8 formas de se proteger ao pedalar por Dublin

8 formas de se proteger ao pedalar por Dublin

Rubinho Vitti

1 ano atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Acidentes com ciclistas têm ocorrido com frequência nas ruas de Dublin. Em acidentes como este, na maioria das vezes, o ciclista não tem culpa. De acordo com a RSA, autoridade de segurança rodoviária da Irlanda, 70% dos casos são de responsabilidade do motorista de veículos motorizados. Em 2017, houve 142 colisões fatais com 157 mortes. Destas, 15 foram ciclistas.

O E-Dublin selecionou 8 formas de se proteger e redobrar os cuidados ao pedalar pela capital Dublin.

1 – Equipe sua bicicleta

Foto: Thorsten Schiller/Dreamstime

Iluminação da bicicleta é item de segurança essencial. Foto: Thorsten Schiller/Dreamstime

Equipar a bicicleta para trafegar é o primeiro item de segurança que deve ser pensado. Na legislação irlandesa, uma bicicleta que se destina a ser utilizada em vias públicas deve ser equipada com buzina, luzes brancas na parte frontal e vermelhas na parte traseira, além de refletores.

Luzes LED que piscam também podem ser instaladas. Um espelho retrovisor é outro item muito útil para evitar acidentes.

2 – Equipe seu corpo

Apesar de não ser exigido pelas leis irlandesas, usar apetrechos no seu próprio corpo é uma forma de evitar acidentes. Sendo assim, capacete e roupas reforçadas especiais para ciclistas podem ser cruciais para sua sobrevivência, caso se envolva em algum acidente.

Em campanha, a RSA pede para que os ciclistas “sejam seguros, sejam vistos!”. Por isso, a jaqueta de reflexo luminoso (a famosa jaquetinha amarela fluorescente) é essencial.

3 – Se beber, não pedale

Foto: Salvador Ceja/Dreamstime

Conduzir uma bike embriagado pode causar acidentes, além de ser contra a lei. Foto: Salvador Ceja/Dreamstime

Ingerir álcool e pedalar pode ser danoso tanto para você quanto para outro ciclista ou pedestre. É uma das regras de bebidas na Irlanda.

Conduzir uma bicicleta sob a influência de qualquer intoxicante é ilegal, e o delito pode levar a receber uma multa e, até, ser preso.

4 – Bicicletas em bom estado

Bicicletas baratinhas são costumeiramente vendidas em lojas de segunda mão ou pela internet, mas é preciso saber se elas têm realmente condições de uso.

A Garda tem autoridade de parar o ciclista e fazer inspeção em sua bicicleta. Caso esteja fora dos padrões, ela pode ser apreendida.

5 – Ultrapassagem perigosa

Muitos acidentes acontecem pela ultrapassagem dos veículos muito perto dos ciclistas. Segundo a lei, um motorista não deve ultrapassar caso isso ponha em perigo qualquer outra pessoa. A multa é de € 80.

Ciclistas precisam ficar atentos, principalmente, em curvas e entroncamentos, e denunciar estes motoristas à Garda.

6 – Pedalar em ciclovias

Foto: Davidschunack/Dreamstime

Pedalar na ciclofaixa é sempre uma boa opção para evitar colisões com outros veículos. Foto: Davidschunack/Dreamstime

Apesar de pequena, Dublin tem uma malha cicloviária gigantesca. Porém, os ciclistas não são obrigados a pedalar nela.

Campanhas de diversas organizações pediram a revogação, e a lei mudou em 2012. No entanto, muitos motoristas não sabem da lei ou ignoram o fato, agindo de forma perigosa perto dos ciclistas, quando estes estão pedalando fora da faixa.

Por isso, se existe a faixa corretamente, o melhor ainda é segui-la.

7 – Sinalização

Sem sinal de luz para virar à esquerda ou à direita, o ciclista deve utilizar os braços para indicar aonde quer ir.

Ele também pode ultrapassar os veículos à esquerda dos carros que estão parados ou seguindo de forma mais lenta.

8 – Me envolvi em um acidente. E agora?

Foto: Katarzyna Bialasiewicz/Dreamstime

Motoristas envolvidos em acidentes são obrigados a ficar no local até a Garda liberar. Foto: Katarzyna Bialasiewicz/Dreamstime

Sempre que um ciclista se envolve em um acidente, é preciso que não se desespere, apesar do susto. O choque pode fazer com que não sinta, ainda, dores ou perceba ossos quebrados. Por isso, é preciso cautela.

O motorista é obrigado, por lei, a parar e permanecer no local até a chegada de ajuda. Além disso, a Garda deverá registrar os envolvidos e, posteriormente, decidir se o motorista do veículo deverá custear gastos médicos e de reparos à bicicleta.

Procure uma testemunha e tente fotografar ou pedir para que alguém fotografe a placa do carro e toda a situação.

Organizações defendem o uso e respeito às bicicletas e ciclistas

Diversas organizações atuam pelo respeito no trânsito aos ciclistas.

Recentemente, houve um protesto no centro de Dublin contra as mortes de ciclistas na cidade. Segundo o The Journal, o movimento foi realizado pelas instituições Dublin Cycle Campaign and I Bike Dublin, que fazem trabalhos de conscientização e auxiliam a população nos casos de acidentes.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar