Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Curiosidades

Pet sitter e dog walker: como trabalhar de babá de cães e gatos na Irlanda

Rubinho Vitti postou em 27 ago 2018

Pet sitter e dog walker: como trabalhar de babá de cães e gatos na Irlanda

Entre as inúmeras profissões possíveis para intercambistas na Irlanda, uma delas é simplesmente apaixonante: cuidador de animais de estimação.

Em um país onde 61% da população possui cães ou gatos (número aproximado de 460 pets a cada 1.000 habitantes), cada vez é mais comum pagar para uma pessoa cuidar dos “filhos peludos” em momentos de viagem ou durante o dia a dia corrido dos donos.

Os cuidadores são chamados de pet sitter ou pet minder (babá de animais de estimação) ou dog walkers (aqueles que apenas passeiam com os cães). Porém, a tarefa, que parece ser divertida, fácil e carinhosa, tem seus desafios e exige conhecimento em saúde e comportamento animal.

Conheça algumas formas de se dar bem nessa função e, até mesmo, tornar-se um profissional na área!

O que saber antes de ser cuidador de cães e gatos

Para ser babá de cachorro na Irlanda é preciso, em primeiro lugar, ter muito amor e compaixão aos animais, mas não é apenas isso o necessário para o trabalho como cuidador

Para ser babá de cachorro na Irlanda é preciso, em primeiro lugar, ter muito amor e compaixão aos animais, mas não é apenas isso o necessário para o trabalho como cuidador. Foto: Depositphotos

Daí você chegou na Irlanda e decidiu: vou cuidar de pets. Não é bem assim. Apesar de ser legal, é preciso considerar diversos fatos.

De acordo com o site Pet Sitters Ireland, um bom cuidador precisa atender a todos os tipos de pets. Além disso, ter disponibilidade quando solicitado.

É preciso não romantizar a profissão ou achar que o trabalho é fácil e não haverá dificuldades. Cães e gatos, o tipo mais comum de pet, são seres sensíveis e requerem cuidados extras. Além disso, existem regras severas com pets na Irlanda que precisam ser conhecidas e respeitadas.

Atividades com pets são desafiadoras

Os chamados dog walkers, que tem como função levar os cães para passear, é uma das profissões possíveis na Irlanda. Foto: Depositphotos

Os chamados dog walkers, que têm como função levar os cães para passear, é uma das profissões possíveis na Irlanda. Foto: Depositphotos

Em um artigo na página Petful, a cuidadora Melissa Smith conta sobre sua rotina como pet sitter e as dificuldades que já encontrou realizando a profissão. Ela lista algumas coisas que deveria saber antes de começar. Entre elas, está o fato de que as visitas às casas podem demorar mais que o previsto, entre alimentar, brincar, passear e, até mesmo, cozinhar para os pets lá se vão boas horas.

Outro problema recorrente é o horário de trabalho. Segundo ela, pedidos para passeios noturnos, por exemplo, são corriqueiros. Também há muitas ligações de última hora solicitando o serviço. A saída, nesses casos, é cobrar um pouco mais caro.

Onde vender o serviço de cuidador de cães e gatos?

Para trabalhar como babá de cães e gatos é preciso ter o mínimo de conhecimento da saúde e comportamento dos pets

Para trabalhar como babá de cães e gatos é preciso ter o mínimo de conhecimento da saúde e comportamento dos pets. Foto: Depositphotos

O mais importante nesse trabalho é conquistar a confiança dos donos de animais de estimação. Por isso, existem sites e aplicativos especializados em cadastrar os pet sitters e realizar uma avaliação dos clientes para que exista um ranking de confiabilidade.

Entre os mais conhecidos na Irlanda está o Pawshake, uma espécie de rede social de interação entre pet sitters e donos de pet. Existem, ainda, empresas que empregam cuidadores, além de pet shops que oferecem o serviço.

Dicas para não passar sufoco na hora de cuidar de pets

As babás de pet, além de tudo, precisa dar carinho aos cães, gatos e outros animais de estimação que estão sendo cuidados. Foto: Depositphotos

As babás de pet, além de tudo, precisam dar carinho aos cães, gatos e outros animais de estimação que estão sendo cuidados. Foto: Depositphotos

Mesmo tendo experiência pessoal com pets (quem nunca cuidou de um bichinho, levante a mão), é preciso saber sobre os detalhes de cada animalzinho antes de ficar responsável por ele. Por isso, uma conversa antecipada com o proprietário é essencial.

Alguns outros cuidados são imprescindíveis. Vejamos alguns exemplos:

  • Saiba a capacidade do cão na hora do passeio. Alguns cães possuem diferentes tipos de dificuldades e não podem participar de grandes jornadas.
  • Saiba a frequência de refeições e quantidade necessária de comida.
  • Não esqueça do saquinho para recolher o cocô, pois deixar as fezes na rua pode gerar multa.
  • Não se esqueça da focinheira se o cão for de grande porte. A falta dela também gera multa.
  • Nunca saia sem coleira. Um cão não vai respeitar um cuidador como respeita seu dono.

Não pense que apenas cães e gatos vão aparecer para você cuidar. Muita gente tem peixes, coelhos, espécies de répteis e uma infinidade de roedores. Saiba o que espera por você e estude os hábitos do bichinho antes de sair de casa.

Cursos presenciais e online ensinam a ser babá de pets

Babá de pets não cuida apenas de cães e gatos, mas de roedores e outros animais de estimação. Foto: Depositphotos

Babá de pets não cuida apenas de cães e gatos, mas de roedores e outros animais de estimação. Foto: Depositphotos

Mais do que conversar com profissionais experientes ou buscar na internet dicas de como se tornar um bom pet sitter, é preciso se profissionalizar se o objetivo é seguir adiante ou conseguir mais clientes. Assim, existem diversos cursos online que podem ajudá-lo a se tornar um cuidador qualificado.

Entre eles, está o curso da Pet Sitter International, uma associação de cuidadores internacional que, desde 1994, ajuda no conhecimento e promoção desses profissionais.

Livros sobre assunto também existem aos montes. Um deles, The Pet Sitter’s Handbook, do autor Geri Laverie, é possível ser lido online (em inglês) de forma gratuita.

Outra opção é um curso presencial na AniEd de Dog Walker and Pet Sitter. São vários módulos como primeiros socorros, supervisão de grupos de cães, nutrição canina, entre outros.

Imagens via Depositphotos
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Rubinho Vitti é jornalista de Piracicaba, SP. Vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Posts recentes

Cultura

Curiosidades: Costumes natalinos na Europa

22 horas atrás, por Ávany França
Curiosidades

Intercambistas contam como é o Ano Novo na Europa

4 dias atrás, por Colaborador E-Dublin
Cultura

5 mercados de Natal imperdíveis na Irlanda

5 dias atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin News

Tarifas do transporte em Dublin sofrem reajuste

6 dias atrás, por Elizabeth Gonçalves
Baladas e Pubs

Como é viver na cidade de Galway, na Irlanda?

1 semana atrás, por Colaborador E-Dublin
Agenda Cultural

Agenda cultural de Natal na Irlanda saindo do forno

1 semana atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Luluzinha

Cinco tendências de cabelo para o inverno europeu

1 semana atrás, por Colaborador E-Dublin