Coronavírus: Irlanda lança protocolo de volta ao trabalho

Coronavírus: Irlanda lança protocolo de volta ao trabalho

Rubinho Vitti

5 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Com a flexibilização do lockdown na Irlanda, com primeira fase marcada para começar na segunda-feira, 18 de maio, muitos trabalhadores estão sendo convocados para retornar ao trabalho após ficarem temporariamente em quarentena.

Para auxiliar e ter certeza que essa volta será saudável para eles, a Irlanda lançou um protocolo obrigatório de segurança no trabalho.

O objetivo é definir de forma clara e abrangente as etapas e processos que as empresas devem adotar para mitigar a disseminação do Covid-19 no local de trabalho.

O que diz o protocolo?

Empresas precisam disponibilizar produtos de limpeza e proteção como álcool em gel, por exemplo. Foto: Kelly Sikkema/Unsplash

O protocolo é um documento ativo e mudará com o tempo, em conformidade com os mais recentes conselhos de saúde pública. A ideia é que as empresas sigam e fiquem atentas a cada mudança.

Leia também: Irlanda anuncia nova extensão de visto para imigrantes

Ele também é obrigatório, ou seja, as empresas precisam segui-lo à risca. É importante que o trabalhadores entendam o protocolo para cobrar das empresas caso algo não esteja sendo seguido.

Alguns dos principais pontos do protocolo:

  • Cada local de trabalho nomeará pelo menos um representante líder, que trabalhará para garantir que as medidas da Covid-19 sejam rigorosamente respeitadas no local de trabalho.
  • Antes da reabertura de um local de trabalho, haverá treinamento de indução Covid-19 para todos os trabalhadores, para garantir que estejam atualizados com as orientações e conselhos de saúde pública.
  • Os empregadores emitirão um formulário de pré-retorno ao trabalho para que os trabalhadores preencham pelo menos três dias antes do retorno ao trabalho.
  • Os empregadores também precisam atualizar seus planos de segurança antes de reabrir, em consulta e com o acordo dos trabalhadores.
  • O plano deve incluir medidas relevantes para o Covid-19. Por exemplo: distanciamento social, fornecimento de desinfetantes para as mãos, tecidos e sacos de lixo clínico, procedimentos claros para a lavagem das mãos e etiqueta respiratória, além de garantir ventilação adequada.
  • Os empregadores manterão um registro de qualquer trabalho em grupo para facilitar o rastreamento de contatos
  • Os empregadores devem implementar um plano de resposta, descrevendo detalhes de como eles lidarão com um caso suspeito de Covid-19 no local de trabalho.
  • Se um trabalhador exibir algum sintoma do vírus durante o horário de trabalho, o gerente designado deve direcionar essa pessoa para uma área de isolamento designada, ao longo de uma rota designada, mantendo o tempo todo uma distância de 2 metros e providenciar para que essa pessoa permaneça isolada antes de providenciar para que sejam transportados para casa ou para um centro médico, evitando o transporte público.
  • O empregador também deve realizar uma avaliação de risco completa do incidente para ver quais ações adicionais devem ser tomadas, se houver.
  • Os intervalos para descanso e descanso devem ser organizados de modo a facilitar o distanciamento social
  • Em locais onde a separação de 2 metros não é possível, devem ser adotadas medidas de proteção alternativas, como a instalação de barreiras físicas / resguardos de plástico.

Você pode ler o pdf do documento na íntegra, diretamente do site do governo irlandês.

Governo e associações assinam protocolo

Protocolo tem como objetivo evitar a disseminação do vírus em ambiente de trabalho. Imagem: Gov.ie

Associações e federações trabalhistas da Irlanda participaram da criação do protocolo junto ao Departamento de Negócios, Empresas e Inovação, Departamento de Saúde e HSA (The Health and Safety Authority), autoridade de Saúde e Segurança do governo, que supervisionará os locais de trabalho.

Leia também: Flexibilização da Quarentena na Irlanda – E-Dublincast (Ep. 68)

Segundo a ministra de Negócios, Empresas e Inovação, Heather Humphreys, o protocolo é um componente crítico para reabrir a economia.

“Ele define claramente as etapas que as empresas e os trabalhadores devem tomar para garantir que eles possam voltar ao trabalho com segurança”, disse, em nota à imprensa.

Para ela, a colaboração entre empregadores e trabalhadores será essencial para o sucesso do retorno ao trabalho.

 

Veja também

Tudo sobre o sistema de saúde na Irlanda

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar