanda

É possível se cadastrar para ser Uber na Irlanda, mas prepare-se para a burocracia. Foto: Austin Distel/Unsplash

A única maneira de se registrar para ser Uber na Irlanda é acessando o aplicativo para se inscrever. Lá é possível ver todas as recomendações exigidas para começar a trabalhar pelo país.

Mas vamos compartilhas alguns pontos importantes aqui:

1. Inscreva-se online

Se você tem um smartphone e um endereço de e-mail, já é um bom começo! Afinal, sem isso é impossível se cadastrar na plataforma.

2. Documentação

Não vai assustar, hein? A papelada é gigantesca! Antes de começar a dirigir com o Uber, você terá que ser aprovado pelo conselho local.

Existem alguns documentos que são exigidos:

  • Carteira de motorista válida (irlandesa ou europeia)
  • Licença SPSV válida
  • Licença de táxi
  • Certificado de seguro cobrindo o uso de seu veículo como um SPSV
  • Uma foto de perfil de motorista

Deve ser uma foto voltada para a frente, centralizada, incluindo o rosto completo e a parte superior dos ombros do motorista, sem óculos de sol

Além disso, deve ser uma foto apenas do motorista, sem outro item no enquadramento, bem iluminada e em foco. Não pode ser uma foto de carteira de motorista ou outra fotografia impressa.

3. Ter um veículo

Essa parte também é complicada, pois quase ninguém que embarca para fazer um intercâmbio na Irlanda coloca nos planos do intercâmbio “ter um carro”. Porém, para atuar como Uber, é fundamental comprar um carro nos padrões exigidos pelo aplicativo.

4. Ativação da conta

Se você concluir todas as etapas acima, aí sim você poderá oficialmente se cadastrar!

Leia também: Como tirar carteira de motorista na Irlanda

Qual é o ganho como taxista ou Uber?

Uber-na-irlanda

Quem se arriscar a ser Uber na Irlanda vai competir com 16 mil taxistas que atuam só em Dublin. Foto: Humphrey Muleba/Unsplash

Dublin, a capital da Irlanda, tem mais de 500 mil habitantes e acima de 16 mil táxis em circulação. É muita coisa, né?

A grande quantidade de táxis é boa para o turismo e para os moradores, mas a competitividade nessa área também é alta, ainda mais com novos aplicativos chegando ao país e ganhando clientela com preços mais acessíveis.

Como curiosidade: os táxis em Dublin são identificados apenas pelo letreiro no teto do veículo, já que não têm outra marca distintiva. Agora, dá só uma olhada em uma média de preços que os taxistas costumam cobrar para percorrer a cidade.

Lembrando que os novos aplicativos reduzem esses valores para se tornarem mais atrativos.

Tarifas dos táxis em Dublin

  • De segunda a sábado, das 8:00 às 20:00 horas
    Bandeirada: €3,60 (R$24) (inclui os primeiros 500 metros).
    Preço por quilômetro: €1,10 (R$7,40) (até 15 quilômetros) ou €1,45 (R$9,70) (mais de 15 quilômetros).
    Preço por minuto de espera: €0,36 (R$2,40).
    A partir dos 15 quilômetros ou dos 40 minutos de trajeto, os preços aumentam 30%.
  • Madrugada, domingos e feriados
    Bandeirada: €4 (R$26,70) (inclui os primeiros 500 metros).
    Preço por quilômetro: €1,40 (R$9,40) (até 15 quilômetros) ou €1,75 (R$11,70) (mais de 15 quilômetros).
    Preço por minuto de espera: €0,48 (R$3,20).
    A partir dos 15 quilômetros ou dos 40 minutos de trajeto, as tarifas sobem 30%.

Para simplificar, diremos que o preço de um táxi do aeroporto até o centro varia entre €30 (R$200,50) e €40 (R$267,30). Um trajeto padrão pelo centro de Dublin custa entre €7 (R$46,70) e €10 (R$66,80).

Leia também: Quanto custa manter um carro na Irlanda?

Como é o trabalho de taxista ou Uber na Irlanda?

