Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Trabalho

Conheça os melhores países do mundo para viver e trabalhar em 2018

Elizabeth Gonçalves postou em 12 fev 2018

De acordo com dados da Receita Federal, o número de brasileiros que deixaram o país em definitivo nos últimos três anos cresceu mais de 81% quando comparado com o triênio anterior. Isso provavelmente se deve à instabilidade política atual do país, à crise econômica, além dos altos índices de violência em algumas cidades.

Muitos brasileiros tem buscado a vida no exterior. Foto: Alexei Novikov | Dreamstime.com

Muitos brasileiros têm buscado a vida no exterior. Foto: Alexei Novikov | Dreamstime.com

E se você quer se juntar a esse grupo de expatriados e embarcar para o exterior somente com passagem de ida, o primeiro passo é pesquisar os potenciais países onde é possível combinar qualidade de vida com a possibilidade de investir na carreira profissional.

Também é essencial ter em mente de que se mudar para o exterior nem sempre representa um mar de oportunidades, já que isto envolve detalhes como adaptação à cultura local, idioma, hábitos alimentares, além de entraves burocráticos, como vistos, por exemplo.

Melhores países

Segundo uma pesquisa realizada em 2017 pela InterNations, com expatriados em diversos países do mundo, Bahrain, no Golfo Pérsico, ocupa a primeira posição no ranking geral de países para se morar e trabalhar. Entre os fatores que contribuíram para colocar o país no topo da lista, está a calorosa recepção dos habitantes locais a estrangeiros, fazendo com que estes se sintam em casa. Outros atrativos do país, incluem os altos salários com a presença de grandes empresas multinacionais, além da facilidade de comunicação em inglês.

Na Europa, a República Tcheca é um dos países que se destacam no ranking da pesquisa. Segundo os dados, 75% dos expatriados participantes estão satisfeitos com a vida profissional no país. A República Tcheca também figura como um ótimo destino para empreendedores e profissionais das áreas de medicina, direito e contabilidade.

República Tcheca é um dos melhores países europeus para expatriados. Foto: Olga Lupol | Dreamstime.com

República Tcheca é um dos melhores países europeus para expatriados. Foto: Olga Lupol | Dreamstime.com

Ainda no continente Europeu, segundo a pesquisa, Luxemburgo é outro país que oferece oportunidades para expatriados evoluírem na carreira. O setor de finanças é o que mais atrai estrangeiros qualificados, devido ao elevado número de oportunidades de trabalho. Estabilidade econômica e vida profissional balanceada são outros pontos positivos do país.

Com um excelente desempenho econômico, a Alemanha é outro destino com boas perspectivas para profissionais estrangeiros. A área de tecnologia é a que mais tem se destacado no país entre os expatriados, já que há uma necessidade de contratação de mão de obra qualificada.

Na Oceania, o país que se destaca entre os 10 melhores do mundo para se morar e trabalhar é a Nova Zelândia. Por lá, os expatriados encontram sucesso em carreiras na área de serviços públicos, além do setor de saúde. Isso se deve, principalmente, ao déficit de profissionais dessas áreas. Para se ter uma ideia, estima-se que até 2030 o país vai recrutar mais de 25 mil enfermeiros.

Outros países que ocupam posições de destaque no ranking de melhores lugares para se viver e trabalhar, são: México, Costa Rica, Taiwan, Portugal, Malta, Singapura e Espanha.

Reino Unido e Estados Unidos

Saída do Reino Unido da União Europeia o torna menos receptivo a imigrantes. Foto: Michal Bednarek | Dreamstime.com

Saída do Reino Unido da União Europeia o torna menos receptivo a imigrantes. Foto: Michal Bednarek | Dreamstime.com

De acordo com a pesquisa realizada pela InterNations, a saída do Reino Unido da União Europeia com a aprovação do Brexit em referendo e a eleição de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos, são fatores que consequentemente tornam ambos os países menos tolerantes a presença de estrangeiros.

Irlanda

E como fica a Irlanda nessa história? De acordo com a pesquisa da InterNations, a Ilha da Esmeralda ocupa a 45ª posição entre os melhores países para se viver e trabalhar. Entre os destaques está a receptividade dos irlandeses, fazendo com que os expatriados se sintam em casa, além da estabilidade econômica do país, oportunidades de trabalho e a possibilidade de progresso na carreira profissional e também a segurança.

Entretanto, o alto custo de vida, os astronômicos preços dos aluguéis e a falta de confiança na qualidade do sistema se saúde irlandês são alguns fatores que obtiveram baixo desempenho na avaliação realizada pelos expatriados no país.

Irlanda ficou com a 45ª posição no ranking de melhores países para se viver e trabalhar. Foto: Ian Whitworth | Dreamstime.com

Irlanda ficou com a 45ª posição no ranking de melhores países para se viver e trabalhar. Foto: Ian Whitworth | Dreamstime.com

Piores países

Por outro lado, Nigéria, Kuwait e Grécia figuram entre os piores lugares para estrangeiros se estabelecerem. Entre os motivos, estão a instabilidade econômica, falta de estabilidade e oportunidades profissionais, baixos salários e a consequente queda no índice de qualidade de vida.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Elizabeth Gonçalves é jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há mais de um ano e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Curiosidades

Já conferiu os campos floridos de Greystones?

1 dia atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

3 dicas pra dar feedback

6 dias atrás, por Edu Giansante
Essenciais

Como planejar o seu intercâmbio na Irlanda: Agências

2 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Festivais

Confira o que vai rolar no Dublin Gay Theatre Festival

2 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Saúde

Qual o seguro ideal para o seu intercâmbio?

3 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves