Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Meu Intercâmbio

Como organizar as coisas antes de viajar? 

Caroline Rodrigues postou em 08 ago 2016

Como qualquer projeto, sair para um intercâmbio requer um bom e completo checklist. Quando você tem mais de 30 anos, as responsabilidades e os compromissos requerem organização e jogo de cintura. Não dá mais para simplesmente arrumar as malas sem olhar para trás.

Contas, família, cachorro, casa, banco e carro são alguns dos pontos que você precisa resolver antes de viajar, principalmente quando planeja ficar vários meses fora. No meu caso, comecei fazendo uma lista dos serviços que deviam se cancelados e os métodos viáveis para se fazer isto.

Em seguida, pensei no restante das coisas e montei um cronograma, utilizando aplicativos para organização de compromissos. O legal dessas ferramentas é que você é avisado de todas as tarefas e não corre o risco de esquecer nada.

shutterstock_457507423

Apps de organização vão te ajudar bastante! Foto: Shutterstock

Concessionárias = problemas

Prepare-se para ficar horas no telefone e não resolver nada. Não é à toa que as maiores vilãs nos Procons do Brasil são as empresas de internet, telefone, TV por assinatura, água e luz. É muito complicado e eu aconselho iniciar o desligamento das empresas com um mês de antecedência.

Eu tive um grande problema ao encerra minha TV por assinatura. Fiquei mais de duas horas no telefone, descobri que precisava pagar uma fortuna de fidelização – e ainda nem constava no sistema uma fatura que já estava paga. Conclusão, precisei pagar a fatura, mesmo quitada, e todos os boletos. A empresa ficou de me ligar para devolver o dinheiro e até hoje, nada.

Achei que já tinha passado por toda a raiva possível mas, por um relampejo de Deus, resolvi ir à loja física para tirar um extrato do meu contrato. Lá descobri que ele ainda estava em aberto. Foi uma confusão que durou sete dias.

Com relação à conta de água e a energia elétrica, eu fui até a concessionária da minha cidade e descobri que preciso pedir o desligamento pessoalmente um dia antes de ir, porque eles fazem o serviço no dia seguinte da solicitação, sem falta.

Cachorro, gato e papagaio

SASHA-MARIA

Optei por deixar a minha princesa canina com a minha mãe. Foto: Arquivo pessoal

É nesta hora que o coração aperta. O que fazer com nossos amados bichinhos de estimação?

Existe uma série de fatores que precisam ser levados em consideração. A quantidade de animais, a possibilidade de ficar na casa de parentes e ainda o tempo que você ficará fora.

No meu caso, eu tenho uma linda princesa canina. Ela é idosa, temperamental e não gosta de bagunça de jeito nenhum. Como vou passar oito meses fora, não queria deixá-la em hotéis ou creches para cães. Primeiro, por causa da impessoalidade e, segundo, pela grana. Esses serviços são muito caros para longos períodos e não sinto segurança.

Minha amiga se propôs a ficar com ela, mas tenho medo delas se envolverem muito e eu acabar perdendo a amiga ou a cadela. A solução foi deixá-la na casa da minha mãe, que fica a 1.200 km. Além do local da residência, também aconselho mandar o animal para um check up médico e, dependendo do caso, castrar, para facilitar o cuidado.

Carro e casa

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Eu optei por deixar minha casa fechada, porque vou ficar apenas oito meses na Irlanda e é inviável alugar. Também não pensei em dividir com ninguém, porque estarei longe e não tenho ninguém próximo que queira.

Agora, eu não pago aluguel. Caso você pague, acho interessante pensar em acomodar suas coisas na casa de um parente ou vender algumas antes de ir. Os valores de locação costumam ser bem caros e não dá para manter gastos desnecessários.

Deixe uma procuração

Para as coisas que ficarem pendentes, deixe alguém responsável. Neste caso, vale fazer uma procuração para alguém de confiança poder resolver questões que aparecerem.

E não se esqueça de ir ao banco atualizar todas as senhas para uso dos atendimentos pela internet, aplicativos e telefone, além de habilitar o uso dos cartões no exterior para qualquer emergência.

Aproveito para lembrar que este foi meu processo de organização, mas cada um tem o seu, dentro das suas possibilidades e responsabilidades. Alguns são mais complexos, outros menos, porém nada de desistir.

Com tudo resolvido, é só fazer as malas e enfrentar a aventura de viver o intercâmbio!

Revisado por Tarcísio Junior
Imagens via Shutterstock
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Caroline Rodrigues estudou Jornalismo na Universidade Federal de Mato Grosso e trabalhava em Cuiabá, onde perambulou por vários veículos de comunicação e assessorias de imprensa por 13 anos. Depois de tomar um café e conversar com amigos, achou que estava engaiolada e resolveu encarar um intercâmbio depois dos 30.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

E-Dublin TV

Vamos falar sobre MEDO – All That Jess#84

2 meses atrás, por Tarcisio Junior
Essenciais

Como levar dinheiro para a Irlanda

3 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Meu Intercâmbio

Existe hora certa para pedir demissão?

4 meses atrás, por Andre Luis Cia
Dicas de Viagem

O intercâmbio começou! E agora?

5 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Clima

Em apuros com o inverno europeu? Se ligue nessas dicas

5 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Dicas de Viagem

Qual a melhor época para visitar a Europa?

5 meses atrás, por Colaborador E-Dublin