Conheça o Jardim Botânico Nacional da Irlanda

Conheça o Jardim Botânico Nacional da Irlanda

Colaborador E-Dublin

2 anos atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

O National Botanic Gardens foi criado originalmente em 1795 pela Dublin Society, e se tornou público no ano de 1878. Atualmente, a coleção de plantas desse jardim botânico ultrapassa 20 mil espécies de diferentes partes do mundo. São 20 hectares que acompanham o Rio Tolka, possibilitando passeios pelos campos e trilhas calmas com uma paisagem incrível!

A entrada no parque é gratuita, e no local também existem casas de vidro com diversas espécies diferentes de plantas para serem apreciadas. Para conhecer melhor o local, a equipe do parque organiza tours com guias e muitos eventos culturais.

intercâmbio em Dublin

Foto: Aitor Muñoz Muñoz | Dreamstime

Localizado na área de Glasnevin, a 3,5 km do centro de Dublin, o objetivo do local é explorar, entender, conservar e compartilhar a importância das plantas, ou seja, cuidar da biodiversidade e do desenvolvimento sustentável, promovendo educação ambiental. Uma curiosidade bem interessante é que o National Botanic Gardens foi o primeiro jardim botânico do mundo a cultivar orquídeas desde o plantio das sementes. Ele também é o primeiro jardim botânico na Europa a cultivar Ninféias.

Ninféia. Foto: Wikipedia

Ninféia. Foto: Wikipedia

Entre as características mais importantes do National Botanic Gardens, está a participação em iniciativas nacionais e internacionais na conservação da biodiversidade e desenvolvimento sustentável. O parque cuida diariamente de mais de 300 espécies de plantas ameaçadas de extinção em todo o mundo – isso inclui seis espécies já extintas na natureza. No quesito ponto turístico, esse é a sétima atração mais visitada em Dublin.

Trata-se de um excelente local para descanso, caminhada e contato com a natureza. O parque é muito grande, com uma vasta área verde, árvores e estufas. Até mesmo alguns animais, como esquilos e patos, aparecem por lá. O National Botanic Gardens ainda conta com um espaçoso café para lanches e uma biblioteca para pesquisas e estudos.

Uma das espécies de orquídeas no National Botanic Gardens. Foto: Wikipedia

Uma das espécies de orquídeas no National Botanic Gardens. Foto: Wikipedia

Outra curiosidade sobre o parque é que ele serviu para o estudo de um fungo que contaminou as batatas na Irlanda em 1845. David Moore, o curador do jardim botânico da época, encontrou e estudou o fungo com o objetivo de controlar a doença – tudo isso dentro do jardim.

Parques como o National Botanic Gardens, são bastante importantes e valorizados na Europa. Todos os parques possuem histórias e particularidades incríveis que os diferenciam, mas o grande e principal objetivo é a capacidade de levar a natureza e sua beleza para a população, que por sua vez pode aproveitar a tranquilidade desses locais para relaxar e passear. Por sinal, essa é uma das principais atividades para realizar em dias de sol.

National Botanic Gardens.Foto: Wikipedia

National Botanic Gardens.Foto: Wikipedia

O parque tem o horário de funcionamento variado durante o ano: entre novembro e fevereiro, o parque funciona de segunda a sexta das 9h às 16:30h. Aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 16:30h. Entre os meses de março a outubro, o horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 9h às 17h. Aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h.

Gostou de conhecer um pouquinho sobre o National Botanic Gardens? Para aqueles que tiverem o interesse de conhecer mais curiosidades e informações sobre a Irlanda ou estiverem buscando fazer um intercâmbio em Dublin ou na Irlanda, o E-Dublin oferece conteúdo e dicas para te deixar mais preparado para viver essa experiência única.

Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Veja também

Onde morar na Irlanda? Capital ou no Interior

Colaborador E-Dublin
Colaborador E-Dublin, Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar