Coronavírus: Irlanda ampliará ‘green list’ de viagens no dia 21

Coronavírus: Irlanda ampliará ‘green list’ de viagens no dia 21

Rubinho Vitti

1 semana atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

O governo irlandês deve anunciar na segunda-feira, 21 de setembro, uma ampliação na “green list” — lista de países de onde não é necessário fazer quarentena ao desembarcar na Irlanda. A nova abordagem será um apoio à Comissão da União Europeia sobre viagens entre países do bloco. A divulgação dos novos países será na quinta-feira, dia 17 de setembro.

O primeiro-ministro irlandês (Taoiseach), Micheál Martin, disse, durante anúncio do Medium-Term Covid-19 Plan (plano de médio prazo para lidar com o novo coronavírus na Irlanda), que irá apoiar o novo sistema da UE, mas, enquanto ele não é anunciado, a “green list” sofrerá alterações, incluindo países com uma taxa de incidência de menos de 25 casos por 100 mil habitantes na última quinzena.

A proposta da UE é estabelecer critérios e limites comuns para os Estados membros da UE ao decidirem sobre a introdução de restrições a viagens. A UE já lançou um mapa digital onde é possível colher informações de viagens de cada estado-membro.

A Comissão Europeia sugere que os Estados da UE não devem restringir a livre circulação de pessoas que viajam de outro estado-membro onde o número total de casos Covid-19 recém-notificados é igual ou inferior a 50 por 100 mil habitantes ou a porcentagem de testes positivos são inferiores a 3%.

Se a nova “green list” seguir a regra de liberar a quarentena para quem aterrissar na Irlanda de países onde houve 25 casos por 100 mil habitantes na última quinzena, isso quer dizer que países como Alemanha e Suécia devem entrar na lista, mas Espanha e França, não. Os países estarão disponíveis na quinta-feira, no site do Department of Foreign Affairs.

Ironicamente, os últimos números oficiais dizem que a Irlanda tem 46,8 casos por 100 mil habitantes na última quinzena, quase o dobro do que está exigindo.

Leia também: Irlanda lança plano com níveis diferentes de lockdown

UE quer criar ‘sistema de semáforo’

Países serão indicados por meio de cores para informar taxa de transmissão nos últimos 14 dias. Imagem: Reprodução/UE

A proposta da União Europeia é criar um sistema de “traffic lights” (semáforos). Diferentes países ou regiões seriam colocados em vermelho, laranja ou verde, dependendo da incidência de Covid-19 em cada um.

Países ou regiões com uma taxa Covid-19 abaixo de 25 novos casos por 100 mil habitantes, durante os últimos 14 dias, e uma taxa de positividade de menos de 3% da população serão designados como verdes.

Leia também: Pubs não vão reabrir em Dublin após restrições extras

As áreas laranja serão aquelas com uma taxa abaixo de 50 novos casos por 100 mil habitantes e mais de 3% da população infectada.

Acima dos 50 novos casos por 100 mil habitantes serão designados em vermelho.

As áreas com dados insuficientemente claros serão classificadas como cinza.

O plano está atualmente sendo elaborado e deve ser finalizado durante a reunião do General Affairs Council — Conselho de Assuntos Gerais da UE — em 13 de outubro.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar