Covid-19: testes em aeroportos da Irlanda devem custar a partir de 149 euros

Covid-19: testes em aeroportos da Irlanda devem custar a partir de 149 euros

Rubinho Vitti

2 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Com a notícia de que o sistema de semáforos para viagens da União Europeia começou a funcionar na Irlanda, os aeroportos já estão se preparando para uma aceleração no funcionamento.

Uma das regras é descartar a quarentena para pessoas que aterrisarem com teste da Covid-19 realizado, e com resultado negativo, vindas de países classificados na cor laranja. Mas a partir de 29 de novembro, essa regra também vai valer na Irlanda para países que figuram na cor vermelha, segundo o jornal Irish Times.

O passageiro terá de ter um teste negativo em até cinco dias após sua chegada para ser liberado da quarentena.

Com teste negativo em mãos, passageiros podem aterrisar na Irlanda sem necessidade de isolamento se chegarem  de países classificados em cor laranja e, a partir de 29 de novembro, também dos assinalados em vermelho. Foto: Olivia Anne Snyder/Unsplash

Os aeroportos de Cork e Shannon já anunciaram que terão centros de testagem para fazer nos passageiros a partir de quinta-feira. O Dublin Airport anunciou que também terá centro de testagem “em alguns dias”.

Quem embarcar da Irlanda com destino a outro país da UE classificado como laranja e tiver em mãos um teste negativado também poderá aterrisar sem necessidade de fazer quarentena, dependendo da regra aplicada pelo país de origem.

Valor dos testes devem ser a partir de 149 euros

Mas o valor dos testes nos aeroportos pode ser salgado. Segundo outra matéria do jornal Irish Times, companhias privadas vão realizar os testes que podem custar a partir de 149 euros cada. Eles serão aprovados pela  Autoridade Reguladora de Produtos de Saúde da Irlanda.

Os passageiros que pagarem pelo teste terão os resultados disponíveis “dentro de algumas horas”, segundo a empresa que prestará o serviço.

Vale lembrar que o sistema de semáforos da UE foi introduzido na Irlanda à meia-noite do último domingo, 8 de novembro, dispensando a necessidade de passageiros vindos de regiões classificadas como “laranja” (risco médio) de se auto-isolarem por 14 dias se tiverem testado negativo até três dias antes da chegada.

Também vale lembrar que a Irlanda está atualmente na categoria vermelha, de acordo com o código de viagens da UE, e o governo continua a desaconselhar viagens ao exterior, estando o país no nível 5 de lockdown.

Foto de capa: Pascal Meier/Unsplash

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar