Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Dicas de Viagem

Descubra as belezas das Highlands, na Escócia

Elizabeth Gonçalves postou em 26 mai 2016

Reprodução: Pinterest

Reprodução: Pinterest

Em pouco mais de dois anos de intercâmbio, pode-se dizer que tenho explorado bem o continente europeu quando se trata de viagens.

E de todos os lugares que já visitei por aqui até o momento, se tiver que escolher o que mais me surpreendeu a resposta é, sem dúvida, as Highlands, na Escócia. O motivo? Essa região montanhosa, localizada no noroeste do país, é simplesmente um recanto da natureza, repleta de castelos deslumbrantes, pequenas cidades e belos lagos, cujas águas espelham a vegetação ao seu redor.

Outra razão para se visitar as Highlands, que em tradução livre significa “Terras Altas”, é o fato de o lendário Lago Ness estar localizado justamente nessa região.

Como chegar

Há duas maneiras bem práticas de se conhecer as Highlands. Uma delas é alugar um carro em Edimburgo e cair na estrada, de preferência com bastante tempo para apreciar as paisagens que você vai se deparar pelo caminho. Se esta é a sua opção, saindo da capital escocesa em direção ao Lago Ness, por exemplo, a viagem dura em torno de 3 horas e meia. Mas aproveite para parar nas pequenas vilas durante o percurso, isso certamente vai deixar a sua viagem ainda mais especial.

Reprodução: Highland Experience

Reprodução: Highland Experience

Como esta repórter aqui não está habilitada a dirigir, a opção foi comprar um tour de um dia, oferecido pela operadora Highland Experience. O roteiro escolhido foi Loch Ness, Clen Coe & The Highlands. A viagem custa 47 libras e tem duração de 12 horas, com saída às 8h da manhã de Edimburgo e retorno às 20h. O preço pode parecer bem salgado, mas o roteiro faz valer cada centavo do investimento.

Há, também, várias outras operadoras locais que oferecem tour pelas Highlands com saída de cidades como Edimburgo e Glasgow, por exemplo. Entre elas estão a West Coats Railways, a Inverness Tours e a Gray Line.

O que ver

No caso do meu roteiro, o tour saiu de Edimburgo com uma parada para café da manhã em Pitlochry, uma cidadezinha vitoriana rodeada por belas montanhas. A próxima parada é no Parque Nacional de Cairngorms, que consiste em uma área montanhosa de mais de 4 mil quilômetros, compreendendo várias cidades escocesas.

O destaque do tour fica para o Lago Ness, o maior do Reino Unido em comprimento, com 37 quilômetros de extensão e também um dos mais profundos da Europa, com cerca de 226 metros de profundidade. O lago é, sem dúvida, uma das atrações turísticas mais populares do país, principalmente por causa da lenda de ser habitado por um certo monstro, carinhosamente chamado de Nessie.

Lago Ness é o maior da Escócia. Foto: Elizabeth Gonçalves

Lago Ness é o maior da Escócia. Foto: Elizabeth Gonçalves

Mas enfim, se Nessie mora ou não lá, isso não consegui comprovar. Mas, o legal é que dá para fazer um passeio de barco pelas escuras águas do Lago Ness. O cruzeiro dura cerca de 1 hora e custa 15 libras.

Saindo do Lago Ness, o tour começa a se dirigir para o Sul do país, passando por Ben Nevis, a mais alta montanha do Reino Unido e também por Glen Cloe, outro fascinante conjunto de montanhas escocesas cuja paisagem é de tirar o fôlego. Aliás, essa região tem uma importância histórica para o país, devido a um massacre ocorrido por lá em 1692, deixando dezenas de mortos, entre homens, mulheres e crianças.

O próximo destino do tour é uma breve passagem por outro ponto histórico da Escócia, a cidade de Stirling, sede de um belo castelo e também palco de uma batalha entre escoceses e ingleses no século XIV, que é narrada no filme Coração Valente, com Mel Gibson.

Cidade de Stirling. Reprodução: Wikipedia

Batalha em Stirling é narrada no filme Coração Valente. Reprodução: Wikipedia

E por falar em cinema, fãs de Harry Potter não vão se decepcionar com o tour pelas Highlands, já que este passa por diversos pontos onde cenas dos filmes foram gravadas. Entre eles está o viaduto Glennfinnan, uma construção de 400 metros de comprimento, sobre 30 arcos de pedra, há quase 400 anos. Essa ponte aparece no filme “O Prisioneiro de Azkaban”.

Se você conseguir reservar mais tempo para conhecer as Highlands, vale visitar a cidade de Inverness, a principal da região e que conta com mais de 80 mil habitantes. Ela foi fundada há 1400 anos e está no topo da lista no quesito qualidade de vida no ranking britânico.

Inverness é a maior cidade das Highlands Reprodução: Wikipedia

Inverness é a maior cidade das Highlands Reprodução: Wikipedia

Onde ficar

Para quem quer aproveitar uns dias para desbravar a região com mais calma, o que não falta são opções de hospedagem para todos os bolsos. Em pequenas cidades ou vilas, para quem não quer gastar muito, a sugestão é optar pelos Bed & Breakfast. Entretanto, em cidades maiores, como Inverness, por exemplo, há opções de hostels com preços acessíveis.

Para quem vai ficar hospedado em Edimburgo, a minha dica é o Castle Rock Hostel. A localização não poderia ser mais perfeita, já que ele fica exatamente em frente ao Castelo de Edimburgo. Além disso, o staff é muito legal e o ambiente é limpo e agradável.

Reprodução: Scotland's top hostels

Reprodução: Scotland’s top hostels

Onde comer

Durante a sua viagem, também vale aproveitar a ocasião para apreciar a culinária escocesa nos restaurantes e cafés que encontrar pelo caminho, principalmente porque muitos desses lugares utilizam alimentos de qualidade produzidos na própria região.

Para quem passar pelo Fort Augustus, por exemplo, dê um pulinho no The Bothy, um restaurante que fica praticamente na margem do Lago Ness e possui um extenso menu, com opções que vão desde carnes a sanduíches e sopas. Devido a localização, além dos moradores locais, o espaço conta também com muitos turistas. O andar superior oferece uma bela vista da região.

Foto: Elizabeth Gonçalves

Foto: Elizabeth Gonçalves

Porque ir

A Escócia não se resume unicamente a Edimburgo, portanto, se tiver a chance faça, sim, um tour pelas Highlands. Além da beleza natural, que é de tirar o fôlego de qualquer um, essa região do país possui um legado histórico e cultural importantíssimo. Sem dúvida será uma viagem enriquecedora e inesquecível!

Revisado por Tarcísio Junior
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Elizabeth Gonçalves é jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há mais de um ano e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Pra Onde Ir

Intercambistas contam como é o Ano Novo na Europa

7 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
E-Dublin TV

Cidades favoritas na Europa

11 meses atrás, por Mah Marra
Dicas de Viagem

5 cidades francesas que vale a pena conhecer

1 ano atrás, por Elizabeth Gonçalves
Dicas de Viagem

Top 5! Destinos para o seu ano novo

2 anos atrás, por Ávany França
Dicas de Viagem

Que tal um Mochilão pela Croácia?

2 anos atrás, por Ávany França
Dicas de Viagem

Por que Bruges encanta tanto os brasileiros?

2 anos atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

Especial Dia dos Pais – PCVV#104

2 anos atrás, por Tarcisio Junior
Meu Intercâmbio

O intercâmbio me transformou em um viajante

2 anos atrás, por Colaborador E-Dublin
Dicas de Viagem

Descubra as maravilhas de Roterdã, na Holanda

2 anos atrás, por Elizabeth Gonçalves
Dicas de Viagem

Roteiro de compras em Paris

2 anos atrás, por Carol Braziel
Dicas de Viagem

Espanha em cinco destinos imperdíveis

3 anos atrás, por Carol Braziel
Pra Onde Ir

Muito além de Copenhagen: Roteiro Dinamarca

3 anos atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

Dicas de viagem na Europa – PCVV#78

3 anos atrás, por Tarcisio Junior