Conheça 6 países que dão visto de investidor permanente

Conheça 6 países que dão visto de investidor permanente

Elizabeth Gonçalves

3 meses atrás

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.

Com a crise econômica no Brasil, é cada vez maior o interesse de brasileiros que pretendem deixar o país e investir no exterior, obtendo, em troca, um visto de investidor para permanência no país escolhido.

Além de ter muito dinheiro na conta bancária, investir em um país estrangeiro exige tempo e paciência com as burocracias que se encontram pelo caminho. Se esse é o seu objetivo, confira alguns países que concedem visto de residência a investidores.

Canadá

Países oferecem visto de residência permanente para investidores. Foto: Nuthawut Somsuk | Dreamstime

Além de fornecer oportunidades de trabalho para profissionais estrangeiros qualificados, o Canadá vem se tornando um país atrativo para investidores, com o desenvolvimento de um programa de imigração voltado para esse público.

Para se candidatar ao programa de investidor canadense, é necessário:

  • ter um patrimônio líquido de, pelo menos, 1,6 milhão de dólares canadenses — deve-se comprovar que eles foram obtidos legalmente;
  • além disso, é preciso investir, ao menos, 800 mil dólares na economia do país;
  • comprovar que tem experiência empresarial;
  • realizar exames médicos;
  • após 5 anos residindo no país, o titular poderá receber todo o montante que foi investido e se tornar um cidadão canadense.

Portugal

Brasileiros constituem a segunda nacionalidade que mais recebeu visto de investidor em Portugal. Foto: Sean Pavone | Dreamstime

Os brasileiros configuram a segunda nacionalidade que mais recebe o visto de investidor em Portugal, ficando atrás apenas dos chineses. Segundo estatísticas do governo português, entre outubro de 2012 e fevereiro de 2017, 451 brasileiros foram beneficiados com o visto.

Apesar da alta presença de investidores brasileiros em Portugal, as exigências para a emissão do chamado Regime Especial de Autorização de Residência para Atividade de Investimento não são poucas. Confira as possibilidades, regras e exigências para adquirir o chamado Visto Gold:

  • transferir um montante igual ou superior a 1 milhão de euros;
  • criar, pelo menos, 10 postos de trabalho;
  • adquirir bens de valor igual ou superior a 500 mil euros;
  • adquirir imóveis, cuja construção tenha sido concluída há, pelo menos, 30 anos ou localizados em área de reabilitação urbana e realização de obras de reabilitação dos bens imóveis adquiridos, no montante global igual ou superior a 350 mil euros;
  • transferir capitais no montante igual ou superior a 350 mil euros para que seja aplicado em atividades de investigação desenvolvidas por instituições públicas ou privadas de investigação científica, integradas ao sistema científico e tecnológico nacional;
  • transferir capitais no montante igual ou superior a 250 mil euros para que seja aplicado em investimento ou apoio à produção artística;
  • transferir capitais no montante igual ou superior a 500 mil euros, destinados à aquisição de unidades de participação em fundos de investimento ou de capital de risco vocacionados para a capitalização de pequenas e médias empresas.

Estados Unidos

Foto: Zoran Stojiljkovic | Dreamstime

Brasileiros estão no topo da lista de investidores nos EUA. Foto: Zoran Stojiljkovic | Dreamstime

Chamado de programa EB-5, o visto de investidor nos Estados Unidos é uma porta de entrada para estrangeiros interessados em obter o green card e residirem legalmente no país. Dez mil vistos EB-5 são emitidos todos os anos pelo governo americano, e o número de candidatos só aumenta.

Estrangeiros que fazem um investimento mínimo de 900 mil dólares, em áreas economicamente desfavorecidas do país ou regiões rurais, obtêm visto de residência temporário, chamado de green card condicional. Conheça as regras e o processo para aplicar para a obtenção do visto:

  • escolher o projeto ou empreendimento no qual vai investir o montante mínimo exigido: 900 mil dólares em projetos selecionados ou 1,8 milhão em um projeto autônomo;
  • o próximo passo é assinar contratos de adesão, transferir o montante para uma espécie de conta garantia e pagar a taxa cobrada pelo Centro Regional;
  • feito isso, é preciso preencher um formulário chamado I-526, onde você demonstra ao governo americano seu interesse em residir no país (esse processo pode durar cerca de 1 ano e meio);
  • caso aprovado, um novo formulário deverá ser preenchido, o DS-260 (caso ainda esteja morando no seu país de origem) ou I-485 (caso já esteja residindo em território americano);
  • o próximo e último passo é a entrevista para a obtenção do visto;
  • se aprovado pelo consulado, o visto será emitido, e o candidato terá 180 para de mudar para os EUA.

Reino Unido

Investir na Inglaterra também não é uma atividade muito fácil. O país tinha o Tier 1 Entrepreneur, o visto para investidores, mas não está aceitando mais aplicações. Por outro lado, um visto foi criado para quem deseja investir no país. Conheça o as regrinhas do Innovator Visa:

  • você precisa ter, no mínimo, 50 mil libras para investir no seu negócio;
  • deve ser nativo de algum país fora da União Europeia;
  • sua ideia precisa ser nova, viável e com grande chance de crescer — dá uma olhada na lista para você ver se sua ideia se encaixa nessas categorias;
  • você deve aplicar para o visto com, pelo menos, 3 meses antes da data de viajar;
  • o visto custa 1,061 libras;
  • o visto dura 3 anos e pode ser renovado. Com ele, você ganha o direito de residir no país e levar membros da família com você.

Espanha

Investidor pode ter visto aprovado na Espanha em até dez dias. Foto: Mapics | Dreamstime

Investidor pode ter visto aprovado na Espanha em, até, dez dias. Foto: Mapics | Dreamstime

Vigente desde 2013, o visto espanhol pode ser obtido em, até, 10 dias, se o estrangeiro comprovar preencher todos os requisitos necessários. Porém, ter um visto de investidor na Espanha não cabe em qualquer bolso, não.

Se você estiver dentro do patamar exigido pelo governo espanhol, você e seus familiares poderão residir em território espanhol por 2 anos. Depois disso, ele poderá renovar ou dar entrada no pedido de cidadania. Confira quais são as possibilidades para a obtenção do visto de investidor na Espanha:

  • comprar imóvel na Espanha no valor mínimo de 500 mil euros;
  • ação ou depósito bancário igual ou superior a um milhão de euros;
  • investimento de dois milhões de euros ou superior em títulos da dívida pública espanhola;
  • projetos empresariais em áreas de escassez de profissionais e de grande interesse do país.

Malta

Saiba como se tornar um investidor em Malta e residir legalmente neste país paradisíaco. © Dezzor | Dreamstime.com

Rodeada pelas águas do mar mediterrâneo, Malta é um conjunto de Ilhas que tem atraído cada vez mais estrangeiros interessados em investir no país. Conheça as formas de adquirir a permissão de residência em Malta por meio do visto de investidor no país:

  • desembolsar 650 mil euros para o governo de Malta depositar no Fundo Nacional Social e de Desenvolvimento;
  • alugar um imóvel no país por um valor mínimo de 16.000 € por ano, ou comprar uma propriedade de, pelo menos, 350 mil euros;
  • adquirir 150 mil euros de ações aprovadas pelo governo do país.

Veja também

Quais são os tipos de vistos na Irlanda?

,

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar