Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Crônicas

Desapegar para voar

Lívia Alen postou em 28 fev 2016

shutterstock_75969517

Crédito: Shutterstock

“Desapegar para voar” – li isso rapidamente em alguma rede social. Era a legenda da foto de um avião decolando e, no fundo, o céu de uma manhã que acabava de começar. Li novamente e percebi que a frase, em espanhol, era mais literal do que eu gostaria que fosse. “Despegar para volar”. “Decolar para voar”. A legenda simplesmente descrevia o movimento do avião, que iria decolar para voar.

Nada mais óbvio, mais claro, mais necessário. Minha leitura poética misturando português e espanhol teve que aterrissar e voltar para a realidade da frase. Para levantar voo, é preciso decolar. E saber dar a partida, tomar a decisão. Ninguém começa a voar lá no meio do céu. Mesmo os passarinhos que decolam das árvores partem de algum lugar firme, rumo ao céu, ao desconhecido.

Mas, a frase inventada por minha leitura confusa continuava a fazer sentido para mim. Desapegar para voar. É que o momento de decolar – despegar – exige também desapego. O passarinho que deixa o tronco firme desapega da segurança para partir rumo ao novo. Algum dia talvez ele também voe do seu ninho, deixando para trás muito mais que uma casa quentinha.

Voar tem relação direta com desapegar. Para voar é preciso leveza, que só consegue quem deixa para trás o que não faz mais sentido. Antes de decolar é necessário fazer escolhas, desde quais roupas vão na mala a quem vai no coração. Alguns escolhem deixar um emprego, outros deixam a família por um tempo, tantos deixam a vida estável, outros abandonam possibilidades. Escolher nada mais é do que desapegar de todo o resto para voar.

Por isso, é preciso desapegar para despegar. 

Desapegar para voar, para sair do chão e ganhar o céu…

Sobre o Autor


Mineira de Belo Horizonte, Lívia Alen morou no Canadá, na Argentina, na Espanha e em Portugal, antes de desembarcar na Irlanda. É jornalista e mestre em Comunicação das Organizações. Diz que os 25 anos são os novos 15 e que é tempo de experimentar. Olha mais para o céu que para o chão. Ama chocolate, gente e viagem, de preferência, tudo junto. Acredita que o mundo inteiro é um lugar para chamar de casa. Por isso, também escreve o http://blogminhacasaeomundo.wordpress.com

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Publicidade

E-DublinXP II – Conheça nossos expositores: KLM

18 horas atrás, por Publicidade E-Dublin