Uma coisa importante antes de decidir atuar como Uber na Irlanda é saber quanto a empresa Uber vai cobrar de você. A única categoria possível é o Uber Black, que cobra 20% do total da corrida. A outra categoria é um táxi comum, que cobra 25% do total da corrida.

Na categoria Black, o cliente tem mais conforto. Os carros precisam ser sedans pretos ou SUV fabricados a partir de 2010, os bancos precisam ser de couro e o carro precisa ter ar-condicionado.

Enquanto na categoria de táxi comum os carros podem ser a partir de 2008, com quatro portas, ar-condicionado e cinco lugares.

Outro ponto muito importante que você precisa saber é que os motoristas Uber são frequentemente avaliados. Os usuários podem dar as suas classificações sobre o motorista. Periodicamente, o Uber faz uma avaliação dessas notas.

Quais empresas de táxi estão disponíveis na Irlanda?

Uber-na-irlanda

Para ser Uber na Irlanda, o usuário deve, obrigatoriamente, ser taxista. Foto: Lexi Ruskell/Unsplash

Além do Uber, existem outros aplicativos de transporte na Irlanda! Conheça alguns deles:

  • Free Now
    Esse aplicativo é o antigo “MyTaxi”, bem famosinho nas cidades irlandesas, e funciona de maneira semelhante ao Uber. Você só precisa digitar onde você quer ir e o motorista vai pegar. O aplicativo informa quanto tempo precisará esperar e você pode ver o caminho do seu taxista no mapa. Fácil, né?
  • Hailo
    Se em algum momento você estiver na Irlanda, principalmente na capital do país, Dublin, e precisar de um aplicativo de transporte, saiba que o Hailo está disponível para Android e clientes iOS. Pela plataforma, é possível encontrar o táxi mais próximo e fazer o pagamento via cartão previamente cadastrado.
  • Bolt
    A empresa da Estônia está traçando planos para lançar seus serviços de aplicativos de táxi em Dublin. Bolt, anteriormente conhecido como Taxify, tem se expandido agressivamente pela Europa e se tornou uma dor de cabeça notável para o Uber, sendo lançado no principal mercado de Londres no ano passado. Semelhante ao Uber, Bolt se aventurou além das operações de carona e táxi com serviços como entrega de comida e aluguel de e-scooter.

Dificuldades de trabalhar como taxista ou Uber

Uber-na-irlanda

O trabalho de Uber na Irlanda depende de muitas regras estritas. Foto: why kei/Unsplash

Outra coisa importante e que deve ser levada em conta antes da decisão final de ser Uber na Irlanda é que Dublin, a capital Irlanda, é uma cidade agitada e cosmopolita, ou seja, o fluxo de passageiros é intenso e, às vezes, pode ocorrer de uma pessoa entrar no carro alcoolizada ou, até mesmo, não ter cuidado com o veículo. Além disso, quando se é taxista na Irlanda, é necessário pagar taxas ao governo.

Vantagens de ser Uber na Irlanda:

  • ter flexibilidade de horário
  • lucro de acordo com o tempo trabalhado
  • fazer renda extra

Desvantagens de ser Uber na Irlanda:

  • necessário investir em um veículo
  • fazer manutenção com frequência
  • não ter salário fixo
  • não ter benefícios
  • concorrência alta

Além de toda a burocracia, ainda entra a questão de saber exatamente quais são os lugares mais estratégicos da cidade, aqueles com maior procura pelo serviço de Uber, para não perder tempo e fazer uma corrida seguida da outra.

É burocrático e complicado ser Uber na Irlanda! Mas somente você poderá decidir se essa profissão vai valer a pena. Afinal, tudo depende dos seus objetivos e propósitos ao se mudar para o país.

Veja também

Como é o Regime Trabalhista na Irlanda?

ANA CAROLINA BRUNELLI,

Formada em jornalismo pela UNIMEP. Criadora de conteúdo para redes sociais, com experiência em Diversidade & Inclusão. Esteve na Irlanda duas vezes e, desde a primeira vez no país, soube que Dublin era o seu lugar no mundo. Ama inspirar e incentivar as pessoas a viverem a incrível experiência de conhecer a Ilha Esmeralda.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar