Coronavírus: Irlanda não entra em acordo da UE para reabertura de fronteiras

Coronavírus: Irlanda não entra em acordo da UE para reabertura de fronteiras

Rubinho Vitti

1 mês atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A União Europeia anunciou no dia 30 de junho que vai abrir suas fronteiras nesta quarta-feira, 1º de julho, para 14 países fora de sua região (mais a China, se houver acordo de reciprocidade) para viagens sem a necessidade de restrições rígidas. Apesar de fazer parte da UE, a Irlanda ficou fora da lista dos países europeus que entraram neste acordo.

De acordo com o Irish Times, a Irlanda não faz parte do acordo porque não está na área de Schengen e está na Common Travel Area (área de viagens comuns) com o Reino Unido, já que não há necessidade de quarentena para viajar entre Irlanda e Irlanda do Norte, por exemplo.

Irlanda não entra em lista de países da UE que abrirão fronteiras para 14 nações não pertencentes ao bloco. Foto: Ashim D’Silva/Unsplash

Segundo o jornal, a Irlanda foi convidada a participar do acordo conjunto, mas só poderia fazê-lo se a Grã-Bretanha também concordasse devido à fronteira aberta e optou por não fazê-lo.

Irlanda não participou de acordo em março

Vale lembrar que a Irlanda não participou totalmente do fechamento de fronteiras da UE e seguiu uma linha própria. Os países da área Schengen (que inclui a UE mais quatro países fora do bloco) optaram por fechar suas fronteiras para viajar fora da UE em 17 de março, mas a Irlanda seguiu seu próprio caminho, mantendo fronteiras abertas e exigindo chegadas em quarentena por duas semanas.

A quarentena na Irlanda se aplica também a passageiros vindos de estados membros da UE e vários vários países da UE, incluindo Alemanha, França, Países Baixos e Dinamarca, aconselham seus cidadãos a não viajarem para a Irlanda se não for altamente essencial.

Chefe de saúde teme por reabertura de viagens internacionais

Por hora, a Irlanda segue aconselhando seus moradores a não viajar para o exterior se não for essencial, incluindo viagens ao Reino Unido, mas descartando a Irlanda do Norte. Conforme já comentamos no E-Dublin, a Irlanda está para soltar uma lista de países onde será permitido viajar sem a necessidade de quarentena na volta.

Leia também: Proibição de aumento de aluguel e despejo é estendida até 20 de julho na Irlanda

Porém, o médico-chefe do departamento de Saúde irlandês, Dr. Tony Holohan, pediu às pessoas com voos reservados que cancelem seus planos de férias. Ele teme que uma segunda onda aconteça no país, já que foram registrados 24 novos casos na segunda-feira, seis relacionadas a viagens ao exterior. A lista de países conectados a casos recentes é díspar – Iraque, Paquistão, Espanha, EUA, Suécia e Reino Unido.

Com mensagens opostas, de promessa de reabertura do país e o receio do chefe do Departamento de Saúde, o governo tem sido criticado por não deixar claro para a população como está a situação da Irlanda em relação às viagens e ao contágio pelo Covid-19.

Veja também

Tudo sobre o sistema de saúde na Irlanda

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar